Resenha: Victória e o Patife - Meg Cabot

em 17 de agosto de 2017


Victoria e o Patife
Autor(a): Meg Cabot

Tradução: Marcela Filizola
Gênero: Infantojuvenil
Págs: 256
Editora: Galera Record


Um romance histórico com a marca de Meg Cabot. Criada pelos tios na Índia, Victoria é enviada a Londres aos 16 anos a fim de conseguir um marido. Mas é na longa viagem até a Inglaterra que a jovem encontra o amor, na figura de Hugo Rothschild, o nono Conde de Malfrey. Tudo estaria ótimo se não fosse a insuportável interferência do capitão do navio, Jacob Carstairs. Por que ele não pode confiar na escolha de Victoria? Por que ele não a deixa em paz? Estaria Hugo escondendo algo?



Resenha



Um dos lançamentos mais aguardados do Grupo Editorial Record, sob o selo Galera Record, Victoria e o Patife é o mais novo livro de uma das autoras mais aclamadas e com fãs no mundo inteiro, Meg Cabot.

Confesso que nunca li nada da autora até então, mas fiquei encantada com a sinopse e com esta capa tão fofa e delicada.







Particularmente não é sofrimento algum ler romance histórico, e este é um livro curtinho e ágil, até os que não curtem esse tipo de literatura hão de gostar.

Victoria e o Patife é o primeiro romance histórico juvenil publicado pela autora Meg Cabot, e o segundo publicado utilizando esse nome, e não Patrícia Cabot (O primeiro foi Liberte meu Coração, spin-off da série O diário da princesa).

''- Na verdade - continuou ele, ainda usando aquele tom grave e sério -, acho que seria bem emocionante se casar com alguém que não precisa de você, mas que apenas... deseja estar com você."



Este romance é ambientado em 1810, Victória, filha do duque de Harrow, é uma jovem órfã de dezesseis anos que vivia na Índia, muda-se para a casa de sua tia em Londres para encontrar um marido. Antes de desembarcar, já esta noiva do conde de Malfrey. Porém, seu coração é balançado pelo dono do navio, Jacob.

Os personagens vivem discutindo, o que deixa a leitura mais divertida, devido a jovem ser altruísta e dona de si, numa época em que mulheres eram criadas para obedecer e servirem os homens.

O livro é bem fluido, apesar de ser romance histórico, agradará aos mais jovens também.



Boa leitura!



Sobre a autora






Meggin Patricia Cabot, mais conhecida pela abreviação Meg Cabot, Patricia Cabot ou pelo seu pseudônimo Jenny Carroll(Bloomington, 1 de fevereiro de 1967), é uma escritora estadunidense.

É mundialmente famosa por ser autora de mais de 70 livros, dentre os quais seu maior bestseller é a série de onze volumes O Diário da Princesa. Atualmente Meg vive com seu marido em Nova Iorque.

19 comentários

  1. Infelizmente ainda não tive oportunidade de me deparar com a escrita desta autora, apesar de vários de seus livros estarem na minha lista de desejados. Enfim, este e livro de romance de época curto, de leitura rápida, e me pareceu bastante cativante, pois temos uma personagem jovem com um pensamento altruísta, dona de si, para uma época, e em que as mulheres eram dominadas. Super ansiosa por está leitura.

    Participe do TOP COMENTARISTA de AGOSTO, para participar e concorrer Ao livro "Dois Mundos", o primeiro da série "Tesouros da Tribo de Dana" da escritora Simone O. Marques, publicado numa edição linda pela Butterfly Editora.
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Também gosto de romance histórico e coisas do tipo e pelo jeito do livro ele até me chamou atenção. Mas já vi falando que essa garota do livro é meio irritante e pelo que vi não fui muito com a cara. Acho que a história é juvenil demais pro meu gosto. Seria algo que leria só pra passar o tempo mesmo quando bate aquela ressaca ou coisa assim. Não sei se iria agradar tanto, viu...

