Novidades por Lilian Comunica

em 28 de junho de 2016

Ola meus amores, bom dia!!

Vamos conhecer alguns dos lançamentos do mês de Junho em parceria com Lilian Comunica. Tem para todos os gostos!




Peter, a história de um garoto órfão

Aventura infantil, da capixaba Elaine Bastos, ensina as crianças sobre a importância de superar desafios e conquistar os objetivos

Em As Aventuras de Peter no Reino do Mago Magnum, a autora capixaba Elaine Bastos Mayworm traz para o público infantil uma narrativa sobre liberdade interior e coragem para se descobrir. Com desenhos da ilustradora Ana Branco, o título discute muitas questões com todos os leitores, como: a importância de investigar o que os instiga, de compreender a inquietação que move toda criança a conhecer a si mesma e o mundo.

Apaixonada por histórias, Elaine dedica seu tempo para encantar jovens e crianças através das aventuras que escreve, sempre cercadas de magia e muita emoção. Abordando temas tão controversos na atualidade, As Aventuras de Peter no Reino do Mago Magnum revela importantes lições para os pequenos.

Na história, Peter é um garoto órfão, que vive em uma cidade chamada Sem Sorriso. A vida dele costumava ser monótona, até o dia que encontra uma concha mágica que lhe disse um segredo surpreendente – o misterioso unicórnio branco desejava ser livre, e Peter era o único que poderia ajuda-lo. Com isso, o personagem parte em uma aventura pela floresta encantada para cumprir essa missão. Ele só não contava que o terrível mago da noite, o Mago Magnum, iria tentar atrapalhar os seus planos.

“– Mas – balbucia Peter – onde posso encontrar o unicórnio? – Contudo, ao pronunciar estas palavras, quase não consegue ouvir o restante da canção“... O terrível Mago da Noite, o Mago Magmum, dentro da Floresta Encantada...”

Determinado a seguir o sonho de libertar o animal, Peter está disposto a enfrentar todos os desafios que aparecem no caminho. O enredo destaca a importância da autodescoberta e da coragem para enfrentar situações novas, temas essenciais para a juventude. Com essa narrativa, a autora cria um ótimo exemplo para todos os jovens e crianças. Afinal, para eles todos os dias é uma grande descoberta.

Sobre a autora:

Elaine Bastos Mayworm  escreve histórias para jovens e crianças e já publicou o livro O Segredo da Harpa Dourada, que também leva os pequenos a descobertas incríveis e os transporta para o universo dos verdadeiros contos de fada.
Elaine nasceu em Colatina, no Espírito Santo, cresceu no Rio de Janeiro e hoje mora em Ubatuba, em São Paulo. Sobre sua história ela revela: “Tenho dois netos maravilhosos: Lara e Pedro. Adoram histórias! Mas é assim mesmo, quem é que não gosta?".



Luke Skywalker não sabe ler. Como assim?

Livro geek, escrito pelo americano Ryan Britt reúne histórias do universo Star Wars e outras culturas pop

Luke Skywalker não sabe ler e outras verdades geeks, é o primeiro livro do autor Ryan Britt, que promete contar muitas verdades sobre esse universo geek tão adorado. Publicado pelo selo Chronos da Editora Pandorga, a obra revela respostas para perguntas nunca antes pensadas por esse público.

Afinal, como o próprio autor escreve: “Se houvesse um grupinho onde todos concorda­vam em ser normais juntos, eu não fazia parte dele.” Ryan era um geek antes mesmo desse termo ser relacionado com pessoas legais, e antes de todo esse universo se tornar mais popular do que nunca.

“[...] a Gap, de repente, está vendendo camisetas do Star Trek. Parece que de uma hora para outra, ser “geek” passou a ser legal, e um artigo de um blog alardeia que os geeks não apenas estão na moda, como também a moda veio para ficar. Os geeks herdaram a Terra, e é por isso que Star Trek, Star Wars, os heróis de histórias em quadrinhos e os romances fantásticos estão mais populares do que nunca. ” (p.10)

Com capítulos curiosos, conspiratórios, engraçados e “polêmicos”, o livro convida os leitores a entrar na cabeça maluca do autor, conhecer um pouco de sua vida e verdades geeks. Com uma linguagem bem informal e descontraída, e abusando de criatividade mesclada com sua maluquice, o escritor recheia a obra com referências cinematográficas.

“Alternando entre anedotas pessoais, insights hilários e análises inteligentes, Luke Skywalker não sabe ler e outras verdades geeks irá mostrar que Barbarella é bom pra você, que filmes de monstros não passam de comédias com problemas de compromisso, que Drácula e Sherlock Holmes são completos hipsters e o mais chocante: que todos no universo Star Wars são analfabetos funcionais.” (capa).

