Resenha O Ano Em Que Disse Sim

em 31 de julho de 2016

O Ano Em Que Disse Sim
Como Dançar, Ficar ao Sol e Ser Sua Própria Pessoa
Shonda Rhimes

ISBN-13: 9788576849889
ISBN-10: 8576849887
Ano: 2016 / Páginas: 256
Tradutor: Mariana Kohnert
Editora: Best Seller

Um livro motivador da aclamada e premiada criadora e produtora executiva dos sucessos televisivos Grey’s Anatomy, Private Practice e Scandal, e produtora executiva de How to Get Away with Murder.
Você nunca diz sim para nada. Foram essas seis palavras, ditas pela irmã de Shonda durante uma ceia de Ação de Graças, que levaram a autora a repensar a maneira como estava levando sua vida. Apesar da timidez e introversão, Shonda decidiu encarar o desafio de passar um ano dizendo “sim” para as oportunidades que surgiam. Os “sins” iam desde cuidar melhor de sua saúde até aceitar convites para participar de talk shows e discursos em público. Além disso, Shonda deu um difícil passo: dizer sim ao amor próprio e ao seu empoderamento. Em O Ano em que disse sim, Shonda Rhimes relata, com muito bom humor, os detalhes sobre sua vida pessoal, profissional e como mergulhar de cabeça no “Ano do Sim” transformou ambas e oferece ao leitor a motivação necessária para fazer o mesmo em sua vida.


Resenha

Quando vi este lançamento, fiquei muito curiosa, admiro Shonda Rhimes por seus trabalhos e com a capacidade de envolver o telespectador com suas criações. Não sou fã escancarada da autora e não vi todas as séries que desenvolveu, vi um pouco de Greys Anatomy mas enjoei ao longo dos anos, séries com a temática hospital não me atrai, agora a série How To Get With Murder foi uma revelação de criatividade, uma série surpreendente e muito inteligente, alem de contar com ótimos atores.


"Correr.  Esse parece um plano muito melhor do que sair em público com cada terminação nervosa de meu corpo gritando.   Essa sou eu.  Silêncio.   Quietude.   Interiorização.   Mais à vontade com livros do que com novas situações.  Feliz por morar dentro de minha imaginação."

Resenha: O acerto de contas de uma mãe - Sue Klebold

em 29 de julho de 2016



O acerto de contas de uma mãe
A vida após a tragédia de Columbine
Autor(a): Sue Klebold
Classifição etária: não indicada para menores de 16 anos
Editora: Verus
Pág: 304

Em 20 de abril de 1999, Eric Harris e Dylan Klebold se armaram com pistolas e explosivos e entraram na Escola de Ensino Médio de Columbine, na cidadezinha de Littleton, Estados Unidos. Em questão de minutos, mataram doze estudantes e um professor e feriram outras vinte e quatro pessoas, antes de tirar a própria vida. Desde então, Sue Klebold, mãe de Dylan, convive com a dor e a vergonha indescritíveis por aquele dia. Como seu filho, o jovem promissor que ela criou com tanta dedicação, pôde ser responsável por tamanho horror? E como, convivendo com ele diariamente, ela não percebeu que havia algo errado? Houve sinais sutis que ela não captou? O que ela poderia ter feito diferente? Essas são perguntas com que Sue se debate todos os dias desde a tragédia de Columbine. Em O acerto de contas de uma mãe, ela narra com honestidade rigorosa sua jornada para tentar lidar com o incompreensível. Na esperança de que os insights e o entendimento que ela obteve ao longo dos anos possam ajudar outras famílias a reconhecer quando um adolescente está com problemas, Sue conta sua história na íntegra, recorrendo a seus diários pessoais, aos vídeos e escritos que Dylan deixou e a inúmeras entrevistas com especialistas em saúde mental. Repleto de sabedoria e compaixão, este é um livro forte e inquietante que lança luz sobre uma das questões mais prementes do nosso tempo.


Resenha

Recebi este livro em parceria com o Grupo Editorial Record, pelo selo Verus Editora. Como sempre a editora arrasando em seus lançamentos, e como eu curto bastante esta temática, leio muito sobre psicologia e psiquiatria durante minhas pesquisas descobri livros, filmes e séries de TV  ótimos para quem também gosta e estuda sobre transtornos mentais.




Esta história do livro Acerto de Contas de uma Mãe, especificamente, é sobre a mãe de Dylan Klebold, 17 anos, um dos jovens atiradores que entraram numa escola de ensino médio, onde estudavam nos EUA dia 20 de abril de 1999, e mataram 13 pessoas entre alunos e professores, e deixaram 24 feridos, conhecida mundialmente como Massacre de Columbine, muito se especulou na época, sobre os motivos do crime, mas desta vez vem a tona a versão da sua mãe, que de maneira nenhuma tira a culpa de seu filho, mas desmistifica várias ideias errôneas sobre o que realmente ocorreu e sobre quem era o rapaz dentro de sua casa.

A tragédia foi inspiração para os filmes Tiros em Columbine, Elephant e Precisamos falar sobre o Kevin, este inclusive temos o famoso livro que é muito mais indigesto do que a película, estas histórias são sobre casos extremos de um transtorno de personalidade chamado psicopatia.

Tag: Livros Para se Apaixonar

em 28 de julho de 2016


Ola meus amores!!

Recebi a indicação de uma Tag muito legal do blog Coisas de Diane, Livros para se apaixonar consiste em 7 perguntinhas sobre livros, e ao fim indicarei 7 blogs para fazerem o mesmo (SQN).

Vem Comigo...























1- Um livro com um triângulo amoroso.


Tem triângulo amoroso mais lindo do que encontramos na Saga As Peças Infernais?


2- Um livro em que o(a) protagonista foge.



Dos que li recentemente, Mosquitolândia se enquadra na palavra fugir, “Meu nome é Mary Iris Malone, e eu não estou nada bem.” Mary mora com seu pai e quando descobre que sua mãe pode estar doente, foge de casa e sai em seu encontro, no decorrer do livro encontramos muitas aventuras que Mim Malone passa.

3- Um livro com mais de um ponto de vista.



Mentirosos - E. Lockhart, é um livro com vários pontos de vista e que nos engana direitinho, é ótimo, é verdadeiro, é poesia e também é desespero, virei fã da autora.

Trechos de Quarta #Teaser

em 27 de julho de 2016



Trechos de Quarta (Teaser Wednesday) #160
Qualquer um pode jogar, basta fazer o seguinte,
Pegue sua atual leitura
Escolha seu “trecho” preferido,
Compartilhe um “trecho” do livro
Compartilhe o título e o autor também...




Desejo Insaciável
Série Imortais # 1
Kresley Cole






"- Seu sotaque é esquisito e você fala rápido demais - retorquiu ele, com honestidade. E sorriu com ar de deboche ao acrescentar: - Mas ouvi você dizer que me achava bonito e atraente de um jeito selvagem. - Tentou entender o que o levara a sentir uma pontada de prazer com aquilo. Como ele se importasse com o que ela pensava sobre ele."

