Resenha: A Cabana - William P. Young

em 17 de março de 2017

A Cabana
Autor(a): William P.Young

Tradução: Alves Calado
Editora: Arqueiro
Págs: 248


“Esta história deve ser lida como se fosse uma oração – a melhor forma de oração, cheia de ternura, amor, transparência e surpresas. Se você tiver que escolher apenas um livro de ficção para ler este ano, leia A cabana.” - Michael W. Smith


Publicado nos Estados Unidos por uma editora pequena, A cabana se revelou um desses livros raros que, através do entusiasmo e da indicação dos leitores, se torna um fenômeno de público – já são quase dois milhões de exemplares vendidos – e de imprensa.

Durante uma viagem de fim de semana, a filha mais nova de Mack Allen Phillips é raptada e evidências de que ela foi brutalmente assassinada são encontradas numa cabana abandonada.

Após quatro anos vivendo numa tristeza profunda causada pela culpa e pela saudade da menina, Mack recebe um estranho bilhete, aparentemente escrito por Deus, convidando-o para voltar à cabana onde aconteceu a tragédia.

Apesar de desconfiado, ele vai ao local do crime numa tarde de inverno e adentra passo a passo no cenário de seu mais terrível pesadelo. Mas o que ele encontra lá muda o seu destino para sempre.

Em um mundo tão cruel e injusto, A cabana levanta um questionamento atemporal: Se Deus é tão poderoso, por que não faz nada para amenizar o nosso sofrimento?
As respostas que Mack encontra vão surpreender você e podem transformar sua vida de forma tão profunda quanto transformou a dele. Você vai querer partilhar este livro com todas as pessoas que ama.


Resenha


''Se você odiar esta história, desculpe, ela não foi escrita para você.'' 


O livro A Cabana do autor William P. Young foi lançado originalmente em 2008, fez um enorme sucesso e se tornou bestseller mundial. Devido ao seu sucesso, foi realizado uma película cinematográfica homônima e a Editora Arqueiro relançou o livro, mas agora com a capa do filme, dentro também, encontramos as fotos feitas durante a filmagem.

Particularmente não gosto de livros do estilo auto-ajuda, mas confesso que este livro mexe conosco, é uma história linda que fala de fé, mais precisamente, da falta dela.






No livro, conhecemos a história de Mackenzie, traumatizado e inconformado com o sequestro de sua filha mais nova, que acabou em morte, deixando-o devastado, o que acaba levando a não acreditar mais em Deus.

Numa manhã gelada de inverno, encontra um bilhete supostamente escrito por Deus, convidando-o a ir de encontro ao local que transcorreu o assassinato, uma cabana de dificílimo acesso.

A vida de Mack, desde sua infância não foi fácil, conviveu com pai alcóolatra, sofreu muitas agressões junto com a sua mãe, ainda adolescente fugiu de casa e nunca mais teve contato com seus pais.

Já adulto, casou-se com Nan com quem teve cinco filhos, sendo Melissa a caçula. Um dia, passeando com sua família, sua esposa sofre um acidente com uma canoa, e na tentativa de salvar sua esposa deixa a menina sozinha perto do seu trailer.




Quando retornam não encontram a menina, inicia-se então uma busca desesperadora em busca de alguma pista do que pode ter acontecido. A pista que aparece é que a menina foi levada por um homem desconhecido em um jipe verde.

A partir de então são anos de calvário até o descobrimento do fim trágico de sua filha.

A questão central desta história é, que se Deus é bom, porque permite que coisas ruins aconteçam as pessoas de boa índole? Porque existe o mal e o sofrimento?




"O perdão existe em 1º lugar para aquele que perdoa, para libertá-lo de algo que vai destruí-lo, que vai acabar com sua alegria e capacidade de amar integral e abertamente..."




Impossível não se deixar tocar pelo sofrimento de Mack com o trágico acontecimento, é um livro triste, de muitas questões como estas e também de superação, pois o que mais ele precisa é superar e seguir em frente com sua vida, afinal tem mais quatro filhos esperando por ele.

Essa jornada em busca de respostas, talvez mostre a Mack uma luz no fim do túnel.

O autor tem uma forma peculiar de nos apresentar a santíssima trindade, chega a ser até engraçado, mesmo com a temática pesada.


