Resenha Minha Lady Jane

em 25 de julho de 2017

Minha Lady Jane
Às vezes, a história pode sair toda errada... Afinal, não é fácil ser rainha. E ela pode perder a cabeça.
The Lady Janies # 1
Cynthia Hand
Jodi Meadows
Brodi Ashton

ISBN-13: 9788582354537
ISBN-10: 8582354533
Ano: 2017 / Páginas: 368
Idioma: português
Editora: Gutenberg

Toda história tem sempre duas versões…
Inglaterra, século XVI, dinastia Tudor. O jovem Rei Eduardo VI está à beira da morte e o destino do país é incerto. Para evitar que o poder caia em mãos erradas (leia-se: nas mãos de Maria Sangrenta), Eduardo é persuadido por seu conselheiro a nomear Lady Jane Grey, sua prima e melhor amiga, como a legítima sucessora
Aos 16 anos, Jane está em um relacionamento muito sério com seus livros até ser surpreendida pela trágica notícia de que terá de se casar com um completo estranho que (ninguém lembrou de contar para ela) tem um talento muito especial: a habilidade de se transformar em cavalo. E, pior ainda, descobre que está prestes a se tornar a nova Rainha da Inglaterra!
Arrastada para o centro de um conflito político, Jane suspeita de que sua coroação na verdade esconde um grande plano conspiratório para usurpar o trono. Agora, ela precisa definitivamente manter a cabeça no lugar se… bem, se não quiser literalmente perder a cabeça.
Um rei relutante, uma rainha-relâmpago ainda mais relutante e um nobre (e) garanhão puro-sangue que não se conformam com o destino que lhes foi reservado; uma história apaixonante, envolvente, cativante, sedutora… e mais uma porção de sinônimos que só Lady Jane seria capaz de listar. Tudo com uma leve semelhança com os fatos históricos.
…afinal, às vezes a História precisa de uma mãozinha.


Resenha


O que pensar deste livro? É só olhar a capa e ler as observações em branco e o leitor sente algo diferente, afinal Lady Jane realmente existiu e realmente foi Rainha e por nove dias e depois, bom, depois ela perdeu literalmente a cabeça. Achei a capa simplesmente linda e achei genial esses pequenos dizeres em branco, isso faz com que o leitor olhe mais atentamente, que fique com aquela curiosidade e foi assim que iniciei a leitura.

Só de ler a sinopse, o leitor já percebe que o livro tem uma pegada mais hilária, uma paródia talvez, de fato os diálogos são muito engraçados, afinal os seres humanos tem o dom de se transformar em animais e eles são chamados e∂ianos, que se pronuncia e-thi-a-no, e também tem aqueles que não se transformam em nada, são apenas humanos, eles são chamados verdádicos, geralmente são aqueles que abominam os mais especiais, eles lutam pela erradicação dos e∂ianos.



Mas vamos conhecer um pouquinho do enredo que as autoras criaram, antes de Lady Jane entrar na história conhecemos o Rei Eduardo, ele está morrendo, contraiu uma doença chamada 'a Moléstia', como tem de 6 meses à 1 ano, o rei precisa arranjar sua sucessão, não pode ser para suas irmãs, porque embora as ame, ele é um pouco machista quando se trata disso, e é ai que entra Lady Jane.

A ideia é casar Lady Jane com um bom partido, quando os dois tiverem um filho, este será o herdeiro do trono e tudo ficará resolvido, o Rei também preza os e∂ianos, e para que tudo dê certo, Lady Jane precisa se casar com um e∂iano, o escolhido é o filho do Lorde Dudley, Gifford Dudley.


"— John...? — ele balbuciou. — Você tem herança e∂iana na família?  O Lorde Dudley baixou o olhar. Era perigoso admitir que se tinha sangue e∂iano, mesmo naquela era mais civilizada, quando a pessoa não necessariamente queimaria na fogueira por isso. Ao passo que ser e∂iano não era mais tecnicamente ilegal, ainda havia muita gente no reino que tinha a mesma opinião de Maria: e∂iano bom era e∂iano morto."


Lady Jane é aquela Lady que gosta de ler, não é uma pessoa fácil de se controlar, tem suas convicções e um marido e∂iano pode ser a melhor solução para a causa, visto que ele não consegue controlar a transformação, durante o dia ele se transforma e durante a noite ele seria o marido.


"— Ele é... todos os dias... ele... ele... — Dudley lutava para falar corretamente.— Vamos com isso, homem! — Eduardo esbravejou. — Fala logo!— Bem, ele é... — Dudley molhou os lábios — ...um membro da espécie equina.— Ele é o quê?— Um garanhão, Majestade.— Um garanhão?— Um... cavalo."


Como naquela época as noivas não escolhiam seus maridos, resignada ou não, Lady Jane aceitou com pouca relutância aquela situação, mas ela ainda não sabia da situação de seu noivo, muito menos a aparência, ela não julga pela aparência, até porque muitas vezes foi julgada pelo corpo que tem e pelos seus cabelos ruivos esvoaçantes, mas uma coisa a apavora em relação a seu noivo e ela só precisa ter certeza de uma coisa...

"Só o que precisava fazer era checar a condição do nariz. Talvez trocar umas palavras com seu pretendido. Ou talvez não."

Como podemos ver, o casamento aconteceu, o Rei fraco pela sua condição compareceu, mas ninguém informou a noiva da condição do marido, imagina a surpresa na manhã seguinte, e além disso uma grande conspiração foi montada para que o Rei torne Jane rainha o quanto antes e depois disso as coisas só pioram.