Resenha: Onde fica o para sempre - Mayra Carvalho

em 26 de julho de 2016
Onde fica o para sempre

Autor(a): Mayra Carvalho
Editora: Drago Editorial
Págs: 217


Olívia vê sua vida se transformar quando seu grande amor, Daniel, com quem namorava há mais de dois anos, morre em um trágico acidente de moto.
Devastada pela perda e sentindo-se culpada por sua morte, a jovem segue com a vida achando ter superado tanta dor. Em alguns momentos de introspecção, ela pensa ter visto o espírito de Daniel, mas rejeita tal possibilidade, responsabilizando por tais visões, sua mente perturbada.
Dois meses após a morte do namorado, Olívia tem sua vida revirada novamente, mas agora a mudança partiu de sua própria vontade. Mesmo com as forças extenuadas, ela segue os conselhos dos pais e das melhores amigas e vai para a faculdade de letras, com a qual tanto sonhou. Agora morando sozinha, longe da proteção da família e tendo que tocar o próprio barco, Olívia tenta juntar os pedaços e recomeçar a viver. Mas alguém não a deixa ser feliz... Daniel!
Persistente, logo na primeira semana de aula, Olívia conhece Vinícius, um rapaz encantador, de olhos misteriosos, cor de jade e bronze. O jovem foi capaz de mexer com o coração da moça. Porém, Olívia parece estar destinada à infelicidade, pois quando acha que está conseguindo superar o trauma, descobre que suas visões não eram obras do seu subconsciente... Era, de fato, o fantasma de Daniel, surgindo, não para assombrá-la, mas para alertá-la de algo que, a princípio, parecia incompreensível e assustador. Daniel usa mensagens enigmáticas que, aos poucos, vão se tornando claras para ela. Mas uma delas, por mais clara que seja, parece tão alarmante quanto difícil de acreditar. Daniel pede para Olívia: "SALVE-A!"
Mas salvar a quem?
Dividida entre a razão e a emoção, entre um amor real e um fantasma, Olívia tem uma longa jornada a percorrer, que envolve a descoberta de si mesma, o crescimento pessoal e a busca da maturidade.


Resenha

Estive no lançamento deste livro na Livraria Curitiba de Sorocaba, interior de São Paulo, onde moro, e conheci a querida autora Mayra Carvalho, que gentilmente me cedeu o livro para esta resenha, consequentemente doando ao projeto #MaisUmCapítulo do qual colaboro.




O evento estava lotado, ela é linda e muito simpática, fez um breve relato sobre seu livro, que é sobre a perda de um grande amor e a busca por si mesma.

Novidades Lilian Comunica

em 25 de julho de 2016
Baronesa de Owen: bela, (nem um pouco) recatada e do lar


O Despertar do Lírio
Autora: Babi A. Sette
Formato: 16x23 cm
Páginas: 382
ISBN: 9788542807981
Preço: R$ 39,90

Romance de época O Despertar do Lírio transforma uma viúva ingênua em uma mulher fascinante e sedutora - assim como a flor que o nomeia

A romântica autora Babi A. Sette irá fazer os leitores suspirarem mais uma vez com a sequência da série de sucesso Flores da Temporada. O Despertar do Lírio, publicado pela Editora Novo Século, é um título independente do primeiro volume. A obra carrega um clima intrigante e sedutor, sendo que a narrativa se passa durante a Era Vitoriana na Inglaterra.

No livro, Lilian Radcliffe é uma jovem viúva conhecida por ter uma moral inabalável. Ela jurou fidelidade ao marido em seu leito de morte, e passou a viver isenta de emoções. Porém, não contava com o dia o qual Simon Thorn, um dos homens mais temidos de Londres, cruzaria seu caminho.

“Sou uma dama educada e não demonstro emoções. Lilian tentou se lembrar disso quando as pernas fraquejaram ao cair dentro do par de olhos mais azuis que já vira. E eles pertenciam ao barão assassino.” 

O barão, por outro lado, estimava encontra-la. Ele carregava nas costas o peso da fama de assassino por culpa de Rafael Radcliffe, o falecido esposo de Lilian. Movido por um desejo de vingança, Simon estava disposto a atingir de uma vez por todas seu maior inimigo. Mesmo que pra isso precisasse usar a viúva recatada e sem graça para conquistar seus objetivos.

Resenha: Isso me traz alegria

em 22 de julho de 2016

Isso me traz alegria
Um guia ilustrado da mágica da arrumação
Marie Kondo

A japonesa Marie Kondo revolucionou casas – e vidas – após lançar, em 2015, A mágica da arrumação. Seu método sensível de organização se tornou um estrondoso sucesso ao redor do mundo.
Agora, Marie se aprofunda no tema e lança Isso me traz alegria, um guia ilustrado que ensina passo a passo como arrumar da forma mais eficiente possível cada cômodo da casa: do quarto ao banheiro, da sala à cozinha.
Cheio de dicas práticas e explicações detalhadas, o livro ensina como guardar cada tipo de roupa, documento e utensílio, como arrumar armários, armazenar alimentos, organizar maquiagens, CDs e fotografias, como envolver as crianças no processo e muito mais.
Respondendo às principais dúvidas dos seus clientes e leitores, Marie aborda temas que ficaram de fora do livro anterior e reafirma a etapa mais importante do seu método: descobrir, entre tudo aquilo que está à sua volta, o que realmente lhe traz alegria – e descartar o restante.
Quando nos cercamos apenas de coisas que amamos, a vida flui de forma muito mais leve. A bagunça não retorna e tudo se transforma. E é aí que a mágica acontece.


Resenha



Um guia ilustrado da mágica da arrumação era o que faltava para sanar todas as minhas dúvidas.

Quem aprendeu o método KonMari em A Mágica da Arrumação, terá a oportunidade de expandir a técnica atravez deste livro.

Um guia ilustrado era tudo que faltava, porque por mais que tenha entendido A Mágica da Arrumação, por vezes eu não conseguia visualizar corretamente como dobrar a roupa, ou a melhor maneira de arrumar outro objeto, lembro que cheguei a fazer pesquisas na internet.

Leituras para o dia do Amigo: 20 de Julho

em 21 de julho de 2016

20 de Julho - Dia Internacional da Amizade

Queridos leitores, como vão?

O dia internacional da Amizade comemora-se dia 20 de julho, e claro, eu não poderia deixar de indicar as melhores leituras para nos acompanhar e comemorarmos juntos este dia com nosso melhor amigo que é o bom e velho livro!

Propus um desafio mensal, fora o que já temos anual, no grupo Desafio Literário Elite 2016, sobre livros que falem de amizade, já que estamos nesta data comemorativa.

Para ficar mais interativo, pedi aos amigos internautas desafiados para me ajudarem nestas indicações, adorei e nem todas tive o prazer de ler ainda.



Amigas para sempre
Editora: Arqueiro
 Por toda a eternidade
Editora: Novo Conceito
Autor(a): Kristin Hannah


Minha amiga Fernanda Borges, sempre tem ótimas indicações de leituras, na verdade temos quase os mesmos gostos, então vivemos trocando figurinhas nas redes sociais, e ela me indicou essa duologia que considera suas leituras favoritas sobre o tema: Amigas para sempre da editora parceira aqui do blog, a Arqueiro e Por toda a eternidade - Kristin Hannah da editora Novo Conceito.

Tully Hart tinha 14 anos, era linda, alegre, popular e invejada por todos. O que ninguém poderia imaginar era o sofrimento que ela vivia dentro de casa: nunca conhecera o pai, e a mãe, viciada em drogas costumava desaparecer por longos períodos, deixando a menina aos cuidados da avó.

Mas a vida de Tully se transformou quando ela se mudou para a alameda dos Vaga-lumes e conheceu a garota mais legal do mundo. Kate Mularkey era inteligente, compreensiva e tão amorosa que logo fez Tully sentir-se parte de sua família.

Ao longo de mais de trinta anos de amizade, uma se tornou o porto seguro da outra. Tully ajudou Kate a descobrir a própria beleza e a encorajou a enfrentar seus medos. Kate, por sua vez, a ensinou a enxergar além das aparências e a fez entender que certos riscos não valem a pena.

As duas juraram que seriam amigas para sempre. Essa promessa resistiu ao frenesi dos anos 1970, às reviravoltas políticas das décadas de 1980 e 1990 e às promessas do novo milênio. Até que algo acontece para abalar a confiança entre elas.

