Resenha: À margem do lago - Sara Gruen

em 27 de junho de 2016
À Margem do Lago

Autor(a): Sara Gruen
Editora: Bertrand Brasil
1ª Edição
Ano: 2016
Págs: 392


Após uma festa de ano-novo da alta sociedade na Filadélfia em 1944, Madeline Hyde e seu marido Ellis são expulsos de casa pelo pai dele, um rico ex-Coronel das forças armadas, já bastante envergonhado pela incapacidade do filho em ir para a guerra. Com a ajuda do melhor amigo, Hank, Ellis chega à conclusão que a única maneira de reconquistar os favores do pai é ser bem-sucedido em algo que o Coronel falhou no passado: caçar o famoso monstro do Lago Ness. Maddie, relutantemente, cruza o oceano Atlântico com eles, deixando para trás seu aconchegante e protegido mundo. O trio chega a um vilarejo distante nas Terras Altas da Escócia, onde são desprezados pelos moradores locais. Maddie fica sozinha numa isolada hospedaria, onde a comida é racionada, o combustível é escasso e o carteiro bater na porta pode significar notícias trágicas. Apesar disso, ela começa a se apaixonar pela beleza deslumbrante e a magia sutil do interior escocês, e a amizade com duas jovens mulheres abre seus olhos para um mundo maior do que ela imaginava existir. Maddie começa a perceber que nada é o que parece: os valores que ela mais prezava se mostram insustentáveis, e monstros surgem onde menos se espera.


Resenha


Eu já conheço a autora devido ao livro Água para Elefantes, que é dos meus favoritos, tem a adaptação cinematográfica que eu também gostei. Acho sua escrita simples e fácil, gostosa de ler, então claro que quero ler seus outros romances, tenho A casa dos macacos que preciso urgentemente ler, pois está na fila há anos.

Neste lançamento do Grupo Editorial Record, com o selo da Bertrand Brasil, achei a capa bem feia, poderiam ter caprichado nela, pesquisando pela internet encontrei várias outras lançadas em outros lugares muito melhores que a nossa, como as que achei abaixo: Grã-Bretanha, Reino Unido e EUA.




Enfim, vamos a história, nossa protagonista chama-se Madeleine, ela e seu marido Hank são expulsos de casa pelo sogro, devido ao marido e filho dele, se recusar a ir para a guerra, o que para ele era uma vergonha. Como seu pai fracassou ao encontrar o mítico monstro do Lago Ness no passado, Hank empenha-se numa aventura para tentar encontrá-lo para tentar se redimir com ele. Como o fato envergonhou, com razão, sua família, ele coloca na cabeça que só tendo algum sucesso na empreitada limpará o nome de sua família e de quebra, conseguir o perdão do pai.

Estamos em 1945, em plena Segunda Guerra Mundial estourando, e eles conseguem finalmente chegar na Escócia,  se hospedam num vilarejo e seu marido juntamente com seu melhor amigo que trouxe junto, iniciam a saga em busca do dito monstro.



Como em Água para elefantes, a autora novamente nos coloca dentro de uma história surreal, mas muito bem contada, em que nos sentimos na pele das personagens, continuo afirmando que ela escreve super bem e sua narrativa flui perfeitamente, e em nenhum momento, por mais absurda a história pareça eu não pensei em desistir.


Passei algumas noites lendo-o e garanto que quem se aventurar nesta leitura vai se surpreender, não é todo dia que encontramos livros usando o monstro do lago Ness em histórias ficcionais ou baseadas em fatos reais, eu pelo menos nunca tinha lido nada igual.

Gosto de sair do conforto de ler sempre as mesmas coisas, geralmente eu leio livros mais sérios, dramas e biográficos, então é bom sair do lugar comum, para abrir mais a mente também. Assim descubro mundos novos onde nunca imaginei estar, preciso me aventurar mais neles...


A autora é muito criativa nessa arte de contar uma boa história, neste livro encontramos muita aventura, reviravoltas e romance, então, não deixo de recomendar, principalmente agora que muitos estão de férias da faculdade, é um livro muito gostoso para ler nesse período!

E aí, gostaram da resenha? Que tal se aventurar?

