Resenha Sedução da Seda

em 8 de julho de 2016

Sedução da Seda
As Modistas # 1
Loretta Chase

ISBN: B01E95YER6
Ano: 2016 / Páginas: 304
Idioma: português
Editora: Arqueiro

Talentosa e ambiciosa, a modista Marcelline Noirot é a mais velha das três irmãs proprietárias de um refinado ateliê londrino. E só mesmo seu requinte impecável pode salvar a dama mais malvestida da cidade: lady Clara Fairfax, futura noiva do duque de Clevedon.
Tornar-se a modista de lady Clara significa prestígio instantâneo. Mas, para alcançar esse objetivo, Marcelline primeiro deve convencer o próprio Clevedon, um homem cuja fama de imoralidade é quase tão grande quanto sua fortuna.
O duque se considera um especialista na arte da sedução, mas madame Noirot também tem suas cartas na manga e não hesitará em usá-las. Contudo, o que se inicia como um flerte por interesse pode se tornar uma paixão ardente. E Londres talvez seja pequena demais para conter essas chamas.
Primeiro livro da série As Modistas, Sedução da seda é como um vestido minuciosamente desenhado por Loretta Chase: de cores suaves e românticas em alguns trechos, mas adornado com os detalhes perfeitos para seduzir.


Resenha

Difícil definir o que eu senti ao ler este livro, tenho ficado cada vez mais encantada com romances históricos. E olha que não é meu estilo de leitura preferido, mas os que tenho lido são de inspirar o coração!

Este não é o primeiro livro da autora que leio, já li O Príncipe dos Canalhas e amei a narrativa da autora.

Em Sedução da Seda vamos conhecer Marcelline Noirot e suas irmãs, ela é implacável e destemida, a classe é diferente da que estou acostumada ao ler romances de época, porque Marcelline e suas irmãs são modistas, elas correm atrás do seu sustento, são ambiciosas sim e estão dispostas a tudo para conseguir o que quer.

Marcelline Noirot é a proprietária de um refinado ateliê em Londres, a Maison Noirot, apesar do excelente trabalho das irmãs, elas ainda não conquistaram a alta classe londrina. Além disso tudo, ainda possuem concorrência com a loja Trapos.



O Duque de Clevedon está em Paris, porém corre um boato de que em breve irá voltar para anunciar o noivado com Lady Clara, vestir Lady Clara irá abrir portas para Maison Noirot e claro que Marcelline irá fazer o impossível para convencer o Duque de Clevedon de que ela é a melhor modista para vestir a futura Duquesa, porém as coisas não saem como o esperado.


"– Precisamos atraí-la depressa ou a chance será perdida para sempre – disse Sophia. – Se a Trapos pegar a encomenda do vestido de noiva da duquesa de Clevedon, pegará todo o resto também.– Não se eu chegar primeiro – declarou Marcelline."


O fato é, Marcelline decide ir à Paris para chamar atenção do Duque Clevedon, ela é destemida e sabe o que quer, ele é homem e mulherengo, claro que ele se encanta com aquela dama misteriosa, claro que ele não deixa por menos todas aquelas insinuações e claro que o tiro sai pela culatra.

"– A senhora me importuna, me provoca e ainda ousa me deixar furioso.– Ah, isso eu faço pelo divertimento – bravateou ela.– Por divertimento? Está brincando com fogo, madame.– Como o senhor."

Mas o que eu gostei mesmo é que quando a mascara começa a cair, Marcelline em nenhum momento esconde suas intenções para o Duque, mas a química entre os dois é maior que isso, a energia toca o leitor e por isso foi um livro maravilhoso, encantador e eu quero mais!


"Ao mesmo tempo em que Marcelline tentava endurecer o próprio coração, Leonie, a menos sentimental das três irmãs calculistas, disse:- Por favor, não se aborreça, milady. Nenhuma de nós deseja ferir nenhum cavalheiro, exceto no bolso. Nesse aspecto, naturalmente, adoraríamos causar o maior dano possível."

Fiquei ainda mais encantada com o trabalho da Editora Arqueiro, que capa maravilhosa, as cores estão em harmonia e olha que são cores fortes, como Marcelline, a diagramação está linda, sem erros, um livro para se admirar.