Será possível perdoar uma traição de sua melhor amiga? Neste livro, Kristin Hannah nos conta uma linda história sobre duas pessoas que sabem tudo a respeito uma da outra – e que por isso mesmo podem tanto ferir quanto salvar.



Cartas entre Amigos - Sobre ganhar e perder
Editora: Globo Livros
Cartas entre amigos - Sobre medos contemporâneos
Editora: Ediouro
Autores: Padre Fábio de Melo e Gabriel Chalita


Estes livros: Cartas entre amigos - sobre medos contemporâneos e Cartas entre amigos - sobre ganhar e perder foram indicados pela minha mãe, católica fervorosa e fã do Padre Fábio de Melo, tem todos os seus livros e cds e vive indicando aos queridos amigos e familiares, então indico também a vocês leitores.

As indagações do mundo real e a da própria vida diária levaram os amigos Gabriel Chalita e padre Fábio de Melo a se corresponderem por um meio quase esquecido em tempos de e-mails: as cartas escritas à mão. Dessa troca, desse diálogo entre os amigos, surgem de maneira quase iluminadora, respostas para muitas questões que a sociedade ainda espera.

Das reflexões individuais de cada autor nascem as afinidades intelectuais de duas mentes motivadas e envolvidas com nosso tempo, e que trazem ao leitor referências - de textos escritos em outras épocas - que podem ser citadas em qualquer situação do mundo contemporâneo em que vivemos.



Cartas na Mesa
Editora: L&PM
Autor(a): Agatha Christie

Este livro foi indicado pela querida Ana Elisa do blog Canto da Domino, leitora voraz da dama do crime Agatha Christie, quando sugeri um Desafio sobre livros de amizade, não titubeou e falou que leria este e indica também. A editora L&PM possui a maior coleção de livros de bolso do Brasil, vale dar uma conferida, às vezes compensa, como eu sempre levo os meus na bolsa, devido ao peso acabo optando pelos menores.

"A melhor história de assassinato de sua carreira... Agatha Christie nunca foi tão engenhosa" Daily Mail 

Foi dada a largada para a competição do século. Quatro investigadores - o superintendente Battle da Scotland Yard, a escritora de romances policiais Ariadne Oliver, o coronel Race e o incomparável Hercule Poirot - são convidados pelo excêntrico sr. Shaitana para um jantar especial. Os quatro convidados - um médico, uma senhora viúva, um aventureiro e uma bela moça -, cidadãos aparentemente comuns, vão se tornar seus adversários num disputado jogo de bridge. Mas um crime interrompe bruscamente a noite, e o jogo tem uma reviravolta: passam a ser quatro investigadores contra quatro suspeitos. Um dos casos prediletos de Hercule Poirot, Cartas na mesa é também uma das mais intrincadas tramas de Agatha Christie.













Amigas Imperfeitas
Editora: Gutenberg
Autor(a): Leila Rego

Este livro é indicação de outra querida blogueira, a Ariane Eleutério do blog Ariane Eleutério, como ela adora livros nacionais, leves e divertidos, ficou em dúvida entre vários outros mas daí sugeriu este da estimada autora Leila Rego.

Juntas desde os tempos de colégio, Nina, Pâmela e Manuela, melhores amigas, agora têm de lidar com a atarefada vida do mercado de trabalho e a maturidade. Porém, tropeços amorosos, desencontros, emoção e muitas gargalhadas ainda fazem parte do cotidiano das três. Narrada de forma descontraída pela sonhadora Nina, a trama deste livro expõe o dia a dia de mulheres que, ao mesmo tempo que tomam atitudes independentes, também demonstram seu lado sensível. Utilizando um vocabulário jovem com naturalidade, a autora descreve situações divertidas sobre o cotidiano feminino das jovens adultas, embalando leitores e personagens nas mais diversas canções da banda Legião Urbana, que compõe a trilha sonora das personagens desse romance.


A Playlist de Hayden
Editora: Novo Conceito
Autor(a): Michelle Falkoff

A internauta Jussara Freire, que também está participando do Desafio indicou este livro, li a sinopse e gostei muito, aliás até achei no estilo de outro livro que também fala sobre os dramas da juventude, amizade e bullying: Reconstruindo Amélia, que também é muito bom.

Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente.

Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava.

A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.


Esperando por Doggo
Editora: Novo Conceito
Autor(a): Mark B. Mills

Quando postei a proposta do Desafio, me indagaram se podia ser com amigos animais, e claro que disse que podia, então, a internauta Ana Beatriz Gasparotti que participa há anos dos grupos sugeriu este livro, lançamento da editora Novo Conceito

Dan achava que tinha uma vida feliz com Clara, mas, de uma hora para outra, ela desaparece inesperadamente de sua vida, deixando para trás apenas uma carta de despedida e um cachorro. A pequena criatura é incomum e sequer tem um nome definitivo, ele é simplesmente chamado de Doggo.

Agora, Dan tem a missão de devolver Doggo, e, ao mesmo tempo, encontrar um novo emprego. A primeira missão parece ser fácil, a segunda, nem tanto.

Com o passar dos dias, Dan começa a desfrutar da companhia de Doggo e não tem coragem de abandoná-lo.

De forma singela, mas significativa, a presença do pequeno cão ajuda àqueles que estão ao seu redor. Doggo acaba tornando-se muito mais que um amigo de quatro patas, transforma-se em uma verdadeira fonte de inspiração para o trabalho e para a vida de Dan.

Esperando Doggo não é só um livro sobre um cachorro. É um livro sobre o poder de uma verdadeira e sincera amizade.


Uma casa no meio do caminho
Editora: Sextante
Autores: Phillip Lerman e Barry Martin


Adorei esta indicação da Camila Ballestero, essas histórias envolvendo idosos sempre me comovem, e lendo a sinopse tenho certeza que adorarei a leitura, já está entre os meus desejados. Uma história real que serviu de inspiração para o aclamado filme UP- Altas Aventuras, imaginem se não vou gostar, acredito que todos iremos. Lembrando que a editora Sextante é uma super parceira aqui no blog, com muitos livros bons e que a Mila resenha com tanto carinho.

Uma história real que serviu de inspiração para a campanha de divulgação do filme Up: Altas aventuras Foi na primavera de 2006 que tudo começou. Quando o superintendente de construções aceitou participar do projeto de um novo shopping center na cidade de Seattle, não imaginava que sua vida estaria prestes a tomar rumos surpreendentes. Logo no primeiro dia de trabalho, Barry foi se apresentar aos moradores das redondezas. Entre eles, havia uma senhora que não tinha aceitado vender sua propriedade, obrigando a construtora a erguer o empreendimento em volta de apenas uma casinha. Seu nome era Edith Wilson Macefield. O superintendente foi até ela preparado para levar um fora, porque sabia da fama que a velhinha tinha de ser irredutível. Mas a reação dela o surpreendeu, e assim Barry aprenderia por experiência própria que as pessoas nem sempre são o que aparentam ser. Não demorou muito para que os dois iniciassem uma bonita e genuína amizade, e a vida de Barry fosse ficando cada vez mais ligada à de Edith: ele passou a levá-la ao cabeleireiro e ao médico, fazer suas compras, preparar as refeições. Em suas conversas, ela volta e meia dava pistas de que tinha um passado encantador, suscitando a curiosidade do amigo e fazendo-o repensar a relação com os pais já idosos. Narrado pelo próprio Barry Martin, Uma casa no meio do caminho comove e faz sorrir ao mesmo tempo. É um livro cativante que mostra que até a mais inusitada das amizades tem um poder transformador.


