Resenha Mamãe Bruxa – a história da vilã da Rapunzel

em 22 de abril de 2019



Mamãe Bruxa – a história da vilã da Rapunzel
Vilãs da Disney # 5
Serena Valentino

ISBN-13: 9788550303772
ISBN-10: 8550303771
Ano: 2019 / Páginas: 336
Idioma: português
Editora: Universo dos Livros

Neste livro, o leitor conhecerá uma história sobre mães e filhas, sobre juventude e magia. É a história da vilã da Rapunzel, a Mamãe Gothel.
A história da legendária flor dourada é muito popular, tendo sido contada de diversas maneiras e ao longo de gerações. No entanto, todas as versões concordam em um aspecto: a flor é sempre o objeto de desejo de uma velha bruxa, cuja ambição é se manter bela e jovem.
A flor, por sua vez, sempre é usada para salvar uma rainha à beira da morte, que dá à luz uma princesa com cabelos mágicos: Rapunzel. Por isso, a fim de evitar a perda de sua fonte da juventude, a feiticeira sequestra a princesa, tranca-a em uma torre distante e passa a criá-la como sua filha. Anos depois, Rapunzel descobre sua verdadeira identidade e dá um jeito de derrotar a velha bruxa.
Entretanto, esta é apenas a metade da história. O que houve com a velha bruxa, conhecida como Mamãe Gothel? Qual é a sua origem e qual foi o caminho que a levou a encontrar a flor mágica, tornando-se obcecada pela juventude eterna? Toda história tem dois pontos de vista.


Resenha


Conhecendo Gothel, Primrose e Hazel, as três irmãs bruxas, ascendendo aos poucos a sua magia, aprendendo o que se deve aprender antes da mamãe bruxa ir para o limbo.


Gerações de bruxas que passaram pela mesma situação, cuidar da Floresta dos Mortos, cuidar para que os mortos sejam todos entregues a floresta, cuidar da flor lendária rapunzel, a que tem o poder da beleza, da juventude, porém existe muito mais por trás da flor, por trás da história que tão bem conhecemos, existe também o lado sombrio, ou nem tanto assim. O que houve com Gothel e suas irmãs?!


"A floresta das bruxas não era meramente preenchida por árvores sem vida. Era onde os mortos descansavam — ou era o que os vilarejos vizinhos gostavam de dizer. Eles escolheram pensar na floresta como um cemitério cuja visita não era permitida, e as bruxas eram suas cuidadoras, apesar de, no fundo do coração, eles saberem que seus entes queridos falecidos tinham pouquíssima paz no lugar que deveria ser sua morada de descanso eterno."




Devo dizer que estava muito animada com este lançamento, eu nunca tinha lido os livros da autora e nem seus antecessores da série Vilãs da Disney, este é o quinto livro e foi até interessante acompanhar a trajetória das irmãs, em como eram unidas, o que precisariam fazer para ascender, quais seriam suas responsabilidades quando a mãe, Manea, a rainha dos mortos, a mais temida rainha dos mortos, escolhesse cair no nevoeiro e deixar toda a responsabilidade para as filhas, tomarem o seu lugar, fazendo sua magia acontecer.


"— Sim, minha querida, minha Gothel, agora você me entende. Não estou sendo egoísta com meus poderes. Assim que tiver lhe dado tudo o que há para saber, não restará nada de mim. Você terá tudo, incluindo minha vida e meu lugar como rainha, e a responsabilidade de honrar nossas ancestrais será sua. É primordial, Gothel, que mantenha nossas tradições e nossos segredos em segurança do mundo dos vivos. — Manea fitou a filha nos olhos. — Está pronta para receber mais do meu sangue, filha? Para dar o próximo passo?"


Talvez tenha tido expectativas demais para com este livro, foi tudo muito morno, tanto a conhecer a origem de Gothel e suas irmãs e a própria mãe delas, quanto o desfecho, a leitura não fluiu como o esperado, a narrativa é bem descritiva e de vez em quando eu sentia que algumas informações ali eram irrelevantes, sabe aquela sensação de que as coisas estão demorando a acontecer?!


Para aqueles que são apaixonados pelas histórias da Disney, este livro pode ser espetacular, afinal a visão para os pensamentos de Lady Gothel e por que ela fez o que fez? Quais seriam os seus motivos? Ganância? Vaidade?


Enfim, o enredo não foi como o esperado, a leitura foi cansativa e pouco atrativa na maioria das vezes o que dificultou o termino da leitura, a escrita da autora simplesmente não fluía para mim, mas isso não significa que não vá lhe agradar, então se você gosta de histórias da Disney e todo o seu universo, leia, tire suas conclusões sobre a história, porque o que não agrada uns, as vezes conquista outros, por isso é bacana dar uma oportunidade ao livro!


Beijos




6 comentários

  1. Oi Mila

    n conhecia o livro, mas para os amantes da Disney deve ser um prato cheio hein?! Eu n leria mas pra quem gosta desse tipo de leitura pode ser que curta né?!

    Bjooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu amo as histórias da Disney, mas às vezes prefiro releituras.
    Não sei, acho que essa capa me remete a uma leitura mais infantil.
    Mas gostei de saber sobre o livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Confesso que lendo sua resenha criei tanta expectativa para ler esse livro, uma pena que a leitura não se desenvolveu bem!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Mila, tudo bem?
    Fiquei curiosa para conhecer esse livro. Adoro quando resolvem explorar o passado de um personagem. Geralmente terminando dando uma outra visão da história para a gente. Mas não sei se leria por agora pelo fato da leitura parecer lenta. Eu mesma estou lenta para ler qualquer livro, então me aventurar em um que pode me dar essa experiência, por enquanto, melhor não.

    Até mais;
    Mente Hipercriativa
    FanPage Mente Hipercriativa

    ResponderExcluir
  5. Animei de ler esses livros por gostar das histórias, querer ver algo um pouco diferente delas e tal. Mas confesso que agora não sei se leio nem tão cedo. Ser bem simples, sem muito daqueles livros que prendem bem e você não para de pensar nele desanimou um pouco. Acho que vou guardar pra um momento de querer algo mais leve, aí deve ser bom de ler, sem tanta expectativa e tal.

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!