Resenha: Se você me chamar eu largo tudo, mas por favor me chame - Albert Spinosa

em 7 de junho de 2016


Título Original: Si tú me dices ven lo dejo todo. pero dime ven
Autor(a): Albert Spinosa
Tradutor: Marcelo Barbão
Gênero: Romance estrangeiro
Páginas: 154
Editora: Verus Editora



Um homem revive seus dias de menino em busca de si mesmo. Uma história terna e emocionante de perdas, ganhos e aprendizados.
Dani se dedica a procurar crianças desaparecidas. No mesmo instante em que sua mulher faz as malas para ir embora de casa, ele recebe o telefonema de um pai desesperado lhe pedindo ajuda para encontrar seu filho. O caso o levará a Capri, onde virão à tona lembranças de sua infância e das duas pessoas que mais o marcaram: o afetuoso sr. Martín e o forte George. O reencontro com o passado levará Dani a profundas reflexões sobre sua vida, a história de amor com sua esposa e as coisas que realmente importam.
Se você me chamar eu largo tudo... mas por favor me chame é um livro forte e ao mesmo tempo delicado, que vai permanecer com o leitor muito depois que ele virar a última página.


Resenha


A todos que continuam querendo ser diferentes e lutam contra aqueles que desejam que sejamos iguais...

Eu tenho um grupo na rede social Facebook, que aliás, convido a todos a participarem, chama A Elite dos Livros, faz bastante tempo que sou moderadora desde que tínhamos um grupo de troca de marcadores no Skoob, hoje posto mais resenhas e faço sorteios, mas todos que entrarem são bem vindos e convidados a postar coisas relativas a literatura!

Nesta página, tenho vários grupos e um deles chama Grupo do Livro, onde somos sete mulheres que todo mês através de um sorteio, uma recebe livros das outras participantes, nosso grupo é antigo, faz anos que somos as mesmas e foi através dele que recebi este livro maravilhoso.

O título é dos mais lindos que já vi, muito bem escolhido e condizente com a história. Este livro da Verus Editora pertence ao Grupo Editorial Record, inclusive.



"Todo casal tem seu código para discutir, para fazer amor, para se perdoar e até para se repreender mutuamente." 

Nosso protagonista chama Dani, é um homem cheio de mágoas e com baixa auto-estima, que devido a sua infância meio complicada, vive com recordações não muito agradáveis.

Ele é tipo um investigador de polícia, sua vida consiste em procurar crianças desaparecidas, busca através desse ofício, preencher o vazio que encontra-se sua vida desde a separação traumática de sua esposa.

“- Sim, assim perdi o medo das quedas. E, se você perde o medo das quedas, caminha melhor e pode até se atrever a correr. Tudo na vida deveria ser assim. Primeiro cair e depois caminhar”

Não é uma leitura pesada, aliás, nunca imaginei do que se tratava a história até o livro chegar, eu queria justamente devido ao título chamativo. É um drama com toques de suspense, muito bem escrito, com várias mensagens positivas e frases de efeito.´

Por ter apenas 154 páginas li numa noite, recomendo bastante, não é um livro triste mas contém uma história que merece ser lida, pois traz muitas reflexões sobre a vida, a morte e preconceitos.



Não gostei muito da tradução, mas quem gostou do livro Extraordinário, provavelmente gostará deste também, fica a dica!


Até a próxima,



18 comentários

  1. Oi, Nanda!
    Gente, esse título é bem chamativo. Me lembrou um quote de O Pequeno Príncipe.
    Amo sugestões de livros curtos. Anotei sobre esse.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Olá, como vai? O título é muito legal e gostei do começo de cada capítulo. Ainda bem que é leve porque ultimamente não tenho conseguido ler livros muito pesados. Vou adorar dar uma conferida.
    Abraços!
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  3. Essa é uma dica realmente interessante, não conhecia autor ou o livro e sinceramente se visse a capa e o título em uma livraria não iria chamar minha atenção, mas sua resenha despertou meu interesse e saber que é curtinho anima a leitura que deve ser rápida e com valores muito importantes expressos, já que nos faz refletir sobre a vida. Vlw pela dica ;)

    ResponderExcluir
  4. Já estou pendente para participar do grupo rsrs
    O título já nos deixa sabendo um pouco do enredo, gostei da personalidade de Dani, mesmo parecendo que sua vida é triste, são livros assim que nos trazem reflexões ótimas, boa indicação

    ResponderExcluir
  5. Olá Fernanda;
    Nunca tinha ouvido falar na obra e que título imenso rsrs
    O enredo é instigante confesso e prevejo uma leitura edificante.
    Gostei bastante da resenha, parabéns.

    Beijos da Camila.
    http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Que livro lindo e marcante! Mas com um titulo enorme kkkk
    É bom que, em determinados momentos, podemos parar e avaliar nossa vida e nossas conquistas.
    Ele é bem rapidinho mesmo, da pra fazer uma leitura leve ;)

    ResponderExcluir
  7. Só pelo título, eu já fiquei morrendo de vontade de ler. Hahaha Além disso, pela sua resenha a obra parece ser bem interessante. Gostaria muito de ler sim.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá, Nanda.
    Que título forte. Eu quis ler o livro só por causa dele. Mas a história parece ser bem interessante. Gosto muito de livros com suspense e se tem mensagens positivas nele, é ainda melhor.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  9. eu não conhecia esse livro, parece que apesar de ser pequeno ele é bastante reflexivo
    tudo bem q eu lendo o título eu fico me lembrado da música (acho q do paralamas) mas isso é loucura minha
    por na minha lista

    ResponderExcluir
  10. Nossa, que título enorme! Dani vive basicamente de ter de escolher entre deveres: o dever para com o trabalho ou o dever para com a mulher, família. Talvez até por isso o casamento esteja em crise.
    Gostei bastante do enredo.

    ResponderExcluir
  11. Humm....não conhecia esse livro. De sinopse ele parece ser bem interessante e se lembra Extraordinário ou alguma coisa assim parecida deve ser bom, acho que iria gostar. E por ele ser menorzinho é ainda mais fácil de ler. Uma boa dica.

    ResponderExcluir
  12. Oi,
    Não conhecia muito o livro e no início não fiquei empolgada. O título e a capa não me atraíram, mas lendo a resenha tive interesse por ele, já que é um livro que nos faz refletir. Gostei de Extraordinário então acho que esse é uma boa pedida.

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    confesso que não estava gostando do livro, mas no meio do seu post você me convenceu, acho que pelos quotes que você escolheu.
    Beijos

    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  14. Parece que o titulo não tem nada a ver com o livro! Imaginei outra história ao ver a capa.. Mas parece ser um livro bom, bem reflexivo, gostei!

    ResponderExcluir
  15. Oi.
    Eu adorei esse tipo, apesar de não entender o que ele realmente tem haver com livro, confesso que não gosto muito dessa temática não, mas irei ler com certeza.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  16. Eu já li o livro Extraordinário, gostei um pouco, achei este livro bem interessante, mas não sei se leria, quem sabe futuramente eu resolva conferir a história.

    ResponderExcluir
  17. Já pedi pra participar do grupo!!
    Gostei da resenha, parece ser um livro fofo com drama, mas nada exagerado e gosto de ler.
    Fiquei curiosa.
    bjs

    ResponderExcluir
  18. Amei o livro Extraordinário, amo livros com "frases de efeito" e pelo quote este esta repleto de frases lindas.
    Por falar de crianças desaparecidas achei que a leitura seria pesada. Fiquei curiosa para saber como a historia se desenvolve em tão poucas paginas.

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!