De coração para coração
Editora: Novo Conceito
Autor(a): Lurlene McDaniel

Outra amiga querida do grupo, a Renata Roussenq indicou este livro, o tema é delicado, sobre transplante de órgãos mas a mensagem é maravilhosa, a menina que recebeu um transplante de coração fica amiga e muito próxima da família da doadora e de sua melhor amiga inclusive, imaginem se não é lindo.

Da autora best-seller Lurlene McDaniel, De coração para coração fala de perdas, amor e renovação. Fala também da maneira como esses sentimentos tão complexos se entrelaçam, nos momentos mais difíceis, nas relações familiares e de amizade.

Elowyn e Kassey são grandes amigas, que dividem tudo. Mas uma coisa Elowyn não contou para Kassey: ao tirar a carteira de motorista, ela marcou a opção “;doadora de órgãos”;. Kassey descobre esse detalhe da vida da amiga da maneira mais trágica – quando o desejo de Elowyn está prestes a ser atendido.

Arabeth nunca teve a sorte de ter uma melhor amiga. Com o coração doente, ela leva uma vida protegida de tudo e de todos. Até que, aos 16 anos, recebe o telefonema que tanto esperava — mas inicialmente ela e sua mãe não sabem a quem devem agradecer. Quando os mundos dessas três meninas e de suas famílias se cruzam, suas vidas se transformam de maneira nunca imaginada. Kassey, especialmente, encara os fatos como uma forma de manter viva a memória de sua querida amiga. Ela passa a compartilhar da nova vida de Arabeth, ao mesmo tempo em que ajuda a aliviar o sofrimento da família de Elowyn e a compreender a sua própria dor.


O caçador de pipas
Editora: Nova Fronteira
Autor: Khaled Hosseini

Este livro é uma indicação minha, minha mãe tem ele entre os seus preferidos também. Posso indicar vários nessa temática, mas este é marcante, sobre amizade que começou na infância que encontrou na fase adulta sua redenção, o filme é ótimo também mas o livro é mais detalhado. A cidade do sol é do mesmo autor, e também aborda a amizade, porém do ponto de vista feminino, são livros fortes, porém são histórias que merecem ser lidas.

O romance narra a tocante história da amizade entre Amir e Hassan, dois meninos que vivem no Afeganistão da década de 1970. Durante um campeonato de pipas, Amir perde a chance de defender Hassan, num episódio que marca a vida dos dois amigos para sempre. Vinte anos mais tarde, quando Amir está estabelecido nos Estados Unidos, após ter abandonado um Afeganistão tomado pelos soviéticos, ele retorna a seu país de origem e é obrigado a acertar as contas com o passado.


Particularmente amei todas as sugestões e achei super válido postar aqui no blog, foi edificante conhecer mais os gostos de minhas amigas, tanto as virtuais quanto as que conheço pessoalmente, assim estreitamos mais ainda nossos laços.

Gostaram das sugestões? Tem mais alguma? Postem nos comentários!

Até a próxima,

Nanda

Trechos de Quarta #Teaser

em 20 de julho de 2016



Trechos de Quarta (Teaser Wednesday) #159
Qualquer um pode jogar, basta fazer o seguinte,
Pegue sua atual leitura
Escolha seu “trecho” preferido,
Compartilhe um “trecho” do livro
Compartilhe o título e o autor também...


Faça amor, não faça jogo
Ique Carvalho



"Namore uma mulher que sorria. Ela vai te ensinar a ser imprudente, porque é nas curvas da vida que a gente vive as histórias mais emocionantes." 


"Eu agora me apaixono por mulheres diretas e honestas, que não fazem jogos. Fazem amor. Quero conquistar uma mulher sendo eu mesmo. Sem estereótipos. Sem medo. Eu, agora, passei a ver o mundo de outra maneira. E não foi ele que mudou. Fui eu." 



Estou adorando a narrativa do autor!



Beijos



Resenha: Os Dez Mandamentos - Diversos

em 19 de julho de 2016


Os Dez Mandamentos
Autor: Diversos
Editora: Vida Melhor
Gênero: Vida cristã
Pág. Livro 1: 320
Págs. Livro 2: 304



Os Dez Mandamentos é uma adaptação romanceada do roteiro da telenovela bíblica produzida pela Record, com 150 capítulos ao todo (o livro será dividido em 3 volumes). Baseado em Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio, o livro narra a saga de Moisés desde o nascimento até sua morte, e seu papel como libertador do povo hebreu do cativeiro no Egito antigo.





Resenha



Nestes lançamentos da editora Vida Melhor, do grupo Thomaz Nelson Brasil, que nossa parceira Lilian Comunica nos enviou com o maior cuidado e carinho, temos a história romanceada de um dos maiores sucessos da televisão e do cinema brasileiro que é a novela do grupo Record, Os Dez Mandamentos.



Claro que é uma das histórias da bíblia cristã mais famosas e todos conhecemos, a adaptação para o cinema O príncipe do Egito fez parte da infância do meu filho, fomos no cinema assistir, e o filme de 1956 com o ator Charlton Heston fez parte da minha infância, pois minha mãe adorava esses clássicos e sempre assistíamos.

Neste ano adaptaram a novela brasileira para as telonas e foi sucesso estrondoso de público.

No ano passado lançaram outra adaptação para o cinema, Êxodo: Deuses e Reis, também super bem feito e que merece uma conferida.

Eu não tenho muito tempo para ver televisão, então dou preferência a documentários, não acompanho a novela, porém ouvi e li em todos os lugares possíveis sobre a repercussão positiva desta trama tão famosa e comentada.



No primeiro volume, a história inicia com o nascimento do profeta Moisés, da sua adoção pela esposa do faraó até seu crescimento junto a elite da época. Acompanhamos seu desenvolvimento onde descobre ser hebreu, e a partir de então temos muitas reviravoltas até sua fuga para assumir seu verdadeiro papel destinado por Deus.

Do pequeno bebê encontrado no rio, até tornar-se um poderoso soldado e líder prestigiado, este romance é repleto de muitas emoções, Moisés então olha o povo a quem eram seus escravos de uma forma diferente, a de sua verdadeira família e seus irmãos, e assim começa sua saga, a de libertar o povo hebreu e levá-los a Terra Prometida.

Novidades Lilian Comunica

em 18 de julho de 2016

Ola meus amores, vamos conhecer algumas novidades do mês de Julho?




Jogos Olímpicos: Canoagem olímpica ou canoagem na lama?

A Ilustranet abusa da linguagem cartum para mostrar indignação e humor em relação aos Jogos e a situação que vivemos no país hoje

Todo ano, a Ilustranet, estúdio on-line de ilustração e desenho, promove seu já tradicional projeto especial sempre com um tema específico (já produziram ações ilustradas sobre Copa do Mundo, cinema nacional,  clássicos do rock, entre outros). Para 2016, os ilustradores do estúdio resolveram misturar o principal evento do ano, as Olimpíadas, com os fatos que fazem o país viver um de seus momentos mais críticos dos últimos tempos.

As ilustrações do projeto "Olimpíadas Ilustradas" (http://ilustranet.com.br/olimpiadas2016) retratam de forma bem humorada os problemas do país nas áreas de saúde, segurança, educação e política até a divisão do país em dois grupos antagônicos. Os ilustradores chegaram até a criar novas modalidades "olímpicas" como "Assalto com vara" e "Lançamento de provas e arquivos". No hotsite do projeto, os internautas poderão votar na ilustração que melhor representa o momento do Brasil de hoje.

“Este tipo de projeto é muito interessante, pois no dia a dia trabalhamos muito traduzindo em desenho as ideias e textos de nossos clientes. Esta é a oportunidade de expressarmos, através dessas ilustrações, nossas próprias opiniões, ou seja, como nos sentimos diante de tanta coisa que está acontecendo no Brasil hoje"

Explica o ilustrador e designer Rubens Lima, que dirige o estúdio desde sua criação em 2006.