Beijos




17 comentários

  1. Oi Mila, a capa ficou linda mesmo. Eu gosto muito de romances históricos, de todas as intrigas da sociedade, a forma como os personagens se portam, e por aí vai. Desde a primeira vez que bati os olhos nesse livro eu sabia que teria de ler. Ainda não tive a chance de compra-lo, mas sinto que será em breve. Estou ansiosa.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  2. OI Mila,
    já ouvi falar muito deste livro e ele parece muito bom.
    Já esta na minha lista de desejados desde que lançou rsrsrs

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mila!
    Minha vida está sendo inundada de resenhas positivas sobre esse livro. Estou achando que é sinal de God para eu parar de enrolar e começar a ler hahahah
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de aniversário do blog Crônica sem Eira

    ResponderExcluir
  4. Oi Mila, achei tão legal que vc gostou do livro, tinha lido umas resenhas negativas dele e já tava achando que eu era uma das poucas que tinha gostado rs. Eu realmente admirei Marcelline, ela é uma personagem diferente das ladies que tenho lido, ela luta pra manter a loja e dar um sustento a família e em nenhum momento ela esconde seus planos para Duque e não há um triângulo como a sinopse pode levar alguns pensar, mas não pq Clara é chata e sim pq eu não consegui vê-los como nada além de irmãos rsr, eu gostei mesmo do livro e gostei de sua resenha também ;)

    ResponderExcluir
  5. Eu sou apaixonada por romances históricos, então minhas expectativas para o livro estão ainda maiores, gostei da base do livro ser o trabalho da família, antes eu até achei estranho rsrs, ainda não conheço a escrita da autora, mas pelos comentários percebo que é incrível, amo protagonistas como essa, que não seguem os padrões da sociedade

    ResponderExcluir
  6. O nome do livro já me deixou curiosa, sua resenha só ajudou ainda mais. O fato dela ser modista e a sua luta para ter o trabalho reconhecido (pelo que pude perceber é isso) com certeza lhe torna uma interessante e faz o livro ser cativante.
    Um abraço.
    http://coisasdemulhercris.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Essa capa é maravilhosa <3 em breve comprarei, amo a escrita da autora. Sua resenha ficou ótima. Bjos

    http://blogliterariodois.blogspot.com.br/2016/07/entrevista-luana-barros.html

    ResponderExcluir
  8. Oi Mila!!! Loretta é uma das minhas autoras preferidas! Amo os canalhas dela e adorei Sedução da seda! E a Erroll? Que garotinha interessante!!! Enfim, tb adorei o livro rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Olá, Mila.
    Essa capa está perfeita, a Arqueiro tem caprichado nas capas dos romances de época. Eu amei esse livro simplesmente por ser bem diferente dos livros do gênero. Nesse temos uma mocinha que não é nobre e é uma mentirosa declarada. Fez toda a diferença na história.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  10. Adorei as cores da capa e estou com muita vontade de ler esse livro. O único problema é que por ser uma série, provavelmente vou querer ler os outros logo em seguida hahaha

    bjs
    livroslapiseafins.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Esse é meu gênero favorito, se tiver que escolher um é esse. E a autora já me conquistou com aquele de Príncipe dos canalhas. Ela faz uns personagens fortes e histórias envolventes, sem muito clichê e tudo muito gostoso de ler. Parece que esse é outro nesse estilo. A protagonista pode ter lá alguns deslizes, vi algumas resenhas falando que tinha umas partes em que a personalidade e atitudes dela chegavam a irritar, mas acho que vou gostar quando ler. E tem um romance muito bom também.

    ResponderExcluir
  12. Esse romance de época é um pouco diferente dos outros, por causa da classe social da personagem principal, mas parece ser tão bom quanto tantos outros que vemos <3
    Estou bem curiosa pra ler a série, espero ter a oportunidade de ler em breve!

    ResponderExcluir
  13. Arqueiro ainda vai me levar à falência, mas, ó, vou felizona hahahahaha
    Conheci Loretta Chase há pouco tempo, mas ela tem uma característica que eu adoro: suas mocinhas são fortes, sabem o que querem, e não bobocas que ficam chorando ou lamentando.
    Há tbm as diferenças entre as classes sociais que são sempre gritadas, mas o duque não está nem aí, correr atrás da mulher.

    ResponderExcluir
  14. Não li nenhum livro da autora ainda. Fiquei curiosa para conhecer a serie, principalmente pelas protagonistas fortes e ambiciosas, diferente das mulheres da época. Amo as capas dos romances de época da Editora Arqueiro, sempre lindíssimas.

    ResponderExcluir
  15. Há um tempo comecei a gostar de romances de época, e esse é um dos que quero ler. Sua resenha me deixou com ainda mais vontade de saber mais da história das irmãs Noirot. Estou bem curiosa sobre o que acontece no final, pois não tenho certeza no caso dessa história.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  16. Adorei a capa e a história de Marcelline parece ser muito legal.
    Ela tem jeito de ser bem pra frente, acima de seu tempo, decidida e com vontade de viver. Diferente dessas mocinhas chochas kkkkk
    bjs

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!