"...Quem não duvidaria ao ouvir um homem afirmar que passou um fim de semana inteiro com Deus e, ainda mais, em uma cabana? Principalmente naquela cabana..."




Este é o estilo de literatura que compro para presentear amigos e familiares, principalmente que estão passando por alguma fase de luto, ou turbulência em suas vidas, onde estão imersos na falta da fé.

Darei este ao meu pai, acredito que neste momento da maturidade dele é o melhor para compreensão da mensagem que o autor quer nos passar. A minha mãe adora esse livro, tem todos do autor, inclusive o de frases, com capa dura, católica fervorosa, acredita que é uma história que todos deveriam conhecer.


Confiram o trailer do filme abaixo:





A exibição do filme no Brasil está prevista para 13 de abril.


E é claro, veremos o filme juntas no cinema, minha mãe me ensinou a gostar tanto de filmes quanto de livros, e sempre foi nosso maior entretenimento em casa, já que de todos são os mais acessíveis.


Até a próxima,


21 comentários

  1. Oi Nanda, tudo bem?
    Desde que começaram a anunciar o lançamento do filme que eu estou desesperada para ler esse livro. É claro que eu já conhecia a obra, mas nunca havia me interessado ao ponto de pegar para ler sabe. Espero conseguir ler antes da data de lançamento.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  2. Oi, Nanda!
    O livro divide muitas opiniões desde seu lançamento, mas é realmente querido por diversos leitores. Tenho uma versão mais simples, de revista Avon mesmo, na minha estante já tem uns dois ou três anos, mas que não pude ler ainda, por mais que saiba do enredo já tem tempo e esteja curiosa por ver de perto a abordagem do autor sobre a fé em meio a questões tão conflituosas pelas quais o protagonista passa ao perder a filha. Com o lançamento do filme agora, quem sabe não sinta vontade de lê-lo, enfim? Espero que goste do filme tanto quanto parece ter gostado do livro!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥
    ♥ DandoUmadeEscritora.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  3. Parece ser uma história bem emocionante e cheia de amor né?
    Estou bem curiosa pra conhecer a obra.
    Achei linda demais essa capa, um capricho só <3
    Quero muito assistir ao filme também. Mas vou tentar ler o livro primeiro.
    Sua opinião sobre o livro me deixou ainda mais interessada.
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  4. Oi Mila.
    Eu não gosto de livros que falam sobre religião nem que tenham Deus como foco.
    Porém fiquei encantada com o pouco que descreveu sobre ele, eu já me fiz essa pergunta uma infinidade de vezes, e não cheguei a conclusão nenhuma, apenas que a vida é assim e só me resta aceitar.
    Vou ler com certeza.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Eu não curto o gênero autoajuda, ninguém tem a formula mágica pra felicidade, superação, sucesso ou qualquer outra coisa. Enfim, diante do sofrimento chega a ser impossível não se questionar sobre o poder e a existência de Deus: se Deus é amor pq há tanto sofrimento no mundo, pq coisas ruins acontecem diariamente? E totalmente contraditório, também nos apegamos a Ele nessas horas.
    Quero muito assistir a adaptação.

    ResponderExcluir
  6. Conheço várias pessoas que já leram esse livro e recentemente uma prima me indicou. Achei interessante que virou um filme. Confesso que ler eu nunca tive vontade, não curto muito livro nesse estilo. Mas acho que acabo vendo o filme, está parecendo muito bom.
    A história dele é bem sentimental, trágica e forte. Acho legal essa questão da fé nele. Parece render uma leitura cheia de sentimentos.
    Mas se leio alguma hora ainda não sei. Por enquanto não.

    ResponderExcluir
  7. Faz um bom tempo que venho ouvido falar deste livro, A cabana, nunca tive vontade de ler, mas ao ler a resenha acho que vou dar uma chance. Vi que vai ter filme e parece que já esta fazendo um sucesso o que me deixou interessada pela leitura e a seguir assistir o filme. Quando tiver a oportunidade vou ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Olá, esse é um daqueles livros que fazem o leitor mergulhar em reflexões, pois sempre temos questionamentos do porque de tal coisa acontecer e, mais importante do que entender, a obra parte da perspectiva de aceitar o destino e seguir em frente. Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá, Nanda! Pude ler esse livro qdo era mais nova. Lembro de ter gostado, mas a leitura não foi tão esclarecedora para mim, acredito q por falta de maturidade, sei lá. Confesso q não curto tanto livros de auto ajuda, mas tenho vontade de relê-lo. Acho q o autor passa uma mensagem mto bonita e tenho certeza q hj eu poderia aproveitar mais a leitura e absorver melhor seus ensinamentos. E, claro, quero assistir ao filme tbm.