Boa leitura e até a próxima,





16 comentários

  1. Oie Mila,
    não conhecia o livro, mas a história parece ser muito bonita, gostei bastante

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Aiiiiii,

    desde que vi esse lançamento estou desejando. Tá na minha wishlist.

    ainda não li Água para Elefantes mas também morro de vontade.

    xoxo
    Mila F.
    @camila_marcia
    www.delivroemlivro.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Nanda,
    Também não gostei da capa brasileira e concordo quando você diz que eles poderiam ter caprichado um pouco mas, afinal a primeira impressão quase sempre fica e a capa é que chama o leitor inicialmente. Sobre a história parece ser interessante e ficcional, monstro do lago ness? Não me lembro de já ter lido um livro com esse ponto de partida, mas apesar de não conhecer a autora ainda, achei a história interessante.

    ResponderExcluir
  4. Oi Nanda, eu gosto muito de Água para Elefantes também.E acho que não li mais nenhuma obra da Sara. Sua resenha me chamou atenção pra esse livro, e tenho quase certeza de que vou gostar.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  5. Eu assisti Água para Elefantes e curti... se vc não fizesse a referencia, eu não associaria que autora deste livro é a mesma. Enfim, não foi uma leitura que tenha me chamado a atenção, mas eu adoro qualquer coisa que cite a Escócia e se a história foi a partir da perspectiva de Madeleine acho que curtiria.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Nanda!
    Eu não sabia do livro.
    Realmente essa capa brasileira poderia ser melhorzinha hein...
    Eu curti a premissa da história, principalmente por se passar na Escócia.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de aniversário do blog Crônica sem Eira

    ResponderExcluir
  7. Também achei a capa nacional bem feinha, poderiam ter se dedicado mais nela, mas avaliando o conteúdo do livro, tenho certeza que a leitura valeria a pena, amo histórias que se passam na Segunda Guerra Mundial, e amei a dedicação do filho para caçar o monstro, ainda não li nada da autora mas espero por uma história que me envolva com os cenários e com os personagens

    ResponderExcluir
  8. oie,
    acredita que eu ainda não li nem assisti o água para elefantes? minha irmã adora.
    adorei a premissa, eu adoro essas histórias com esses "monstros" como o monstro do lado ness, o pé grande e por ai vai
    sem falar que ainda tem aventura e romance?
    definitivamente vai para a minha lista
    p.s tenho q concordar a capa é meio feia mesmo

    ResponderExcluir
  9. Oi,
    Eu não li água para elefantes e nem conhecia o livro. Gosto de livros de época e fiquei bastante empolgada com o livro.

    ResponderExcluir
  10. Gostei da resenha, mas acho que não leria o livro..
    Água para elefantes está na minha estante a um bom tempo, preciso ler logo! Mas esse não me chamou atenção.

    ResponderExcluir
  11. Olá, Nanda.
    Eu gostei da capa. Também perto da que tenho aqui em casa de Água para elefantes que é a capa do filme, essa é até bonita hehe. Não sabia desse outro livro lançado pela autora e claro que me interessa. E acredita que quando criança era obcecada pelo monstro do lago Ness? hehe

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Oi.
    Eu amei a resenha.
    Amo livros de aventura e amei ainda não que há um cenário de guerra o que eu particularmente gosto bastante.
    Amei a premissa do livro essa com certeza será minha próxima leitura.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  13. Tenho os livros Água para Elefantes e A Casa dos Macacos e vou ler urgentemente, não sabia que a autora é tão maravilhosa :) Quanto a capa, eu já acho esta mais bonita que as dos outros países. Sempre tenho curiosidade de ler coisas sobre figuras do imaginário popular e fiquei curiosa quando li que o livro tem uma caçada ao mostro do lago Ness.

    ResponderExcluir
  14. Eu demorei um pouquinho pra perceber que era a mesma autora daquele de água para elefantes, não lembrava o nome =/
    Mas já queria ler porque só pela sinopse deu aquela coisa pra descobrir mais dele. O tempo é o que mais me encantou e ele parece ter uma boa história, com uma personagem interessante de acompanhar. E ah, falou em Escócia já garantiu minha curiosidade. Vontade de ler é que não falta.

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia este livro, nem esta autora, lendo sua resenha percebi que a história deste livro não faz muito meu estilo de leituras, então no momento não pretendo ler, quem sabe futuramente.

    ResponderExcluir
  16. Já faz muito tempo que quero ler Águas para elefante mas ainda não o li, e agora gostei ainda mais desse novo livro da autora, ainda mais por se passar no período da segunda guerra, que é um tema que me toca profundamente.
    Anotado aqui!
    bjs

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!