Uma viagem com Heródoto pelas histórias do Egito faraônico

Segundo livro da série Histórias de Heródoto, o Pai da História, leva aos leitores uma síntese geográfica e histórica sobre a região conhecida como Dádiva do Nilo

A Editora Edipro lança o segundo livro da clássica série Histórias de Heródoto: Livro II – Euterpe, traduzido por Maria Aparecida de Oliveira Silva. Cada obra da coleção, composta por nove volumes, tem o nome de uma das nove musas da mitologia grega que inspiraram os artistas mortais.

A estrutura narrativa é composta por duas grandes temáticas centrais, com subdivisões bastante conhecidas pelos especialistas em historiografia antiga. A primeira parte trata da descrição geográfica do Egito, enquanto a segunda é destinada à descrição histórica do país.

Na primeira metade há uma breve introdução ao tema; com descrição da geografia física; dados etnográficos; relatos sobre os costumes religiosos; a zoologia dos antigos sagrados; e a vida cotidiana e técnica dos egípcios. Já a segunda parte é reservada às crônicas e histórias, aonde contém episódios e anedotas dos reis antigos e recentes.

 Em Livro II – Euterpe, Heródoto não traça um relato descritivo de toda a região do Egito. Ele realiza um detalhamento geográfico, que proporciona ao leitor conhecer a geografia e compreender muitos hábitos e costumes dos egípcios.

Com estilo leve e agradável, a obra também contém notas explicativas que colaboram para o entendimento de todos, sendo acessível aos que se interessam pelas maravilhas e pelos mistérios do antigo Egito.



Humanidade: com ou sem fé?

Livro do filósofo e teólogo Tomás de Aquino investiga e questiona a natureza da fé e como ela pode ser considerada como virtude

A editora Edipro, em parceria com o Instituto Aquinate, continua a empreitada de publicar uma série de textos inéditos, editados em vernáculo, acessível com breve introdução descritiva e notas à tradução no intuito de pouco ou quase nada interferir nas obras. A partir desse propósito é que chega às livrarias de todo o país o livro A fé, escrito por Tomás de Aquino, traduzido por Paulo Faitanin e Bernardo Veiga.

A obra – que é uma tradução inédita em português da questão 14 das Quaestiones disputatae De Veritate, composta de 12 artigos – expõe com excelência a distinção entre a fé formada e a fé informe. Este material vem para auxiliar o leitor de noções básicas da visão do autor sobre a fé, natureza, definição, ato, objeto, unidade, efeitos, dons e relação com a razão e com a ciência.

O objetivo do autor não foi trazer uma única verdade sobre a fé. Neste compilado de artigos ele traz as indagações mais importantes que foram descritas em 12 capítulos: O que é crer?; O que é a fé?; A fé é virtude?; Qual é o sujeito da fé?; A caridade é a forma da fé?; A fé informe é virtude?; É o mesmo hábito da é informe e o da fé formada?; O objeto próprio da fé é a verdade primeira?; Pode haver fé sobre as coisas sabidas?; É necessário que o homem tenha fé?; É necessário crer de modo explícito?; É a mesma fé a dos modernos e a dos antigos?

Os tradutores, Paulo Faitanin e Bernardo Veiga, realizaram diversas pesquisas a respeito dos textos dos Padres citados pelo autor no livro. As referências foram seguras, de modo a ajudar o leitor a entender melhor o contexto e acompanhar claramente a leitura.

Tomás define a fé como uma virtude infusa por Deus no intelecto, que traz uma verdade a que o intelecto assente e um bem que a vontade consente. É o dom que ilumina o intelecto do homem com as sementes da verdade primeira, projetando-o para ver com mais clareza as verdades segundas. Por esse mesmo motivo, a razão e fé não se opõem, mas se completam na atual vida do homem. P. 28




Novidades Editora Gente

em 15 de julho de 2016


Ola meus amores, vamos conhecer o mais novo lançamento da Editora Gente?


Vem Comigo...


Título: Casa organizada
Subtítulo: A arte da organização para transformar
a casa e a rotina de quem não tem tempo
Autor: Thais Godinho
Selo: Gente
ISBN: 978-85-452-0056-7
Formato: 13,5 x 20,5 cm
Páginas: 224
Gênero: Felicidade/Autoajuda
Lançamento: Julho de 2016
Preço de capa: R$ 29,90

Uma casa deve nos servir – e não o contrário!
Este livro veio para desmitificar a ideia de que é preciso investir muito tempo na casa para deixá-la organizada.
Thais Godinho defende que a organização da casa não precisa – nem deve – ser uma tarefa desgastante. Você também se sente frustrado por ver seu tempo perdido em arrumações que logo serão perdidas? Sua casa vira uma bagunça pouco tempo depois de você colocar tudo no lugar? Aqui você verá que organizar a casa é fazer dela um lugar que funcione para você. É transformar o lugar no qual você mora em um refúgio para aproveitar os dias e que faça você ter vontade de voltar. Aqui você verá que é possível ajustar as expectativas em relação à casa de acordo com o seu estilo de vida sem deixar de lado a satisfação de ter um lugar com a sua cara.
Depois de ler este livro, você terá a certeza de que é possível ter uma casa organizada mesmo com uma rotina cheia de compromissos e sem precisar contratar alguém para ajudar.


  • Aprenda a manter sua casa organizada por meio de simples ações diárias;
  • Crie um sistema de organização em que todos participem;
  • Saiba como aliar cuidados com a casa ao trabalho e aos estudos;
  • Tenha, de uma vez por todas, a casa que sempre sonhou.



Curtiram?

Resenha Três Coisas Sobre Você

em 14 de julho de 2016


Três Coisas Sobre Você
E se a pessoa de quem você mais precisa for alguém que você nem conhece?
Julie Buxbaum

Setecentos e trinta e três dias depois da morte da minha mãe, 45 dias após o meu pai fugir para se encontrar com uma estranha que ele conheceu pela internet, 30 dias depois de a gente se mudar para a Califórnia e apenas sete dias após começar o primeiro ano do ensino médio numa escola nova onde conheço aproximadamente ninguém, chega um e-mail. Deveria ser no mínimo esquisito, uma mensagem anônima aparecer do nada na minha caixa de entrada, assinada com o bizarro nome Alguém Ninguém. Só que nos últimos tempos a minha vida tem estado tão irreconhecível que nada mais parece chocante.




Resenha


Julie Buxbaum conquistou meu coração com este livro, seja pela capa linda e mimos maravilhosos que a Editora Arqueiro providenciou ou simplesmente pelo enredo que me conquistou logo em suas primeiras páginas. A narrativa me envolveu logo no inicio e o frenesi foi tanto que não conseguia mais largar o livro.



Três Coisas Sobre Você aborda mudanças e de como lidar com perdas, Jessie perdeu a mãe, está morando na Califórnia, já que seu pai se casou novamente e decidiu morar na casa da nova esposa e seu filho. Não fosse só isso, Jessie nem sabia que o pai tinha se casado, e simplesmente foi comunicada da nova perspectiva de vida. Agora ela precisa se adaptar com a nova família e a nova escola.

No início nada é fácil, Theo seu meio-irmão não lhe ajuda em nada na escola, apenas finge que não a conhece, ele está tão aborrecido quanto Jessie com esta mudança. O problema todo é que no colégio Wood Valey só tem filho de papai e adolescentes que esbanjam roupas de marca, além disso, quem banca seus estudos agora é Rachel, sua madrasta. Jessie não está nada bem!

A sorte de Jessie é que recebe um e-mail anônimo oferecendo dicas para uma adaptação melhor no novo colégio, e graças a Alguém Ninguém a vida de Jessie começa a melhorar.

