Tag Literatura nos dias da semana

em 7 de novembro de 2019


Ola meus amores!


Hoje responderei uma #tag que vi no instagram @tagdoslivros - a Tag Literatura nos dias da semana:




  • Domingo – Um livro que você não quer que termine ou não quis que terminasse:


> Não vou falar apenas de um livro e sim três! A Trilogia O Teste de Joelle Charbonneau é simplesmente maravilhosa, eu apenas gostaria de ver uma adaptação da obra, mas teria que ser no estilo Os Jogos Vorazes!





  • Segunda – Um livro que você tem preguiça de começar: 


> Sem dúvida A Guerra dos Tronos de George R. R. Martin, não consegui passar do primeiro capítulo, mas eu juro que tentei!



Resenha A Arte da Guerra Chinesa | André Bueno

em 5 de novembro de 2019
Arte da Guerra Chinesa, A
Uma história da estratégia da China
André Bueno

ISBN-13: 9788537012130
ISBN-10: 8537012130
Ano: 2019 / Páginas: 136
Idioma: português
Editora: Madras


Sem sombra de dúvida, o Arte da Guerra, de sunzi [sun tzu, numa grafia mais conhecida], é o livro chinês mais publicado, divulgado e vendido não apenas no brasil, mas também na maior parte do mundo ocidental. Esse antigo tratado sobre a guerra ganhou uma dimensão inesperada, saindo das academias militares e alcançando o grande público, sendo avidamente consumido por professores, empresários, políticos, pensadores e mesmo pelo público leigo. Existem várias razões para esse sucesso. O arte da guerra é um livro simples, direto e acessível, que encontrou acolhida entre todos aqueles que queriam saber um pouco mais sobre as técnicas militares chinesas; porém, ele não é o único livro sobre estratégia a surgir na china. Assim, o que veremos neste livro é a longa história sobre a gênese e o desenvolvimento do pensamento militar chinês, alguns de seus muitos autores, e como essa escola de estrategistas atravessou os séculos e continua bastante atual. Abordando um aspecto pouco conhecido da filosofia chinesa, veremos como a china não se resumia a confucionismo, taoísmo ou budismo – mas que os estrategistas estavam presentes em todas as grandes conquistas da civilização chinesa, e que sunzi teve um papel fundamental nessa história.



Resenha


Recebi este livro em parceria com o autor André Bueno, que é sinólogo e estuda em grande parte a civilização da China, Pensamento Chinês, Confucionismo, História e filosofia antiga dentre outros.


Pesquisando sobre o autor, acabei descobrindo que não é a primeira vez que leio algo em que ele pôs as mãos, visto que foi o tradutor do livro As lições do mestre por Confúcio, livro que li em 2016 e que guardo com muito carinho!


André Bueno me presenteou com um livro exemplar, mal sabendo que a cultura de um modo geral muito me atrai.



Tag Avengers

em 1 de novembro de 2019

Ola meus amores, vi uma Tag muito legal no blog Infinitas Vidas, da Priih e resolvi fazer aqui também!






Tony Stark – Um livro com um personagem muito inteligente:


Dra. Jean McClellan de Vox



Bruce Banner – Um livro em que você morreu (metaforicamente) de raiva do protagonista:

Eureka de Dilúvio ou  Mary Iris Malone de Mosquitolândia




Resenha: Entre quatro paredes - B.A. Paris

em 31 de outubro de 2019
Entre quatro paredes
Autor(a): B.A.Paris
Tradutor(a): Roberto Muggiati


Editora: Record
Págs: 266

Sinopse




Um thriller sobre um sonho que torna-se pesadelo Grace é a esposa perfeita. Ela abriu mão do emprego para se dedicar ao marido e à casa. Agora prepara jantares maravilhosos, cuida do jardim, costura e pinta quadros fantásticos. Grace mal tem tempo de sentir falta de sua antiga vida. Ela é casada com Jack, o marido perfeito. Ele é um advogado especializado em casos de mulheres vítimas de violência e nunca perdeu uma ação no tribunal. Rico, charmoso e bonito, todos se perguntavam por que havia demorado tanto a se casar. Os dois formam um casal perfeito. Eles estão sempre juntos. Grace não comparece a um almoço sem que Jack a acompanhe. Também não tem celular, que ela diz ser uma perda de tempo. E seu e-mail é compartilhado com Jack, afinal, os dois não guardam segredos um do outro. Parece ser o casamento perfeito. Mas por que Grace não abre a porta quando a campainha toca e não atende o telefone de casa? E por que há grades na janela do seu quarto?

Às vezes o casamento perfeito é a mentira perfeita.


Resenha



Faz um tempo que tinha recebido este livro do Grupo Editorial Record, mas não tinha chance de lê-lo. Eu acredito que são os livros que nos escolhem, portanto, aguardei o momento certo e acho que fiz certo, pois que leitura meus amigos!


Uma leitura agonizante e sufocante que não conseguimos deixar até sabermos o final do capítulo pelo menos e fazia tempo que um livro não me prendia assim.