Resenha Notas de um Megalomaníaco Minimalista

em 16 de dezembro de 2016

Notas de um Megalomaníaco Minimalista
Matheus Peleteiro

ISBN-13: 9788581089096
ISBN-10: 8581089097
Ano: 2016 / Páginas: 83
Idioma: português
Editora: Giostri

Uma novela, um romance, uma história de amor, ou um simples debate existencialista de caráter profundo e linguagem popular. São estas algumas das maneiras as quais pode ser denominada essa obra, que, na verdade, é muito mais que uma história, um relato, um desabafo.
Uma história contada por um rapaz que discute sobre tudo o que teme e lhe agrada, um relato sobre os seus egoísmos e suas formas de buscar a grandeza nas coisas mais simples, um desabafo aos ouvidos de uma moça que sorri e esbanja estilo enquanto tudo que deseja é perpetuar aquele momento.
Notas de um megalomaníaco minimalista é uma manifestação do autor em torno das aflições contemporâneas e das suas próprias também. Ou, talvez, apenas um singelo registro do conjunto de inquietações de um mundo globalizado, sob a face de um rapaz e uma moça num dia ensolarado frente ao mar.


Resenha


Eu não sei bem como fazer essa resenha, mas o mais importante a dizer é que este livro tocou minha alma, muito me impressiona a narrativa de Matheus, suas palavras me tocaram tão fundo que é como se eu fosse Letícia ou o próprio narrador neste diálogo existencialista ou não, porque este livro é muito mais que isso..

Neste livro conhecemos um belo rapaz, calmo, sereno e distraído que mal nota a aproximação de uma bela mulher, talvez vinte, talvez trinta, não importa, o que importa ali são os sentimentos, o se permitir, é enxergar de verdade, é olhar profundamente. Letícia e o rapaz começam a conversar, e entre diálogos e pensamentos o autor nos faz pensar, sorrir, concordar ou até discordar. É como se estivéssemos ali.


"O mundo é um círculo de injustiças cheio de bondade nas bordas."



Notas de um megalomaníaco minimalista é aquele livro curtinho porém cheio de sentimento, é um livro rápido de ler, a narrativa do autor conquista e vicia, além disso tudo sempre encontramos nos diálogos algo para pensar, separei diversos trechos que achei interessante desde o prólogo ao final do livro.

"Estamos para sempre presos dentro desse mundo, ou melhor, estamos por um curto período livres dentro dele. Devemos aproveitá-lo, o tempo. Deve-se viver, deve-se deixar fluir os sentimentos e, sobretudo, marcar pessoas. Esses devaneios me interrompem o tempo inteiro, mas, se eles não existissem, o que seria da loucura? Provavelmente apenas alucinações, e não mais questionamentos à realidade."

Não poderia deixar de comentar que o autor é super simpático, porque claro que assim que terminei minha leitura fui dar os parabéns e deixar ali um pouco da minha paixão ao ler seu livro, Matheus sanou algumas de minhas dúvidas e questionamentos, e olha que maravilha, você ama um livro e tem a oportunidade de conversar com o autor, é uma troca maravilhosa.

"Resolvi dar-lhe novamente espaço para respostas, falando, em tom espirituoso:— Mas a conversa era sobre você. Contou-me a sua história, mas não me contou o que te seduz. E então, misteriosa Letícia, o que te seduz?— Gosto dos seres flamejantes, dos egos inflados e coisa e tal."

Em suma, é um livro cheio de reflexões inteligentes e bem elaboradas, a empatia com as palavras do autor é imensa, é como se eu estive ali, ao seu lado participando daquele bate papo gostoso. Minha próxima leitura do autor será Mundo Cão, este com uma outra perspectiva e cenário, e como diz o autor, mais agressivo e violento.


Beijos







14 comentários

  1. Eu já tinha visto esse livro em algum lugar e me lembro, que fiquei muito interessada em conhecer melhor essa obra. Sua resenha conseguiu me deixar ainda mais curiosa amiga, esse livro deve ser muito interessante mesmo.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro, mas lendo a resenha e os quotes logo fiquei bem interessada, parece ser aquele tipo de livro que nos faz refletir, mas de modo natural ao decorrer da leitura, sem impor o tema ao leitor, o que me deixou curiosa para conhecer esse livro !!

    ResponderExcluir
  3. Oi Mila, tudo bem?

    Não conhecia o livro, mas gostei do que vc conta na resenha! Parece ser uma ótima leitura e é muito bom encontrar livros com reflexões inteligentes!!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Só lendo os trechos do livro, e possível percebe o quanto a trama e cheias de amarrações, que nos faz refletir, além de que a história e bem elaborada, e inteligente, como mesma disse. Claro que me interessei pela leitura, a narrativa me pareceu ter uma profundidade, que meche com nossas emoções de forma intensa e esclarecedora.

    ResponderExcluir
  5. Oi Mila, só vi duas resenhas desse livro, incluindo a sua, e sempre falando muito bem dessa leitura.
    Eu acredito que a sinopse não passa pra gente o quão intenso vai ser a leitura e cheio de reflexões. Por isso que ele atrai nossa atenção, alem do titulo ser muito inteligente 😉

    ResponderExcluir
  6. Mila!
    Deve ser um livro muito bom, porque adoro livros que nos fazem refletir de várias formas o modo como pensamos e como agimos.
    Bom ver mais um autor nacional com criatividade e um livro diferente.
    “Natal não são as luzes lá fora, mas a Luz que brilha em seu coração... Feliz Aniversário, Senhor!” (Daniela Raffo)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Mila!
    Eu já vi esse livro por aí, mas nunca tinha lido uma resenha.
    Realmente não sabia o que poderia se tratar a história e sua resenha foi bem explicativa.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Natal Literário
    Participe da promoção de três anos de Um Oceano de Histórias
    Participe do Sorteio de Final de Ano

    ResponderExcluir
  8. Olá, apesar da sinopse ser um pouco vaga, pela resenha pude perceber que a obra é daquelas que geram bastante reflexão. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oi Mila, é sempre muito bom quando podemos ler o livro e ainda de quebra conversar com o autor sobre a obra. Fiz isso com os livros Flor de Cerejeira e Oposição. O livro do Matheus está na minha lista e depois de ler sua resenha e perceber o quão podem ser as reflexões trazidas por ele em sua obra, fiquei com vontade de antecipar essa leitura.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  10. Eu não conhecia este livro nem o autor, mas depois de ler seu relato sobre o livro fiquei bem interessada, são difíceis os livros que conseguem tocar o leitor, e fazer com que se sinta parte da história, fiquei bem curiosa e pretendo ler.

    ResponderExcluir
  11. Nossa, gostei muito desse livro e me deu uma baita vontade de ler. Parece ser curtinho mas com muito sentimento e reflexão. Só pelos quotes já dá pra sentir que a leitura é gostosa. Muito boa essa dica. Adorei!

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Não conhecia, mas depois da sua resenha fiquei curiosa, é tão bom ler algo profundo de vez em quando, irei ler assim que tiver a oportunidade.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia o autor. Achei a sinopse um pouco vaga, então não fui instigada, pesar de ter curtido a resenha. O livro veio a calhar... quer época mais reflexiva que Natal e Ano Novo?

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia, mas fiquei super curiosa principalmente por causa das citações *-* adoraria ler um livro que me fizesse refletir nesse momento...

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!