O livro é feito para todos aqueles que já fingiram que a lanterna era um sabre de luz, enfrentaram filas de cinema à meia-noite ou sonharam em ser abduzidos por alienígenas. Luke Skywalker não sabe ler e outras verdades geeks, está aquém da cultura pop-literária e vai contar histórias como: por que os robôs hipsters vão salvar a todos nós; por que ninguém se incomoda com as novas versões de Hamlet; como seria se Frodo não existisse; e alguma teoria maluca sobre De volta para o futuro.



Misterius In Versus

E se você recebesse a missão de descobrir um grande segredo?

Em obra, escritor brasileiro leva leitores a uma busca em torno de um dos maiores mistérios do ocidente por meio de uma trama que se desenvolve entre Brasil e Portugal

Em Misterius Inversus, livro escrito pelo carioca e filho de pais portugueses, Antonio Marcos Correia, os leitores irão mergulhar em uma busca por mistérios inimagináveis através de templos, locais sagrados e destinos turísticos entre o velho continente e a cidade do Rio de Janeiro.

A obra traz como personagem principal Eduardo, um pacato bibliotecário do arquivo público em Portugal, que cai em uma armadilha montada por membros de uma sociedade secreta e passa a ser alvo de chantagem, o que o impele a uma busca por tesouros perdidos.

Na narrativa, a solução em torno do hipotético túmulo de Maria Madalena surge através de um caminho português. Na trama, o poeta Luiz de Camões teria deixado pistas em suas obras e em outros lugares que indicariam a localização de tal segredo.

Cruz ficou um pouco perplexo tentando descobrir
o que significava aquilo e então se viu na frente de um
quebra-cabeças. Tentou ler os números mentalmente de
forma pausada, como dizia o título, na esperança de ter
alguma luz sobre aquilo. Leu os números na vertical, na
diagonal, na horizontal, de trás para frente, mas nada tinha
significado especial para ele. Foi quando então teve
uma ideia que iria lhe render vários problemas, guardou
o papel no bolso da camisa para raciocinar sobre ele na
tranquilidade de sua casa. 

O livro, segundo o autor, é uma hipótese histórica, já que traz fatos históricos reais com nexos de ficção entre eles. Além de se basear na literatura acadêmica para compor as páginas, todos os locais descritos foram visitados pelo escritor em viagens. “Essa proximidade com a realidade dá ao leitor a possibilidade de se achar próximo dos mistérios a serem resolvidos e a sensação que podemos fazer parte na vida real na solução deste e de outras incógnitas. Isso é por si só é instigante”, afirma.



Sobre o autor: É carioca, filho de pais portugueses, atua em sua cidade natal como empresário em diversos ramos da atividade e no momento cursa graduação em relações internacionais. Desde novo, aprendeu com sua família a gostar de história, em especial aquela que liga o Brasil a Portugal. Desde criança, tomou gosto pela leitura de qualquer coisa que se referisse a mistériose segredos guardados pelo tempo, qualquer fato que a cronologia escondesse com um véu de brumas era fruto de sua curiosidade, que sempre foi bastante aguçada. Esta vontade de conhecer aquilo que se esconde por trás da história objetiva o levou a conjecturar uma série de teorias que se entrelaçam neste livro de ficção. O livro conta, como pano de fundo, com lugares que existem na vida real e que fazem parte da vivência do autor.



Quando o Céu se Apaga

Uma batalha verídica contra a escoliose

Quando o céu se apaga relata a história da autora maceioense Mirian Vidal, em uma luta eterna contra a doença, e a aceitação de que é possível sim, ser muito feliz e aproveitar o melhor da vida...

“Sou deformada. Eu estou aqui, e minha coluna, no Japão, e se você estiver lendo isso no Japão, tenha certeza de que minha coluna estará no Brasil. Meu corpo era meu inimigo. Minha doença iria me consumir até eu perder todos os movimentos. Não havia como corrigir a coluna, apenas esperar que ela evoluísse. A coluna era uma bomba acionada para apagar todos os meus órgãos.” (p. 18)

Baseando-se na própria história, a publicitária Mirian Vidal escreveu o livro Quando o céu se apaga, uma narrativa encantadora que demonstra o dia-a-dia de uma pessoa com escoliose, e a superação e aceitação da doença e do próprio corpo.

A autora revela nas páginas do livro os sentimentos que teve quando descobriu a doença, recebeu o diagnóstico de que não teria cura e não seria possível realizar a cirurgia de correção da coluna. E, no meio disso tudo, ela encanta os leitores com a mensagem sincera de otimismo pela vida.

A história gira em torno de uma personagem anônima, que não tem a identidade revelada até o final da obra. Logo no início, a jovem garota percebe que era diferente das outras crianças. Enquanto as amigas cresciam e desenvolviam figuras bonitas e femininas, a personagem nota que o próprio corpo permanece pequeno e amassado.

“Só que a única coisa que eu queria era sair daquele lugar, ser uma adolescente, com corpo de adolescente...” (p. 74)

Conforme cresce, a heroína relata aos leitores todos os lados da escoliose, seja no pensamento e preocupações da família, na forma como ela se sente no próprio corpo doente e como as outras pessoas olham – com pena, desprezo ou nojo – para a personagem.

