Resenha E se fosse a gente?

em 14 de agosto de 2019


E se fosse a gente?
Becky Albertalli
Adam Silvera

ISBN-13: 9788551004883
ISBN-10: 8551004883
Ano: 2019 / Páginas: 352
Idioma: português
Editora: Intrínseca

Em Com Amor, Simon, Becky Albertalli conquistou o público jovem com sua narrativa sensível e apaixonante sobre um menino gay prestes a viver uma grande história de amor. Em E se fosse a gente?, ela se une ao escritor Adam Silvera para narrar o encontro de dois garotos que não poderiam estar em momentos mais diferentes da vida, mas que vão desafiar os poderes do universo para ficarem juntos.
De férias em Nova York, Arthur está determinado a viver uma aventura digna de um musical da Broadway antes de voltar para casa. Já Ben acabou de terminar seu primeiro relacionamento, e tudo o que mais quer é se livrar da caixa com todas as lembranças do ex-namorado.
Quando eles se conhecem em uma agência dos correios, parece que o universo está mandando um recado claro. Bem, talvez não tão claro assim, já que os dois acabam tomando rumos diferentes sem ao menos saberem o nome ou telefone um do outro.
Em meio a encontros e desencontros — sempre embalados por referências a musicais e à cultura pop —, Ben e Arthur se perguntam: e se a vida não for como os musicais da Broadway e os dois não estiverem destinados a ficarem juntos? Mas e se estiverem? Aos poucos, eles percebem que às vezes as coisas não precisam ser perfeitas para darem certo e que os planos do universo podem ser mais surpreendentes do que eles imaginam.



Resenha


Escrever esta resenha pode ser difícil, isto porque eu não amei o livro, mas curti muito, como todo romance tem seus clichês, aqui não deixa de ser diferente, o problema é que não foi isso que me afetou.




Me apaixonei por Arthur desde que ele trocou suas primeiras palavras com Ben em uma agência de correios, Arthur é cheio de vida, alegria e pré-disposição a viver tudo que o universo lhe apresenta, e tudo isso sempre com sorriso no rosto, sua personalidade encanta num primeiro momento, ele também tem seus defeitos, mas deixemos isso para depois.


Já Ben é mais pé no chão, suas inseguranças são muito bem retratadas aqui, ele sente uma atração violenta pelo garoto que conheceu nos correios, porém foge desesperado logo depois, só que aquele garoto com uma gravata de cachorro-quente paira em seus pensamentos, ao mesmo tempo em que ele sente uma necessidade de se resguardar, devido ao seu termino recente.


"Ele me pega no flagra.
— Você é intrometido assim mesmo? — pergunta, estreitando os olhos.
— Ah. — Engulo em seco. — Mais ou menos. Sim.
Ele sorri.
— Não é nada muito interessante. Só os restos de um término.
— Restos?
— Livros, presentes, varinha do Harry Potter. Todas as tralhas que não quero mais ver na minha frente."


Em E se fosse a gente? Becky Albertalli e Adam Silvera falam muito sobre o universos e suas vontades, isso fica um pouco chato depois de um tempo.


"— Só não entendo. Por que o universo me apresentaria a ele para depois tirá-lo de mim cinco segundos depois?
— Talvez o universo o envie de volta para você — insiste Ethan. — Ligeiramente usado, porém. Um pouco desgastado. Mas em boas condições."



A minha critica aqui, é que eu sinto que tanto Arthur quanto Ben mudaram bastante durante o enredo, eles não pareciam aqueles meninos que se conheceram no correio, fiquei com a sensação de que os autores se perderam no meio do caminho e descaracterizaram os dois sabe, algo mudou, apesar disso eu curti muito livro, foi uma leitura gostosa e rápida, boa parte do tempo eu não conseguia largar o livro.


"Mas o Arthur? Eu mal o conheço. Acho que é assim em qualquer relacionamento. Você começa com nada e talvez termine com tudo."


Enfim, foi um ótimo livro tirando alguns detalhes, fiquei um pouco decepcionada também com o final do livro, embora não tenha sido ruim, eu esperava muito mais, acho que os autores quiseram inovar de uma certa maneira e algo não saiu como o esperado, acho que eu esperava algo mágico em comparação a tudo que li. Mas isso é minha opinião, a maioria das resenhas que li são só elogios, então, se você leitor se encantar também pela capa linda e estiver com alguma faísca de vontade de ler, leia e tire suas conclusões e depois me diga o que achou!


Beijos





22 comentários

  1. Caramba eu gostei dá para refletir bastante! Amei o título .
    Boa noiteee. Vim conferir tem post novo também . Rtb e sdv.

