Resenha: A Desconhecida - Mary Kubica

em 29 de agosto de 2017

A Desconhecida
Autor(a): Mary Kubica



ISBN-13: 9788542209983
ISBN-10: 8542209982
Ano: 2017 / Páginas: 352
Idioma: português 
Gênero: Suspense
Editora: Planeta



Mais um instigante thriller psciológico da mesma autora de A Garota Perfeita, best-seller do The New York Times.

Todos os dias, a humanitária Heidi pega o trem suspenso de Chicago e se dirige ao trabalho, uma ONG que atende refugiados e pessoas com dificuldades. Em uma dessas viagens diárias ela se compadece de uma adolescente, que vive zanzando pelas estações com um bebê. É fato que as duas vivem nas ruas e estão sofrendo com a fome, a umidade e o frio intenso que castigam Chicago. Num ímpeto, Heidi resolve acolher Willow, a garota, e Ruby, a criança, em sua casa, provocando incômodo em seu marido e sua filha pré-adolescente. Arredia e taciturna, Willow não se abre e parece esconder algo sério ou estar fugindo de alguém. Mas Heidi segue alheia ao perigo de abrigar uma total estranha em casa. Porém Chris, seu marido, e Zoe, sua filha, têm plena convicção de que Willow é um foco de problemas e se mantêm alertas. Em um crescente de tensão, capítulo após capítulo a verdade é revelada e o leitor irá descobrir quem tem razão.


Resenha







Logo que lançou este livro, eu tinha curiosidade, devido a tantos lançamentos de thriller/suspense desde o sucesso de A garota exemplar, de outra autora famosa, Gillian Flynn. A autora Mary Kubica, faz sucesso mundialmente com seus livros, inclusive A garota perfeita é outro livro dela que foi lançado recentemente e caiu no gosto dos leitores.


Nesta história, conhecemos a mãe de família Heidi, que trabalha numa ONG que atende refugiados. Num desses trajetos que faz diariamente ao trabalho, durante uma chuva torrencial que assola a cidade, observa uma adolescente meio atrapalhada, maltrapilha e pior, com um bebê no colo, que aparentava estar perdida na estação.

Compadecida com a situação, dias depois, volta ao local para tentar ajudar a menina, que disse se chamar Willow, encontrando resistência dela ao ser levada a um abrigo, decide trazê-la para sua residência, encontrando muitas dificuldades com seu marido, Chris, desconfiado da situação e de sua filha, também adolescente, Zoe, que desde o início não aceita a jovem morar em sua casa, muito menos dividir suas roupas com ela, como quer a sua mãe.


A narrativa é entre os três personagens principais da trama: Heidi, Willow e Chris, em capítulos curtos, achei bem ágil a escrita da autora.


A história é intrigante e surpreendente, mostrando todos os lados da história de Willow: quem ela é, de onde veio, a bebê que carrega no colo é ou não sua filha, a motivação por trás de preferir as ruas do que abrigos e pedir alguma ajuda. Confesso que as vezes fiquei sem fôlego, fazia tempo mesmo que não lia algo triste, com questões tão profundas assim. E pior, são as questões envolvendo a família que a acolheu, que também é cheia de segredos e mistérios, o que torna este livro, um thriller psicológico bem construído.


Não é meu livro favorito do gênero, mas é dos melhores que li neste ano, pois prende a atenção e nos faz ficar pensando nele por dias após a conclusão da leitura. Aprecio livros que deixam alguma reflexão e este cumpre bem este papel.


Boa leitura!



Sobre a autora

 


Mary Kubica tem um Bacharelado em História e Literatura Americana pela Universidade de Miami (Ohio). Vive nos arredores de Chicago com o marido e os dois filhos e gosta de fotografia, de jardinagem e de cuidar de animais abandonados num abrigo local.



17 comentários

  1. Oi, Nanda!
    Eu vi poucos comentários sobre os livros da Mary, mas todos foram bem positivos.
    Não ando numa vibe de suspense, mas quando tiver com certeza vou dar uma conferida nas obras dela.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra ao livro Depois do Fim autografado
    Participe do sorteio de aniversário do Balaio de Babados e O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Tenho este livro na minha lista de desejados desde o lançamento e apesar de não ter costume de livros deste gênero, o fato de ler muitas resenhas positivas acabou me despertando interesse. Até pelo fato de que a obra se trata de assuntos profundos, e me pareceu possuir uma narrativa envolvente, que nos prende desde as primeiras páginas. Super ansiosa para saber qual será o desfecho desta estória.

    Participe do TOP COMENTARISTA de AGOSTO, para participar e concorrer Ao livro "Dois Mundos", o primeiro da série "Tesouros da Tribo de Dana" da escritora Simone O. Marques, publicado numa edição linda pela Butterfly Editora.
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Gosto de coisas desse gênero e o livro me chamou atenção por isso e pelo que já vi falando bem dele. Parece que é forte então heim. Se consegue deixar a gente sentindo pela situação e as questões trabalhadas... A personagem passa por coisas muito ruins e deve ser impossível não ficar ali torcendo por ela, por algo melhor. Fiquei curiosa com esse livro. Tem mistério, tem segredos e uma trama sombria e real. Parece bom.

