Trechos de Quarta #Teaser

em 19 de outubro de 2016


Trechos de Quarta (Teaser Wednesday) #170
Qualquer um pode jogar, basta fazer o seguinte,
Pegue sua atual leitura
Escolha seu “trecho” preferido,
Compartilhe um “trecho” do livro
Compartilhe o título e o autor também...



A Redenção do Anjo Caído





“Lúcifer não sabia ao certo porque estava fazendo aquilo, mas sentiu uma vontade estranha de desabafar com a menina que acabara de conhecer. Percebia esse comportamento quando observava os humanos: alguns eram capazes de contar a vida toda e expor terríveis medos e anseios a completos desconhecidos com quem esbarravam nos ônibus, trens ou filas e permanecer no mais sepulcral dos silêncios quando estavam na presença de maridos, esposas, familiares e amigos de longa data. A intimidade e o tempo de convivência pareciam tirar das pessoas o gosto pela conversa, enquanto um rosto novo sempre fazia reacender a chama que aquecia o espírito e gerava uma comichão nas cordas vocais. Era essa vontade de falar e revelar segredos que Lúcifer sentia agora.”


Beijos




14 comentários

  1. Adorei o trecho, é bem verdade que parece mais fácil a gente desabafar com desconhecidos na rua do que em casa com a própria família, talvez pq ficamos aparentemente livres de julgamento de quem nos conhece, pelo menos é a sensação ilusória que temos.
    O livro parece ser bom, gostei!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mila!
    Eu li esse livro e, apesar do começo ter sido meio parado pra mim, eu curti muito a leitura e algumas reflexões que ela nos obriga a fazer.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção 5 Anos de Além da Contracapa
    Participe do sorteio Halloween Literário

    ResponderExcluir
  3. Eu percebi por esse quote que o livro traz alguns pensamentos que permeiam a leitura. Nesse mesmo, traz algo recorrente na vida da gente, que sempre busca um consolo e muitas vezes com quem nem conhecemos.
    Adorei o quote e o livro da vez!
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Oi Mila, o trecho é interessante mas acho que não concordo com ele, pois não acho que a intimidade e o tempo de convivência tirem o gosto pela conversa, pelo menos acho que não deveria ser assim ;)

    ResponderExcluir
  5. Oi.
    Fiquei bem curiosa para conferir o livro depois desse trecho, achei bem interessante, acho que Irei curtir.
    Meu trecho preferido do momento é:
    O ódio vai mantê-lo vivo onde o amor falhou.
    Prince of thorns.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Mila!
    Achei o quote interessante mas não concordo com ele 100%, acho que perder o gosto pela conversa devido a intimidade ocorra com todo mundo. Mas o que me surpreendeu foi ser justo Lúcifer conversando sobre isso.

    ResponderExcluir
  7. Que trecho intenso. Mesmo com poucas linhas me fez refletir bastante e acabei concordando com a afirmação. Não tive boas experiências com livros de anjos caídos, mas pelo quote, acho que esse me ganhou.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Mila!
    Tenho grande paixão por tudo que se relaciona a anjos e confesso que não conhecia o livro, mas através do quote deu para perceber que é bem profundo e fiquei com muita vontade de ler.
    “A simplicidade representa o último degrau da sabedoria.” (Arthur Schopenhauer)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de OUTUBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  9. Adorei o quote e concordo com ele em partes. É sempre mais fácil desabafar com uma pessoa que se te julgar não muda nada em sua vida. O julgamento de pessoas conhecidas é sempre mais difícil.
    Fiquei curiosa para conhecer o livro.

    ResponderExcluir
  10. "A gente pode passar a vida sendo legal com todo mundo, pode ser um filho amoroso, um aluno razoavelmente bom, jamais usar drogas pesadas ou engravidar a filha de alguém, ser o modelo do bom sujeito e viver em harmonia com todas as criaturas de Deus. Mas basta bater com uma Mercedes roubada em frente à delegacia aos 15 anos para que ninguém jamais se esqueça disso."

    Como Falar Com Um Viúvo - Jonathan Tropper

    ResponderExcluir
  11. Só imagino o tipo de coisa que tem nesse livro... Colocar logo esse personagem para analisar a raça humana é meio doido. Mas adorei a ideia! E o trecho já mostra que tem umas coisas bem interessantes ali.

    ResponderExcluir
  12. Que bonito e bem escrito!
    Quero muito ler esse livro!
    bjss

    ResponderExcluir
  13. Não concordo com a quote, pois confio nas pessoas próximas a mim, me referindo a minha família para contar a maioria dos meus segredos e planos, para pessoas desconhecidas jamais falaria.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia esse livro
    Quando esse post foi feito estava lendo O segredo de Indie
    "Era estranho saber que meu humor dependia do das pessoas ao meu redor."

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!