Os capítulos são alternados pelo Rei Eduardo, Gifford Dudley e Lady Jane, a diagramação é um amorzinho, no primeiro capítulo temos a narrativa do Rei Eduardo onde encontramos uma imagem de uma pequena coroa, no capítulo seguinte, a narrativa é de Lady Jane e encontramos pequenos livros, no seguinte a narrativa é de seu mais novo noivo, onde encontramos uma pequena imagem de um cavalo e assim por diante, gosto de narrativas alternadas, onde podemos conhecer cada personagem individualmente. Além disso, o livro é dividido em duas partes, a primeira é onde as autoras mantém a base histórica e a segunda é onde elas literalmente chutam o balde e mudam o andar da carruagem.


Em suma, eu adorei a construção dos personagens, cada um com sua particularidade e personalidade, mas além disso são muito espirituosos, inteligentes e mordazes. É tudo muito eloquente, é engraçado mas de uma maneira boa, é um ótimo livro para sair de uma ressaca, ou para se divertir mesmo.


Beijos

17 comentários

  1. Oi, Mila!
    Menina, esse livro conquistou um monte de gente desde seu lançamento. Eu estava com um pé atrás porque não sabia o que pensar dele. Junto com sua resenha, já vi que ele tem uma pegada bem engraçada mesmo. Algum dia eu leio.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Sorteio de Férias: cinco livros, um ganhador!

    ResponderExcluir
  2. Oi Mila, eu gosto de romances históricos e sempre estou atrás de livros desse gênero, acho incrível retornar aos anos de ladys, condes e tudo mais.
    Esse livro parece mesmo divertido ! É um pouco diferente do que eu costumo ler, mas já venho vendo resenhas e muitos estão gostando. Ainda estou vendo se pretendo ler, mas os comentários são bons ;)
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei a sinopse dele e com certeza me deu vontade de ler. Ainda mais por brincar com esse negócio todo de reis, a base histórica e tal. Mesmo que não seja uma coisa verídica achei legal pelo jeito da trama. Parece que diverte e encanta então. Achei legal isso de ter duas partes também, uma com base histórica e outra em que as autoras brincam com essas ideias. Deve ter ficado bem interessante.
    Espero conseguir ler. Parece ser muito boa essa história ^^

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mila!!
    Amei a premissa do livro achei realmente o livro bem engraçado!! Certamente desperta a vontade de ler e conhecer o que vai acontecer nessa estória!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  5. Mila!
    Você falou, falou e me deixou aqui curiosa por saber que danada de condição é essa do marido dela... me roendo aqui para saber e como falou, se o livro tem um tom hilário, me conquista ainda mais.
    Desejo uma ótima semana!
    “Demore na dúvida...E descubra a sabedoria que insiste em se esconder na ausência de palavras.” (Padre Fábio de Melo)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Mila! Eu acho que os dizeres branco já me convence que o livro é engraçado, mas juro que só lendo o título eu não imaginaria. Gostei do que li pela resenha, parece muito boa a construção dos personagens. Quero ler!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Primeira resenha que leio sobre a obra e a minha curiosidade foi à mil!
    Os personagens parecem estar bem construídos e a história também, além de me parecer ser envolvente. Ainda mais com esse toque de diversão.
    Animadíssima pra saber mais sobre a Lady Jane e como será o desfecho dessa história toda.
    Curti ainda mais por ser um "romance histórico"!
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  8. As pessoas estão falando super bem desse livro. Amo romances de época mais divertidos! Já quero ler, achei a capa uma maravilha.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Interessante esse livro, não tinha lido nenhuma resenha sobre ele, apesar de chama bastante atenção pelo título e pela capa. Não sabia que a personagem seria uma rainha de verdade, fiquei bem curiosa pela trama.

    ResponderExcluir
  10. Como diria Jack, o estripador, "vamos por partes": preciso fazer parte do coro e dizer o quanto essa capa é linda!!! Acho que o grande trunfo deste livro é ter sido baseado em acontecimentos reais, uma sacada maravilhosa das autoras, e a narrativa levada numa pegada mais descontraída.

    ResponderExcluir
  11. Olá, a protagonista com certeza vai me cativar logo no início pois adoro personagens que têm ligações fortes com a leitura. Nem preciso dizer que já coloquei na minha listinha, né? Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Hey,

    Sou apaixonada pela disnatia Tudor e por todos os reis e rainhas daquela época, então com certeza pretendo ler esse livro.

    ResponderExcluir
  13. Também gostei destas observações em branco na capa deste livro, parece ser uma história muito boa, que bom que os personagens foram bens construídos e que o livro é engraçado de uma maneira boa, adicionei este livro em minha lista de leituras, acredito que irei gostar da história.

    ResponderExcluir
  14. Adorei a capa também, é lindíssima!
    Adoro livro com reis e etc., e esse parece ser muito engraçado e bem diferente, original, com uma história cativante e peculiar.
    Fiquei muito interessada, mais um que quero conferir!
    bjsss

    ResponderExcluir
  15. Esta capa é um chamativo a parte....Assim que saiu o lançamento fiquei muito curiosa com sua sinopse. Amei conferir tua resenha e fiquei com aquela " pulga" para saber como irá continuar toda essa historia e realmente parece ser uma leitura engraçada e tal. Já esta na lista de desejados!!

    ResponderExcluir
  16. Quando me deparei com esta capa fiquei totalmente anestesiada e ansiosa por esta leitura, mas confesso que esperava me deparar com um romance arrebatador, mas acredito que esta trama tenha um outro ponto central que o casamento arranjado, e como isto será desenvolvido, gostei do fato da leitura ser cativante, envolvente, e divertida.

    ResponderExcluir
  17. Eu tive uma ideia totalmente diferente desse livro quando vi a capa. Não sei se é uma leitura que eu faria agora, mas acho que darei uma chance no futuro.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!