    ResponderExcluir
  4. Oi Nanda.
    Eu ainda não li nada da autora, mas achei a premissa do livro bem interessante! Espero ter a oportunidade de ler.
    Bjus
    Doces Letras

    ResponderExcluir
  5. Oi! adoro esse gênero de livros! Tenho A garota perfeita aqui na minha estante, mas ainda não peguei para ler (to me sentindo culpada kkk). Pretendo ler em breve, e em seguida ler esse lançamento! Beijos

    ResponderExcluir
  6. Já vi esse livros várias vezes no skoob e confesso que fiquei bem intrigada!
    Gosto de ler suspense e esse me pareceu bem interessante. Com muitos mistérios e suspeitas que cai em cima da mulher e da bebê que sempre carrega!
    A capa eu achei bem bonita. E os capítulos intercalados com os personagens é uma coisa bem ágil mesmo.

    ResponderExcluir
  7. Eu não li A Garota Perfeita, mas sei que os comentários são muito bons, então se foi uma comparação, imagino que seja tão bom quanto.
    Com certeza, ao terminar a sinopse a gente sente uma imensa vontade de ler, saber o que vai acontecer e o como a personagem vai guiar o livro.
    Gostei bastante de saber que a narrativa é dividida, porque assim fica bem completo ne? Acho que seja uma boa pedida :) Beijos

    ResponderExcluir
  8. Nanda!
    Gosto demais de thrillers psicológicos, porque ficamos totalmente ligados e não queremos desgrudar do livro.
    E ver que as personagens tem defeitos e virtudes, torna a leitura mais crível e aproxima do leitor, porque é mais fácil nos identificarmos.
    Gostaria demais poder ler.
    Desejo uma semana mais que tranquilo e abençoado!
    “Deus com Sua infinita Sabedoria, escondeu o Inferno no meio do Paraíso para que nós sempre estivéssemos atentos.” (Paulo Coelho)
    Cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  9. Oi Nanda! Esse ano eu resolvi sair um pouco da zona de conforto e ler mais suspense! se prende e nos faz refletir depois eu acho que já vale a pena, né?

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  10. Tbm não é o meu gênero favorito, mas são muitas perguntas, muitos mistérios e isso só pode culminar numa ótima história. To aqui e cada uma das perguntas que vc citou na resenha, acabei de me fazer.

    ResponderExcluir
  11. Que dica boa para um livro de suspense. Eu imagino que deva ser um dos gêneros mais difíceis para os autores, exatamente pelos fatores que esperamos durante a leitura, a surpresa e amarrar bem os fatos e criar um belo final.

    ResponderExcluir
  12. Oi Nanda,
    Não conhecia esse livro,mas assim como você adorei garota exemplar e não tenho vergonha de dizer que foi uma das melhores histórias de suspense que eu li. Pelo que entendi esse livro segue um mesmo ritmo porém é de outra escritora certo. Achei interessante a história, porém confesso que não fiquei maluca para ler principalmente por você comentar que tem partes bem tristes e estou em outra "vibe" no momento, mas vou anotar a dica com certeza.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Nanda!!
    Que bom que as editoras estão investido mais nos livros de thriller psicológico, sou grande fã desse gênero. E com relação ao livro estou bem curiosa com essa estória, pois não é todo dia que vimos alguém abrigar uma pessoa que não desconhecida na própria casa!! Adorei o livro A garota perfeita da autora, e espero gostar mais ainda dessa estória!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  14. Oi Nanda.
    Esse livro já esta entre os meus desejados, porém ainda não tive a oportunidade de ler, o que é uma pena realmente pois sei que estou perdendo uma grande história, depois de sua resenha já irei preparar meu coração para as cenas tristes, adoro livros do gênero e sei que esses vai me conquistar.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Não li nenhum livro desse género, porém gosto bastante da forma que são feito a história, em um mistério que prende o leitor para descobrir. Gostei muito desse livro e com certeza me prendeu e me deixou bastante curiosa pela história.

    ResponderExcluir
  16. Realmente este livro intriga a gente devido a proposta de sua historia e de seu gênero, confesso que das resenhas que li ( que foram várias) não foi dada pista nenhuma sobre o desenrolar dessa historia, e isso intriga mais a gente. Gosto dessa proposta de mistério e é por isso que ele já esta na minha lista de desejados!

    ResponderExcluir
  17. Oi Nanda,
    nossa, eu não imaginava que esse livro era tão triste assim!
    Pensei que fosse com mais suspense, algo mais voltado pro suspense/policial, mas deu pra ver, que tem uma história bem arquitetada e nos faz refletir bastante!
    Agora sim eu quero lê-lo!!
    bjs

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!