    Segredosdsmarii.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Camila como vai? Ótima resenha, as vezes acontece de o final não ser o que se espera. De qualquer modo parece um livro bom para se ler. Abraços!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. eu vi o filme de com amor Simon e tenho mt vontade de ler o livro tbm, adorei conhecer a resenha desse filme tbm

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  4. Que triste quando percebemos que os personagens mudam muito no decorrer da história. Não conhecia esse romance, mas apesar das suas ressalvas, parece um bom livro para ler em um final de semana.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi! Tudo bom?
    Ai eu fico muito decepcionada quando rola essa coisa de se desconectar dos personagens por descaracterização :/ parece que quebra toda a magia que a narrativa criou no começo.
    Já dei uma baixada na expectativa com o livro HUHUSAUHASHUSAHUSA

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu já amei que o protagonista ama musicais da Broadway! Me identifiquei hahahaha

    Beeijos, Paola
    uma-leitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Mila, tudo bem?
    Gostei da sua resenha. Foi bem sincera em relação ao que você sentiu. Dois autores escrevendo correm o risco de deixar o personagem "fugir", mesmo quando é uma pessoa só existe esse risco. Já tive as duas experiências escrevendo. Eu não sou muito fã de romances, mas a dica está anotada para quando vier a vontade de ler algo do gênero.

    Até mais;
    |Mente Hipercriativa (Blog) | Mente Hipercriativa (Fanpage)|

    ResponderExcluir
  8. Gostei de conhecer sua opinião.
    Quero muito ler esse livro, gosto da escrita da Becky e quero ver como essa parceria ficou.
    Mas agora estou sem grandes expectativas, o que pode até ser bom.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá, Mila.
    Eu ainda não tinha lido nenhuma resenha do livro por isso não sei se está bem elogiado hehe. Mas é um livro que não me chama atenção, por isso acho que não leria. É uma pena que se perderam no meio do caminho, isso acontece bastante e deixa o leitor frustrado.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Oi, Mila!

    Não conhecia o livro, mas parece ser uma boa história. Uma pena que o final não foi tão bom quanto o esperado.
    É ruim quando pegamos um livro que não cumpre com nossas expectativas.

    Beijos
    Construindo Estante || Promoção de aniversário do blog

    ResponderExcluir
  11. Oi Mila, não li o livro, mas gostei bastante do enredo. Uma pena a falha do desenvolvimento, mas eu te entendo, já aconteceu comigo de não gostar de algo e gostar mesmo assim do livro rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  12. Eu fiquei curiosa para ler, mesmo que pra vc não tenha sido um dos melhores, a resenha despertou minha curiosidade >.<
    beijinhhos
    Taty
    https://www.tatycampos.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Amei sua resenha Mila, ainda não conhecia o livro e acho que também me decepcionaria em ver os autores descaracterizando os personagens na história. Que bom que a história foi boa mesmo assim!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  14. Quero muitooo ler esse livro! Adoro a literatura da Becky, sempre leve, divertida. Adorei a dica
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  15. Oi, Mila!
    A sua é a primeira resenha que vejo desse livro e vou levar em consideração seus levantamentos negativos caso eu venha a ler.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  16. Oi Mila! O livro não chama minha atenção, então não pretendo ler. Uma pena os autores terem começado bem com os personagens e depois terem se perdido.Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  17. Oi Mila.
    Gostei muito da sua sinceridade na resenha e infelizmente esses lances de descaracterização de personagens no decorrer da trama, acontecem mais do que gostaríamos e é frustrante quando o final não é tudo aquilo que esperávamos. Ainda bem que curtiu a leitura como um todo.
    Bjus

    ResponderExcluir
  18. Poxa, é tão triste quando sentimos que houve essa quebra na essência dos personagens. Lembrei muito do final de GoT ao ler isso, hahaha. Mas que bacana que o livro traz temas tão importantes e que apesar desse defeito e dos certos clichês, ele faz valer. Amei a resenha.

    semquases.com

    ResponderExcluir
  19. Fiquei interessada em le, livro do tipo que gosto.

    Beijinhos ;*

    Blog Menina Caprichosa | Canal Youtube | Facebook | Insta

    ResponderExcluir
  20. Eu não li nada desse autor, na verdade, nunca li um romance lgbt e morro de vontade de ler um. Porém esse não me chamou muita a atenção.
    Não sei se foi porque vc mesma também não amou o livro. Uma pena né, quado iniciamos uma leitura e a mesma não nos conquista.

    Abraço,
    Parágrafo Cult ★

    ResponderExcluir
  21. Gostei da resenha, Mila, foi a primeira que li sobre este livro. Adoro ver publicações LGBT com clichês românticos e etc, porque tudo o que já foi escrito e visto nos livros, cinemas e séries, ainda não aconteceu com casais ficcionais LGBT, então acho que o público LGBT deve apreciar se ver representado um pouquinho. Abraço. Leitora Viciada

    ResponderExcluir
  22. Não conhecia esse livro e fiquei muito interessada! Uma pena não ter sido tão bom, mas darei uma chance a ele.
    Beijos,
    www.lewestinblog.com

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!