Resenha O Ano Em Que Disse Sim

em 31 de julho de 2016

O Ano Em Que Disse Sim
Como Dançar, Ficar ao Sol e Ser Sua Própria Pessoa
Shonda Rhimes

ISBN-13: 9788576849889
ISBN-10: 8576849887
Ano: 2016 / Páginas: 256
Tradutor: Mariana Kohnert
Editora: Best Seller

Um livro motivador da aclamada e premiada criadora e produtora executiva dos sucessos televisivos Grey’s Anatomy, Private Practice e Scandal, e produtora executiva de How to Get Away with Murder.
Você nunca diz sim para nada. Foram essas seis palavras, ditas pela irmã de Shonda durante uma ceia de Ação de Graças, que levaram a autora a repensar a maneira como estava levando sua vida. Apesar da timidez e introversão, Shonda decidiu encarar o desafio de passar um ano dizendo “sim” para as oportunidades que surgiam. Os “sins” iam desde cuidar melhor de sua saúde até aceitar convites para participar de talk shows e discursos em público. Além disso, Shonda deu um difícil passo: dizer sim ao amor próprio e ao seu empoderamento. Em O Ano em que disse sim, Shonda Rhimes relata, com muito bom humor, os detalhes sobre sua vida pessoal, profissional e como mergulhar de cabeça no “Ano do Sim” transformou ambas e oferece ao leitor a motivação necessária para fazer o mesmo em sua vida.


Resenha

Quando vi este lançamento, fiquei muito curiosa, admiro Shonda Rhimes por seus trabalhos e com a capacidade de envolver o telespectador com suas criações. Não sou fã escancarada da autora e não vi todas as séries que desenvolveu, vi um pouco de Greys Anatomy mas enjoei ao longo dos anos, séries com a temática hospital não me atrai, agora a série How To Get With Murder foi uma revelação de criatividade, uma série surpreendente e muito inteligente, alem de contar com ótimos atores.


"Correr.  Esse parece um plano muito melhor do que sair em público com cada terminação nervosa de meu corpo gritando.   Essa sou eu.  Silêncio.   Quietude.   Interiorização.   Mais à vontade com livros do que com novas situações.  Feliz por morar dentro de minha imaginação."




Neste livro conhecemos um pouco mais de Shonda Rhimes, poder visualizar a descoberta de que ela vivia dizendo não para novas oportunidades, para novos desafios e a mudança que ocorreu conforme iria dizendo sim durante este um ano foi inspirador e um pouco assustador.


"De repente, é Ação de Graças e estou de volta naquela cozinha, coberta de golfadas, observando minha irmã cortar aquelas cebolas. E eu a compreendo agora.
Você nunca diz "sim" para nada.
Não apenas a entendo - acredito nela. Ouço minha irmã. E sei. Ela está certa.
BUM.
Granada."

O Ano Em Que Disse Sim foi um livro instigante, foi ótimo conhecer um pouco mais sobre a criadora de Greys Anatomy e How to get away with murder, entre outras séries que não acompanho.

"Um discurso de vinte minutos. Diante de cerca de dez mil pessoas. Ummm. Universo? Você está de brincadeira comigo? Durante um minuto inteiro naquela ligação, o ar não entra nem sai de meus pulmões. O reitor Hanlon pode ou não estar falando.  Eu não tenho como saber, porque o rugido em meus ouvidos torna impossível que eu escute."

De certa forma, este livro abriu meus olhos, será que estaria perdendo ótimas oportunidades porque tive medo e acabei dizendo não? Claro que isto pode acontecer e não seria tentador dizer sim e ver o que acontece, não é tão assustador assim.

14 comentários

  1. Admiro a criatividade e a maneira de prender o telespectador de Shonda Rhimes, por isso quero tanto esse livro, achei bacana a sua proposta de se arriscar em novos desafios, acho que o objetivo do livro é mesmo passar essa mensagem, que devemos conhecer novas oportunidades e novos caminhos para nos surpreendermos

    ResponderExcluir
  2. Não tinha ouvido falar do livro antes , mas gostei bastante.
    Parece ser bem legal e positivo, daquelas leituras que crescemos ao decorrer da mesma.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Mila, apesar de ter visto apenas alguns episódios esporádicos das séries da Shonda sei que o trabalho dela é admirado por um público amplo e a admiro por isso. A ideia do livro parece ser encantadora e só pela sinopse e resenha já fiquei a pensar se também não já deixei passar oportunidades na vida por medo de dizer sim, acho que a leitura desse livro deve ser enriquecedora. :)

    ResponderExcluir
  4. Mais do que me interessar por esse livro, acho que estou precisando dele. Esse negócio de dizer 'não' por medo do que pode acontecer é sempre um problema :/

    livroslapiseafins.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá, Mila.
    Não leria esse livro, porque prefiro ler ficção. E também não conhecia ela ainda porque não assisto nenhuma dessas séries. Mas acho legal ela escrever um livro assim, motivando as outras pessoas.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Oi Mila,

    só por causa de HTGAWM sou fã da Shonda! Contudo, não sou muito de livros de autoajuda, por isso não sei se leria esse... Mas, que bom saber que a obra te ajudou a refletir!

    Beijos!
    Visite o Mademoiselle Loves Books
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
  7. Que legal o enrendo desse livro, me lembra aquele filme "Sim Senhor" de Jim Carre. Se eu tivesse a escolha de fazer as coisas que eu quero, eu diria sempre sim, mas pra mim, é difícil, não por falta de tempo e sim falta de oportunidade.

    ResponderExcluir
  8. Nunca assisti essas séries, então se fosse ler não seria por isso. Não sei se gostaria de conferir também porque não faz muito meu tipo, não é dos que leio e acho que fica mais legal pra quem conhece bem, é fã e etc.

    ResponderExcluir
  9. Oi Mila, gostei do livro por dois motivos. Primeiro pelo título que me deixou curiosa, e segundo só pelas séries que você citou acima. Já quero conhecer um pouco mais do trabalhado dessa autora.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  10. Sou fã das series produzidas por Shonda Rhimes e quando vi o livro nos lançamentos da editora já adicionei em minha lista de desejados. A leitura parece realmente impulsionadora de novas descobertas. Quero muito ler.

    ResponderExcluir
  11. Interessante a premissa do livro, pela sua resenha acho que eu iria gostar da leitura. Não gosto de biografias, mas acho que o livro não se encaixa nesse tipo, está mais pra autoajuda, que eu gosto bastante. Então pretendo dar uma chance à leitura deste livro.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  12. Olha, só digo uma coisa: pra matar tantos personagens importantes tem que ter, sim, muito amor próprio hahahaha
    Tbm não sou uma grande fã dela, mas acompanho as séries e só consigo pensar "tem que ser muito f*** pra fazer isso".

    ResponderExcluir
  13. Oi, Mila!
    Geralmente esses livros não fazem meu estilo :(
    Concordo quando você disse que perdemos tanta coisa por medo de dizer sim.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  14. Não fazia IDEIA que a Shonda tinha um livro. Sou fã de Greys Anatomy e sei que se tem uma coisa que essa mulher diz é a ferir nossos sentimentos hahahaha. Achei a ideia bem bacana. Precisa-se de MUITA coragem pra aceitar certas oportunidades, as vezes dá um friozinho na barriga né?! Curti bastante a resenha. Beijos!!


    (Carol)
    Conhece o nosso blog? ourbravenewblog.weebly.com
    Estamos sempre retribuindo visitas e comentários de amigos blogueiros :)

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!