“Agora as coisas começavam a fazer sentido. Entendi que aspessoas não me olhavam apenas porque eu estava na cadeira derodas, entendi porque não tinha amigos na escola, entendi porque a Suelen me olhava com aqueles olhos de desprezo e uma espécie de nojo. Os olhares assustados que me acompanhavam agora faziam todo o sentido. [...]Eu própria estava assustada com o que via na minha frente. Alguém tão pequeno, amassado. Era o mesmo terror que ver um carro totalmente destruído na estrada, a única diferença é que eu não tinha um acidente para justificar aquela imagem. Parecia que a cada dia que eu ia dormir, algo no meu corpo se revoltava.” (p. 117)

Afinal, ela precisa aceitar que cada dia é um desafio. Cada noite é uma superação e toda vida é valiosa. Por mais ínfimos que sejam os momentos, a vida é baseada em sentimentos, lembranças e sensações. Afinal, como a própria autora expõe na obra, “Eu viveria aquele dia. Eu enfrentaria muitas outras batalhas. Eu seria famosa por conta de todas aquelas guerras. Mas naquele instante. Eu esqueceria o passado. Eu esqueceria o futuro. Eu viveria o presente. Intensamente”.

Sobre a autora: Mirian Vidal nasceu em 1989, na cidade de Maceió - AL, mas, atualmente, vive em São Paulo. É formada em Publicidade e Propaganda e escreve contos desde seus 7 anos. Quando o céu se apaga é seu primeiro livro e começou a escrevê-lo para presentear uma amiga, sem nenhuma intenção de publicá-lo. Viveu algumas das coisas que escreveu e fantasiou outras. É apaixonada pela sua família, por seus amigos, livros, conversas, cinema e música de desenhos animados.

16 comentários

  1. Oi Mila, achei interessante o tema de Quando o Céu se Apaga, conheço muito pouco, pra não dizer nada dessa doença e o fato do livro relatar a história da autora desperta ainda mais a curiosidade do leitor :)

    ResponderExcluir
  2. Oie Mila,
    nossa achei bem fofo o primeiro livro.
    Não conhecia nenhum, mas alguns me chamaram atenção

    bjs
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  3. Realmente são lançamentos para todos os gostos
    Me interessei por Quando o Céu se Apaga, até me identifiquei. Peter, a história de um garoto órfão também parece ser bem nostálgico e bem escrito

    ResponderExcluir
  4. Desta vez, o único que gostei foi Misterius In Versus.

    ResponderExcluir
  5. Oi Mila,
    adorei os lançamentos e o que mais me chamou atenção foi o livro Misterius In Versus.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  6. Olá, Mila.
    Eu já tinha visto Quando o céu se apaga e além da capa muito bonita, achei ele bem interessante. Me interessei também por Misterius In Versus e leria.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi Mila.
    Adorei os lançamentos, mas o que me conquistou menso foi o livro Quando o Céu se Apaga, amei a capa, e a sinopse é maravilhosa, irei ler com certeza.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  8. Oi Mila!!!

    Peter, a história de um garoto órfão parece ser fofo e bem como fã de Star Wars fiquei super interessada por Luke Skywalker não sabe ler!!!

    Muita coisa boa na lista!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. "Quando o Céu se Apaga" achei muito interessante e a leitura não deixa de ser uma forma de conhecer e entender mais sobre a doença.

    ResponderExcluir
  10. os livros são interessantes, mas nenhum que tenha dado aquele desespero para ter.
    os que mais me chamaram atenção foi o lukeskywealker e o quando o céu se apaga

    ResponderExcluir
  11. Muitos lançamentos interessantes. Gostei da sinopse de Peter, a história de um garoto órfão. Quando o Céu se Apaga já esta entre meus desejados.

    ResponderExcluir
  12. Tem bastante coisa diferente, pra todos os gostos. Achei fofo esse primeiro, mas o que mais chamou minha atenção foi Quando o Céu se Apaga. Gostei da sinopse dele.

    ResponderExcluir
  13. Bem legais estas novidades, me interessei pelo livro Quando o Céu se Apaga, a história parece ser muito boa.

    ResponderExcluir
  14. Gostei de todos, principalmente o do Peter, que parece ser uma gracinha, e viciante!
    E Quando o céu de apaga tem uma premissa bem bacana e capa lindona!
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Oi,
    As novidades estão ótimas! Quando o céu se apaga parece ser lindo e também muito triste. E a capa está linda... Esse tom de ruivo é um sonho!

    ResponderExcluir
  16. Oi Mila,

    quantos lançamentos bacanas! Adorei a capa de Quando o Céu se Apaga e fiquei curiosa para ler, pois também já tive problemas de coluna e sei que são bem complicadinhos...

    Beijos!
    Visite o Mademoiselle Loves Books
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!