"Setecentos e trinta e três dias depois da morte da minha mãe, 45 dias após o meu pai fugir para se encontrar com uma estranha que ele conheceu pela internet, 30 dias depois de a gente se mudar para a Califórnia e apenas sete dias após começar o primeiro ano do ensino médio numa escola nova onde conheço aproximadamente ninguém, chega um e-mail. Deveria ser no mínimo esquisito, uma mensagem anônima aparecer do nada na minha caixa de entrada, assinada com o bizarro nome Alguém Ninguém. Só que nos últimos tempos a minha vida tem estado tão irreconhecível que nada mais parece chocante."

A narrativa da autora é super envolvente, o leitor sente na pele o que Jessie está vivendo, também adorei a construção dos personagens, conhecemos cada um deles de um jeito único, até Theo que não suportava no inicio ganhou minha admiração, estou admirada com a autora e louca por mais. A diagramação da Editora está uma fofura, e que capa linda! Estou apaixonada e quero mais livros da autora.

"AN: vou lhe dizer mais três coisas: (1) gosto de música, livros e videogames mais do que de pessoas. elas me deixam sem jeito. (2) quando era pequeno, eu dormia com um cobertor que eu chamava... espera aí... de Cobertor, e tudo bem, ótimo, eu durmo com ele até hoje. (3) há um ano eu era uma pessoa totalmente diferente."

Super me identifiquei com essas três coisas...

Em suma, foi um livro viciante, as mensagens de AN para Jessie me conquistaram, e é isso que Julie Buxbaum faz, ela conquista o leitor a cada página! Amei!


"Mas às vezes um beijo não é um beijo não é um beijo. Às vezes é poesia."


Beijos




Trechos de Quarta #Teaser

em 13 de julho de 2016


Trechos de Quarta (Teaser Wednesday) #159
Qualquer um pode jogar, basta fazer o seguinte,
Pegue sua atual leitura
Escolha seu “trecho” preferido,
Compartilhe um “trecho” do livro
Compartilhe o título e o autor também...



Amores Improváveis # 1
Elle Kennedy



"- Sabe, um cavalheiro se ofereceria para dormir no chão.  - Eu pareço um cavalheiro para você?"



Beijos

Resenha Oposição | Thaísa Lixa

em 12 de julho de 2016

Oposição
Sua maldição só lhe dava um único destino: o Inferno.
Série Stellium # 1
Thaísa Lixa

Em uma dimensão chamada Constelação, são os supremos Deuses do Inferno que controlam e ditam as regras da sociedade, amedrontando os humanos e os deixando dóceis perante seus poderes nessa e em todas as outras dimensões que existem pelo o universo. Entretanto, por conta de uma traição, o Deus principal e líder, Ahriman, decretou uma lei que jamais poderia ser quebrada: Ele definiu que as diversidades genéticas não existiriam; o que faria a população ter uma aparência padronizada de olhos e cabelo castanho-escuros ou negros.
E assim era, até o nascimento da jovem Lilith, uma menina de cabelo loiro e olhos azuis, acompanhada de uma beleza estonteante e que atraía olhares de todos à sua volta, por sua singularidade e magnetismo pessoal. Tratada desde perfeição até aberração pelas pessoas de seu mundo, Lilith tenta sobreviver em meio a tanta gente intolerante. De uma coisa ela não tinha dúvida: havia sido amaldiçoada. Só mesmo este fato explicaria o motivo de ter nascido com a aparência proibida e de ter macabros pesadelos todas as vezes que dormia.
Lilith pensava isso consigo mesma, não tendo a real dimensão do quanto suas suposições eram verdadeiras.


Resenha

Conheci Oposição por intermédio da autora, que me mandou um e-mail perguntando se eu poderia ler seu livro e resenhar, o que primeiro me chamou atenção foi essa capa maravilhosa, magnífica e que descreve tão bem nossa personagem, o segundo foi a sinopse, e terceiro o fato de ser uma fantasia, é meu gênero preferido.

Em Oposição conhecemos Lilith, mas antes disso também conhecemos como Beherit, o supremo, dividiu sua alma, veja bem, ele estava angustiado, cansado daquela mesmice de sempre no inferno, com um descuido de uma escrava, ele teve uma excelente ideia de dividir sua alma, a essência de Beherit não seria perdida, apenas desmembrada.

Dessas cinco almas surgiram então, Ahriman, Satria, Gunab, Thymr e Lothur. Eles eram os Deuses do Submundo.


"O primeiro a tomar forma humana foi Ahriman, o líder dos cinco Deuses e Supremo Senhor do Inferno. Era o mais forte, o único que podia matar e dominar qualquer um dos irmãos. O mais respeitado, temido e que teria o poder completo do Inferno em suas mãos. A segunda foi Satria, a Deusa dos Prazeres da Luxúria.O terceiro foi Gunab, o Deus da Ira da Virilidade.O quarto foi Thymr, o Deus da Avareza e da Pobreza.E o quinto, o menos poderoso de todos, por ter sido o último a nascer, foi Lothur, o Deus da Inveja e da intriga."

Com esta informação adentramos no universo que a autora criou, conhecemos então Evelyn, Isabelle, Brunott, Collet, Daniel, que são os Demnos (Demônios) e Alice e Lilith que são humanas e sem querer caem dentro de outra dimensão, onde humanos são escravizados, por sorte elas acabam por esbarrar com a Demno Evelyn e seus amigos, que digamos que são demônios que não estão a vontade em maltratar os humanos.

Novidades Editora Única e Editora Gente

em 11 de julho de 2016



Ola meus amores, vamos conhecer a mais nova aposta do Selo Única pela Editora Gente?

Vem Comigo...


  • Com um ano de existência, o blog Deu Ruim atingiu 2 milhões de visualizações.
  • Isabela Freitas é amiga da autora e escreveu o prefácio do livro.
  • O livro de Isabela Freitas, de mesmo gênero e assunto, está há 86 semanas na lista dos livros mais vendidos da Veja.



Título: Fique com alguém que não tenha dúvidas
Autor: Marina Barbieri
Selo: Única
ISBN: 978-85-67028-86-6
Formato: 13,5 x 20,5 cm
Páginas: 192
Gênero: Não ficção/Autobiografia
Lançamento: Julho de 2016
Preço de capa: R$ 29,90

Uma das maiores certezas da vida é que todo mundo vai sofrer por amor.
Desnecessário dizer que todo mundo já teve uma história amorosa que deu errado. E se ainda não teve, um dia vai ter. Mas por que isso acontece com tanta gente e com tanta frequência? Falta de sorte? Dificuldade em dialogar? Falta de leitura do outro? Nada disso. A verdade é uma só: quando desejamos muito uma pessoa, ignoramos todos os sinais, os aprendizados e a experiência que temos e insistimos cegamente, mesmo que as chances estejam contra nós.
Sim, a paixão nos faz crer nas desculpas mais esfarrapadas e a descrer nos avisos mais óbvios, e então nos boicotamos tentando acreditar na ilusão de que dessa vez vai ser diferente. Nunca é.
Marina Barbieri está há anos tentando impedir suas leitoras de se enganarem. Autora do Deu Ruim, um dos blogs sobre relacionamentos de maior sucesso no Brasil, Marina Barbieri fala neste livro sobre tudo aquilo que no fundo você já sabe, mas se recusa a assumir. Você vai conhecer personagens que provavelmente já deve ter encontrado, como o sr. Feito-Para-Casar, o sr. Distância e o sr. Problema, entre tantas outras figurinhas que estão perambulando por aí e vez ou outra atravessam a sua vida.
Prepare-se para alternar entre rir alto e chorar baixinho com crônicas da vida de todos nós quando se trata de amor (ou da falta dele). Marina Barbieri compartilha com seus leitores as roubadas amorosas da própria vida, mostrando que amar pode ser mais simples do que nós fazemos parecer.