    ResponderExcluir
  10. Oi Nanda!
    Sei não se classificaria o livro como auto ajuda, na verdade acredito que seja um livro mais voltado para crença, fé e até uma certa filosofia em relação a questionamentos religiosos.
    Fato é que quero ler o livro e assistir o filme.
    “Não ganhe o mundo e perca sua alma; sabedoria é melhor que prata e ouro.” (Bob Marley)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  11. Eu quero muito ler este livro antes de lançar o filme. Apesar de muitos dizerem que não é muito bom prefiro tirar minhas próprias conclusões.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Tentei ler esse livro umas 3 vezes, sempre chegava na metade e não conseguia continuar, no começo ele me prendia por causa de todo o mistério de como a filha dele desapareceu, mas a partir em que começam os fatos dentro da cabana, simplesmente perco todo o interesse e jamais consigo terminar, não sei se é pelo fato de eu não ser religiosa ou o quê, mas achei esse livro super chatinho.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Lembro que esse livro foi um dos primeiros livro que li, apesar da pouca idade na época lembro que gostei muito, já até comprei ele só tô esperando chegar pra ler de novo <3

    ResponderExcluir
  14. Oi, Nanda!!
    Nunca fiquei muito interessada em ler esse livro, e olha tive diversas oportunidades!! Gostei muito do trailer do filme e sem dúvida gostei muito!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  15. Ainda não li este livro mas tenho vontade de conhecê-lo. O enredo parece realmente ser bonito e reflexivo, ainda mais por apresentar um crime tão bárbaro e depois de perder a fé conseguir falar com Deus fisicamente. Ótima resenha e espero que você e sua mãe gostem do filme.
    Abraço!
    A Arte de Escrever

    ResponderExcluir
  16. Olá Nanda!
    Admito que nunca me interessei em ler A Cabana, mas com o lançamento do filme e essa capa linda estou começando a me interessar e curiosa para saber como o autor abordou a questão da fé e a crença em Deus. Auto ajuda não é exatamente meu gênero favorito, mas esse parece tratar mais de espiritualidade.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  17. Fala em 2008 a gente pensa: nossa, pouquinho tempo... aí nos damos conta que fazem fucking 9 anos e ficamos :o :o
    Eu li no Ensino Médio, mais ou menos na época do lançamento e, apesar de não lembrar muito da leitura, lembro que gostei demais, e olha que nem sou religiosa nem nada.
    O livro tá na minha estante aguardando para ser relido e com certeza quero ver o filme!

    ResponderExcluir
  18. Eu li ele em 2012, e ameeeei demais, achei muito lindo e tocante, que nos traz muitos questionamentos sobre fé, vida, amor, etc.
    Quero ver se releio esse ano.
    bjsss

    ResponderExcluir
  19. Oi Nanda!
    Conheço esse livro de nome por causa da sua popularidade, mas nunca procurei saber mais dele pela questão de assim como você não ser muito fã de auto ajuda.
    Não sabia que a filha deles morria.. mas é bem interessante ver o que o principal encontra na cabana. Eu já me questionei muitas vezes a existência de Deus principalmente quando perdi pessoas muito queridas pra mim. Talvez deva ler.
    (fato bizarro que aconteceu agora. enquanto eu tava escrevendo meu comentário minha mãe grita pra mim que acabou de assistir um trailer de um filme chamado A Cabana :O ela não sabia o que eu estava escrevendo).

    ResponderExcluir
  20. Olá
    Adoro esse livros e estas ansiosa em ver o filme. Assisti ontem e não me decepcionei. Assim como o livro, há ensinamentos e emoções a flor dá pele. Na época que lançou emprestei pra muitas pessoas e hoje fico feliz que pelo menos na vida de uma dessas pessoas​, os ensinamentos tenham ajudado a mudar. Resenha linda!😘

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!