    ResponderExcluir
  3. Oi Nanda, a capa é mesmo uma fofura e a sinopse desperta a vontade de ler por parecer ser leve e bem rapidinho; porém, você é a primeira que não traz uma crítica negativa ao livro. Muitos leitores estão achando a personagem muito superficial e a leitura não tão agradável assim, já que a Meg é aclamada por seus romances. Eu confesso que deixei de ter vontade de ler, até porque é uma personagem muito nova e não curto leituras assim.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nanda!
    Nunca li nada da Meg mas esse está na lista. Assim, risco de ler algum livro da autora e ainda leio um romance de época, que amo.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra ao livro Depois do Fim autografado

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha, achei essa capa linda, e sou doida para ler algum livro da Meg, já li da Patricis rs. Vou colocar este na lista de desejos

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Infelizmente ainda não li nada da autora, mas sou super doida por ler seus romances!
    Achei bem fofa a capa e a história parece seguir no mesmo caminho. Adoro romance de época, então acho que gostarei desse. Ainda mais sendo com uma linguagem mais jovem, o que difere da maioria dos livros desse gênero.

    ResponderExcluir
  7. Nanda!
    Não sabia que a autora também escrevia romances de época.
    Talvez a autora tenha feito uma homenagem para Jane Austin, só pode.
    Ver um romance de época adolescente, acho que é a primeira vez…
    Fiquei curiosa para conhecer.
    “Para cultivar a sabedoria, é preciso força interior. Sem crescimento interno, é difícil conquistar a autoconfiança e a coragem necessárias. Sem elas, nossa vida se complica. O impossível torna-se possível com a força de vontade.” (Dalai Lama)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  8. Tbm ainda não li nada da autora e essa foi a primeira sinopse que realmente me chamou a atenção. Mas já digo que adorei Jacob, adoro brigas entre casais e diálogos engraçados.
    A capa é uma graça ♥

    ResponderExcluir
  9. Oi Nanda!
    Da Meg eu só li A Mediadora toda, e amo a série. Adoro a escrita da autora e tenho vontade de ler outras obras, incluindo esses romances. Tem um dela, Um Amor Escandaloso que eu sou doido para ler e vê é legal. Esse parece divertido. As personagens dela sempre são legais e a leitura sempre fluída. Ja vou adicionar a listinha ^^

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Também nunca li nada da Meg, mas tenho muita curiosidade em fazê-lo! Minha autora favorita é a Marian Keyes e vejo algumas similaridades entre elas, o que me faz ter um bom pressentimento sobre suas obras!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Nanda!
    Gostei bastante da resenha e que bom que sua experiência com a leitura foi muito boa!! Assim como você (antes de ler esse livro) não li nada da autora Meg Cabot, mas fiquei bem curiosa para conhecer esse estória.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  12. Oi tudo bem?
    Gostei bastante da sua resenha, eu amo um bom romance de época e estou curiosa para ler esse desde que lançou e também me aventurar pela escrita da Meg Cabot que eu ainda não li nada dela.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. OI Nanda.
    Eu li esse livro e tive uma história de amor e ódio, a mocinha no começo não me conquistou não, sua personalidade para mim foi o pior de tudo, mas a premissa é interessante e no geral essa foi uma boa leitura.
    bjs.

    ResponderExcluir
  14. Ainda não li nada da autora, mas minha amiga/colaboradora já e adorou! E pra falar a verdade, fiquei com mta vontade de conferir essa obra, acredito que será uma leitura prazerosa!

    ResponderExcluir
  15. Eu acho esta capa uma fofura só! Ainda não tive a oportunidade de ler livros da autora, mas só leio resenhas positivas sobre as obras delas...Em relação ao livro parece ser uma historia bem leve de se ler, e bem jovem a historia. Gosto de livros com temática histórica.

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Ja tinha lido resenha sobre ele e sempre me deixou curiosa por ler. A trama é muito fofa, um romance maravilhoso que te faz encantar. Espero ler ele!

    ResponderExcluir
  17. Oi! Nunca li nada da autora, apesar de morrer de vontade de ler os livros da série Diário da princesa. A capa desse livro é realmente fofa e delicada, mas não me interessei pela sinopse. Beijoss

    ResponderExcluir
  18. Oiee ^^
    Eu também gostei deste livro, achei bem divertido e rápido, mas em comparação com os outros livros da Meg que li, ficou no chinelo...haha' achei o desenvolvimento dos personagens bem fraquinhos, e o livro não me agradou totalmente.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  19. Nanda,
    fiquei curiosa por esse lançamento! A capa + a história parecem bem divertidas.
    Mas confesso, não gosto muito dos livros da Meg. Acho as protagonistas muitoooooo doidas.
    Nunca tenho paciência. Desisti dos livros dela kkkkk
    Tô pensando ainda se darei uma chance a Victoria kkk
    bjs

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!