Resenha A Terra que Perdi

em 19 de fevereiro de 2019

A Terra que Perdi
e-Book
Fantasmas do Mercado das Sombras # 7
Cassandra Clare...

ISBN: B07LDK3JKZ
Ano: 2018 / Páginas: 123
Idioma: português
Editora: Galera Record


O sétimo conto da série Fantasmas do Mercado das Sombras, de Cassandra Clare, mostra que muitas vezes a empatia é a única arma contra o preconceito e a segregação
Alec Lightwood – companheiro do Alto Feiticeiro do Brooklyn, Magnus Bane, e pai de uma criança feiticeira – trabalha para manter a aliança entre Caçadores das Sombras e os integrantes do Submundo em Nova York. Até que Jem e Tessa enviam, de Buenos Aires, um pedido de ajuda. Em uma Argentina em meio às ruínas deixadas pela Guerra das Trevas, cheia de órfãos de guerra, Alec não é bem recebido pelos Caçadores de Sombras. Ele acredita que é por causa de sua companheira Lily, a chefe do clã de vampiros de Nova York, até que um órfão Caçador de Sombras lhe confidencia um segredo obscuro. Ao lado do pequeno Rafael, Alec e Lily precisam encontrar aliados para combater uma trama sombria que está desaparecendo com mulheres licantropes.


Resenha


A Terra que Perdi é o sétimo conto disponível da série Fantasmas do Mercado das Sombras, este conto fala de empatia, preconceito e discriminação social e para lidar com isso, nada melhor do que nosso amado Alec Lightwood.

Infelizmente, o conto é muito rápido, como todos os outros, tem uma boa base e nos mostra um pouco mais da vida de Alec juntamente com Magnus e o pequeno Max, ele quer ser Caçador de Sombra, igual ao seu pai, porém sabemos que isso será complicado dado sua natureza, porém este conto não é sobre isso ou sobre a criação de Max.



Alec recebe uma mensagem de Tessa e Jem, depois da Guerra das Trevas, parece que o mercado das sombras de Buenos Aires está passando por uma dificuldade, Tessa e Jem descobrem que somente Alec tem permissão de entrar no mercado das sombras, Alec resolve pedir a ajuda de Lily, nossa amada vampira e atual líder dos vampiros.

Chegando no instituto Alec descobre que os caçadores de sombras de lá não estão tão amigáveis e amistosos como deveriam e junto de Lily ele irá ajudar a descobrir o que realmente está acontecendo no instituto e no Mercado das Sombras, onde mulheres licantropes estão sumindo misteriosamente e somente Alec é autorizado a entrar.


Eu amei este conto, foi uma delícia rever Alec, Lily, Magnus e até mesmo o pequeno feiticeiro Max, filho de Alec e Magnus, o amor e a bondade presente ali transpassa aos leitores, também temos uma breve aparição de Jace e para falar a verdade, fiquei saudosa demais dele e de Clary.

Agora só resta partir para o próximo conto!


8 comentários

  1. Magnus e Alec são dos personagens mais amados e que delícia poder rever esses dois numa história assim. Com o pequeno fica ainda mais legal. Saber como anda a vida desses dois. Adoro! Parece um conto que deixa vontade por mais ^^

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mila!!
    Que conto fantástico!! Gostei muito desse sétimo conto da série Fantasmas do Mercado das Sombras e bom matar a saudades do Alec e Magnus. Já estou bem curiosa para ler esse conto.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  3. Gente, são muitos contos, né?
    Esse parece ser o que mais aborda temas profundos; isso é muito bom.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Mila!
    Dentre os contos esse foi o que despertou a minha curiosidade pois nos faz vislumbrar o futuro de Alec e Magnus. Mal consigo imaginar esses dois pais de uma criança! Rever Jace e Clary deve ter sido maravilhoso mesmo. Mais um pra lista de leituras.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Mila!
    Matar a saudade dos personagens é com certeza o ponto alto desses contos, hein?!...
    Eu só assisti ao filme e só me lembro de Jace, Clary e Alec, os outros personagens que você citou fiquei meio que "boiando" rsrs

    ResponderExcluir
  6. Esses contos só estão servindo pra me mostrar que não lembro de alguns personagens e isso tá me deixando estressada. Dou como exemplo, a vampira Lily.
    Tessa e Jem ♥

    ResponderExcluir
  7. Acho que não conhecia essa série, pois não estou lembrada. Enfim, gostei do que a série representa e por ser contos rapidos se torna mais legal, não combina páginas e mais páginas para contos. Gostei da resenha e vou procurar por esses livros.

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li essa série, então fiquei um pouco perdida, mas parece ser um conto gostoso de ler, mais pra relembrar a série e os personagens mesmo.
    bjs

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!