Beijos


Resenha Sedução da Seda

em 8 de julho de 2016

Sedução da Seda
As Modistas # 1
Loretta Chase

ISBN: B01E95YER6
Ano: 2016 / Páginas: 304
Idioma: português
Editora: Arqueiro

Talentosa e ambiciosa, a modista Marcelline Noirot é a mais velha das três irmãs proprietárias de um refinado ateliê londrino. E só mesmo seu requinte impecável pode salvar a dama mais malvestida da cidade: lady Clara Fairfax, futura noiva do duque de Clevedon.
Tornar-se a modista de lady Clara significa prestígio instantâneo. Mas, para alcançar esse objetivo, Marcelline primeiro deve convencer o próprio Clevedon, um homem cuja fama de imoralidade é quase tão grande quanto sua fortuna.
O duque se considera um especialista na arte da sedução, mas madame Noirot também tem suas cartas na manga e não hesitará em usá-las. Contudo, o que se inicia como um flerte por interesse pode se tornar uma paixão ardente. E Londres talvez seja pequena demais para conter essas chamas.
Primeiro livro da série As Modistas, Sedução da seda é como um vestido minuciosamente desenhado por Loretta Chase: de cores suaves e românticas em alguns trechos, mas adornado com os detalhes perfeitos para seduzir.


Resenha

Difícil definir o que eu senti ao ler este livro, tenho ficado cada vez mais encantada com romances históricos. E olha que não é meu estilo de leitura preferido, mas os que tenho lido são de inspirar o coração!

Este não é o primeiro livro da autora que leio, já li O Príncipe dos Canalhas e amei a narrativa da autora.

Em Sedução da Seda vamos conhecer Marcelline Noirot e suas irmãs, ela é implacável e destemida, a classe é diferente da que estou acostumada ao ler romances de época, porque Marcelline e suas irmãs são modistas, elas correm atrás do seu sustento, são ambiciosas sim e estão dispostas a tudo para conseguir o que quer.

Marcelline Noirot é a proprietária de um refinado ateliê em Londres, a Maison Noirot, apesar do excelente trabalho das irmãs, elas ainda não conquistaram a alta classe londrina. Além disso tudo, ainda possuem concorrência com a loja Trapos.

Nova Autora Parceira

em 7 de julho de 2016



Ola meus amores, vamos de nova parceria hoje!

A nova autora parceira do blog é Mayra Carvalho, autora do livro Onde Fica o Para Sempre, livro que está em pré-venda para o dia 23/07/16.






Vem Comigo...



Mayra Carvalho nasceu no Paraná, em 02/01/1984. Atualmente mora em Sorocaba – SP. É formada em administração pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Casada há dez anos, é mãe de um garotinho de oito anos, que tem Síndrome de Down. Após o nascimento de seu filho precisou deixar a carreira na área administrativa de lado para se dedicar a ele. Foi então que ela se reencontrou com a literatura. Desde os onze anos escreve poesias e textos soltos, e já nessa época tinha o ideal de escrever um livro.

“Gosto muito de escrever, mas não queria escrever por escrever. Queria tocar o coração das pessoas. Espero ter atingido esse objetivo”.

Além disso, a autora escreve e administra a página “Recados de Post-it” do Facebook. Link Aqui.


Trechos de Quarta #Teaser

em 6 de julho de 2016



Trechos de Quarta (Teaser Wednesday) #158
Qualquer um pode jogar, basta fazer o seguinte,
Pegue sua atual leitura
Escolha seu “trecho” preferido,
Compartilhe um “trecho” do livro
Compartilhe o título e o autor também...




Três Coisas Sobre Você
E se a pessoa de quem você mais precisa for alguém que você nem conhece?
Julie Buxbaum





"Será que um viciado teria tempo para decorar poemas? Theo tem que estar errado. Ethan não usa drogas. Só é insone e talvez danificado, o que quer que isso signifique. Mas eu sei o que isso significa, porque, quem estou querendo enganar?, eu também estou danificada."



Beijos


Novidades Grupo Editorial Record

em 5 de julho de 2016


Novidades do Grupo Editorial Record!

Ola meus amores, vamos conhecer os lançamentos de Julho do Grupo Editorial Record?

Vem Comigo...


A TORTURA COMO ARMA DE GUERRA
Leneide Duarte-Plon

A partir de entrevistas exclusivas, relatórios secretos franceses e pesquisa bibliográfica extensa, a autora revela como foram aplicados no Cone Sul os métodos da doutrina francesa de combate à “subversão” e ao “comunismo”. Desdobramento da entrevista do general francês Paul Aussaresses – que ministrava cursos de “interrogatórios coercitivos” em Manaus – à autora, publicada no jornal Folha de S.Paulo. Revela a participação a pessoal do general João Batista Figueiredo na tortura, entre outras informações inéditas.
A autora Leneide Duarte-Plon foi finalista do do Prêmio Jabuti 2015 – Reportagem com o livro Um homem torturado: Nos passos de frei Tito de Alencar, que escreveu com Clarisse Meireles e publicado pela Civilização Brasileira. Contribui para diversos veículos da imprensa brasileira, como Carta Capital, Carta Maior e Observatório da Imprensa.


ATÉ VOCÊ SABER QUEM É
Diogo Rosas G.

Desesperado para fugir de Curitiba, sua cidade natal e cárcere pessoal, o jovem escritor Daniel Hauptmann se entrega obsessivamente à tarefa que acredita ser sua tábua de salvação: produzir uma obra literária definitiva sobre o Demônio, que afirma nunca ter recebido uma representação adequada na literatura brasileira. O resultado o consagra ao posto de fenômeno instantâneo e o leva à elite da cultura nacional. O custo de sua empreitada, porém, torna-se uma sombra que se intensifica quanto maior seu prestígio e sucesso, transformando o rapaz brilhante e carismático em criatura niilista, temperamental e destrutiva.
Diogo Rosas G. nasceu em 1976, em Curitiba, e morou em seis cidades de cinco países. No caminho, estudou direito, tradução e filosofia. É diplomata e atualmente vive no Porto com a mulher e os dois filhos.



A IMAGINAÇÃO TOTALITÁRIA
Francisco Razzo

Com o rigor de um scholar e a força argumentativa de um polemista, Francisco Razzo expõe uma tese perturbadora: esquerda, direita ou centro, somos todos responsáveis pelas jaulas voluntárias de nossas ideologias. A imaginação totalitária é a estréia promissora de um escritor que quer nos perturbar sem fazer nenhuma concessão. E, sobretudo, o relato de um exorcismo pessoal de alguém que também quer expulsar os demônios que infestam a atual sociedade brasileira – especialmente quando esta crê que a política é a última esperança que nos resta. Francisco Razzo é formado pela Faculdade de São Bento, em São Paulo, mestre em filosofia pela PUC-SP, professor e palestrante. A imaginação totalitária é seu primeiro livro.



BRASIL: CAZUZA, RENATO RUSSO E A TRANSIÇÃO DEMOCRÁTICA
Mario Luis Grangeia

De forma inédita, as obras e as declarações públicas de Cazuza e Renato Russo são analisadas à luz da conjuntura nacional. O livro deixa claro como as mudanças na cena musical refletiram em transformações na sociedade. Cazuza e Renato Russo têm sido lembrados nas redes sociais por pessoas indignadas com a política brasileira de hoje e este livro analisa, por meio das letras dos dois artistas, as visões e expectativas populares do Brasil nas décadas de 1980 e 1990. Leitura imperdível para os apaixonados por música e política. O texto que deu origem ao livro recebeu o 2º lugar no Prêmio Vianna Moog, da União Brasileira de Escritores, em 2013. E o valor recolhido pelo autor com este livro será destinada à Sociedade Viva Cazuza. Orelha de Silvio Essinger, autor de Não aprendi dizer adeus (biografia do cantor Leonardo) e Batidão: Uma história do funk.


VOCÊ É DO TAMANHO DOS SEUS SONHOS
César Souza

Este livro ajuda o leitor a resgatar a capacidade de sonhar e empreender mudanças objetivas para realizar suas metas. A obra reúne histórias de mais de 50 realizadores de sonhos de todas as regiões do país. São relatos que nos revelam como várias empresas e iniciativas vencedoras nasceram dos sonhos íntimos de seus idealizadores. Neste passo a passo para fazer acontecer e ter sucesso, César Souza desafia o leitor a acreditar no seu potencial e a buscar recursos e aliados para concretizar os seus sonhos. A primeira versão do livro foi publicada em 2003 e
tornou-se best-seller. Depois, ganhou nova edição em 2009; e agora esta edição definitiva com Prefácio de Ozires Silva, fundador da Embraer. Best-seller com mais de duzentos mil exemplares vendidos.


A FOME
Martín Caparrós

A Fome é um livro construído a partir de histórias de pessoas que trabalham em condições bastante precárias para mitigá-la, daqueles que usam o alimento como meio de especulação financeira provocando fome em muita gente. Para entendê-la e narrá-la, Martín Caparrós viajou pela Índia, Bangladesh, Níger, Quênia, Sudão, Madagascar, Argentina, Estados Unidos e Espanha. Nestes países, encontrou pessoas que, por diferentes motivos, passam fome. Incômodo e apaixonado, é uma crônica que faz pensar, um ensaio que relata e um panfleto que denuncia a pressão de uma vergonha incessante. Recebido com imenso entusiasmo de crítica e público, A Fome tem publicação prevista em mais de quinze países, entre eles Inglaterra, França, Itália, Alemanha, Holanda, Suécia, Estados Unidos e Taiwan.




FELICIDADE INCURÁVEL
Carpinejar

Com uma passionalidade reflexiva e racional, o autor, notável por sua prosa absolutamente passional e sincera, protege seu ímpeto sem perder a responsabilidade. Um atlas do que Carpinejar acredita ser um relacionamento, Felicidade Incurável trata de mudança de mentalidade amorosa e da família, diferentes fins de casamento, amizades em tempos eletrônicos, divertidas implicâncias de casal, debate sobre o que é alegria e liberdade e sugere: seja feliz por uma questão de justiça pessoal. Novo livro de crônicas do autor que já ultrapassou a marca de 130 mil livros vendidos. Autor sucesso na TV como comentarista do programa Encontro com Fátima Bernardes (Rede Globo) e A Máquina (TV Gazeta); vencedor de importantes prêmios literários, como o Jabuti (2009 e 2012), o Olavo Bilac (2003), o Cecília Meireles (2002) e o Açorianos de Literatura (2001, 2002, 2010 e 2012).

Resenha COMO VIAJAR SOZINHO EM TEMPOS DE CRISE

em 4 de julho de 2016


COMO VIAJAR SOZINHO EM TEMPOS DE CRISE
Hermes Galvão

ISBN-13: 9788501106469
ISBN-10: 8501106461
Ano: 2016 / Páginas: 112
Idioma: português
Editora: Record

Por que não viajar sozinho e na dureza? Por que deixar de ver o que acontece lá fora quando tudo no país está mais desordenado do que o aeroporto do Galeão, e a conta bancária mais magra do que modelo de calcinha?
Definido pelo autor como o (anti)guia menos prático da seção de viagens, este bem-humorado Como viajar sozinho em tempos de crise financeira é um diário de bordo para o leitor embarcar numa turbulência literária sem escalas com dicas práticas (ou não) para driblar a excursão e os turistas sem noção, de brasileiros a orientais.
Baseado em fatos reais e experiências pessoais, este livro diverte e entretém ao mesmo tempo em que traz dicas valiosas para viajantes desacompanhados – mas não necessariamente solitários.


Resenha


Como viajar sozinho em tempos de crise no mínimo é um livro inusitado, comecei a leitura achando uma coisa e terminei achando outra.

Não posso deixar de comentar que me diverti muito lendo este livro, porém também fiquei indignada com a maneira que o autor se refere aos brasileiros em geral, as famílias e as mães que necessitam amamentar seus filhos.

Claro que Hermes Galvão tem bagagens para falar sobre viagens e suas discrepâncias, mas a maneira que ele aborda diversas situações me deixaram incomodada.


"Na fila de raios X, corra das pessoas mais velhas, das famílias e das mulheres, que ainda fazem questão de viajar com brincos, anéis, pulseiras, a fivela da bota, o broche da calcinha, o DIU... Nelas tudo apita, portanto nada de ficar atrás. Elas podem levar o tempo que você levaria para tomar um banho entre um lado e outro do detector de metais. Homens em viagem de negócios, asiáticos desacompanhados, casais de jovens mochileiros costumam ser velozes e furiosos. Siga-os."

"(...) Mães acham que têm licença (poética?) para dar de mamar e deixar seu filho berrar. Não, não. Numa boa, eu estou ali, na minha, quieto, lendo ou tentando ler um livro em português de Portugal e lá vem ela de peito aberto. Aí, dona índia, numa boa?"

"Conversa fiada é um produto 100% nacional - os internacionais acreditam, e estão certos, que papo furado é perda de tempo. Ok, um passatempo. Prefira ler um livro, sei lá; se não tiver um à mão, ensaie uma dança, abra um espacate, mas não fale comigo - nem somente o indispensável."



Este livro tem um apanhado geral sobre as vantagens de viajar sozinho, algumas situações embaraçosas em aeroportos, dicas para escolher o hotel, o que levar na mala, entre outras coisas.

Como o autor mesmo expressou, este é um (anti)guia, mas eu desconhecia este fato até iniciar a leitura e acho que por isso mesmo pode causa um certo desconforto para aqueles que amam viajar, fazer novos amigos, porque a filosofia do autor é contrária ao que eu um dia poderia imaginar ao fazer viagens. Claro que algumas dicas podem ser válidas, não é um livro que vá agradar a todos, talvez uma mãe se sinta ofendia, ou uma família, ou um asiático, ao ler certas passagens.

"É óbvio, mas sempre bom reforçar: evite qualquer lugar orientado para casais em lua de mel e famílias, assim como viajar em período de férias escolares. Fuja de qualquer cidade ou praia europeia em agosto, por exemplo, época do turismo predatório e do calor de matar. Junho e julho são meses de altíssima temporada e a chance de você encontrar aquela turma que levanta a gola da camisa polo e respira Instagram é enorme. Quer gastar menos, ver mais e viver como os locais? Vá no fim de maio ou no fim de setembro, quando a temperatura já está mais amena, os preços mais realistas e os ânimos menos exaltados - e os brasileiros de que você tanto procura fugir, de volta ao lar."


Beijos




Resultado Top Comentarista de Junho

em 3 de julho de 2016

Ola meus amores, boa noite!!

Vamos ao Resultado do Top Comentarista agora?

Vem Comigo...


Foram 21 entradas, mas nem todos comentaram em todas as postagens válidas, segue abaixo:




O Desempate foi feito pelo Site Sorteador, e quem venceu foi...




Parabéns Mariele Antonello, mande seus dados junto com a sua escolha de livro no valor de até R$ 30,00 com Frete para o e-mail: camilapalm@gmail.com


Beijos e Participem do Top Comentarista de Julho!!