Resenha: Amantes: Uma história da outra - Elizabeth Abbott

em 31 de maio de 2016

AMANTES: UMA HISTORIA DA OUTRA
Autor(a): Elizabeth Abbott
Tradução: Clóvis Marques
Idioma: Português
Páginas: 672
Ano de Edição: 2016
Edição: 1ª

Em uma picante mistura de história, biografia e panorama cultural, Amantes destrincha as motivações e virtudes das mulheres, fictícias ou reais, que foram dispostas à margem da sociedade ao se verem na posição de amantes. Com estilo vívido, a pesquisadora Elizabeth Abott retrata a intimidade dessas mulheres através dos séculos: das concubinas chinesas às amantes reais europeias e consortes clandestinas de padres (nada) celibatários. Também desconstrói a figura de garotas de mafiosos, a ideia da amante como troféu e o poder das amantes modernas.




Resenha

Um livro muito interessante e cultural sobre a "função" de ser amante, no caso, amante de homens poderosos que é o foco do livro, sobre como essas mulheres surgiram e foram tão importantes quanto suas esposas.

Neste lançamento do Grupo Editorial Record, nos deliciamos com várias histórias trágicas e muitas vezes cômicas, que a pesquisadora canadense Elizabeth Abbott aborda a fundo.

Eu já amei começando pela bela capa com a pintura de Madame de Pompadour, como amo livros históricos, e este apesar de não ser nenhum romance histórico, é repleto de curiosidades de vários períodos muito importantes.

Já iniciando pela nossa bíblia cristã, temos o rei Salomão com suas trezentas concubinas, além das suas setecentas esposas, em muitas épocas a concubina tinha a função de segunda esposa, aliás, neste livro a autora esclarece a diferença entre concubina e prostituta.




"Os casamentos reais estavam bem perto do topo da lista de decisões importantes. Seu objetivo era perpetuar a linhagem divina do monarca e fortalecer o país com relações econômicas estratégicas e alianças militares."


A autora foca mais nos casos ocidentais, mas conta vários outros orientais também, se focasse igualmente acredito que este livro seria muito maior do que suas 672 páginas.

Apesar de ser um livro longo, em nenhum momento é cansativo, como disse acima, é muito legal, degustamos das históricas com muito deleite, são inúmeras as curiosidades e muitas pessoas são bem conhecidas, como por exemplo, a musa Marilyn Monroe entre várias outras personalidades famosas.

São treze capítulos, onde conhecemos desde as amantes da Antiguidade, passando pelas escritoras famosas e as nem tanto, gueixas, haréns, princesas e rainhas, amantes clericais, de mafiosos e bandidos históricos, chefes de estado e como eram vistas: troféus, musas ou para suprir necessidades.


"A eterna duplicidade de padrões não só condena a mulher muito mais do que seu parceiro masculino de pecado como ainda aumenta sua insegurança."

Este é um tipo de leitura que abre nossa mente, uma sociedade machista como a nossa, em que condenamos e culpamos as mulheres geralmente por traições em casamentos, traz a tona reflexões necessárias e atuais, em como a realidade é bem outra. Ao invés de condenarmos e apontarmos dedos crucificadores, deveríamos analisar todas as possibilidades e neste livro as encontramos. Claro que nada justifica a traição, é algo que nos magoa e traumatiza, mas é bom estudarmos o tema, para tentar entender, talvez, essa postura.

Eu realmente adorei a leitura, acredito que os amantes de História vão curtir bastante, então fica a dica de mais uma leitura diferente e repleta de biografias para conhecimento e diversão.

Até a próxima,



17 comentários

  1. Eu não gostei muito da ideia do livro... Mas achei a capa muito linda!

    ResponderExcluir
  2. Deve ser um livro muito interessante, principalmente por retrata várias culturas diferentes, além de termos um conhecimento maior sobre como era ser amante nessa época tão diplomática, e como a sociedade via isso. Esse e um livro para se degustar, e se aventurar, como se diz sair caverninha de Platão, amei a premissa da estória, já vou anotar essa dica.

    ResponderExcluir
  3. A capa é bonita mesmo, e apesar de não ser bem meu estilo de livro, se tiver a oportunidade lerei sim.
    Parece ser legal até e diferente, interessante. rs
    bjss

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nanda!
    Como sou fã e muito curiosa por histórias dessa época, tenho certeza que me interessaria pelo livro! A capa é lindíssima!
    Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Elidiane - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, Nanda.
    Achei essa capa linda também. E o tema abordado é muito interessante. Ainda mais em tempos machistas como esse em que vivemos. Apesar de preferir livros diferentes, esse é um que leria com certeza.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Fiquei, sem dúvidas, cheio de vontade de conferir a obra. Adoro história e quero conferir a visão das amantes dentro do processo histórico. Já li um livro parecido, sobre os amores proibidos, mas era somente sobre o Brasil.

    ResponderExcluir
  7. Apesar de achar a ideia do livro interessante não é o estilo que gosto de ler normalmente , embora a resenha esteja bem instigante...

    www.emcadapágina.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Nanda!
    Como você acho que nada justifica traição, acho que se você não quer mais a pessoa ou ela não lhe faz bem se afasta, se divorcia etc.. Mesmo apesar de entender o argumento de analisar as possibilidades, ainda sim acho que não leria um livro que vai contra meus valores o que eu acredito como pessoa, mais é o que você disse não julgo ngm e cada um faz o que achar melhor e se sentir melhor em fazer.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Se é para ser amante, que seja mesmo de um homem poderoso, e aí até pode entrar pra história, haha!

    ResponderExcluir
  10. Também amo livros históricos e me apaixonei pela capa, muito bom o tema tratado, de amantes, não li muitos livros em que esse assunto é tratado mas esse parece ser um livro genial, principalmente pelo autor conseguir fazer um livro tão grande não ser cansativo, sera uma das minhas próximas compras

    ResponderExcluir
  11. Também adorei essa capa e fiquei achando que seria algum histórico por causa dela. De qualquer forma o tema é interessante. Ainda mais pelo tempo. Quem, quando estuda ou procura alguma coisa de história de reis ou coisa assim, não vê menção a alguma amante importante e etc? É interessante ter um livro que retrate mais desse assunto. E ele fala de muitos tipos de amantes, épocas e tal. Parece ir fundo no assunto. Gostei dele.

    ResponderExcluir
  12. Oi Nanda!
    Eu adoro história! Não conhecia esse livro, mas o assunto e a capa me atraíram... Dica anotada!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  13. Quem disse que vida de mulher é fácil? Desde sempre mulher é tida como objeto. Reforço a leitura de livros com temas atuais a todos, pra que conheçam, saibam, que o mundo precisa mudar, que pensamentos retrógrados não têm mais lugar na sociedade.

    ResponderExcluir
  14. Adoro livros sobre curiosidades!
    Esse livro é bem interessante e acredito que contenha fatos intrigantes. Estou bem ansiosa para com a leitura, espero me agradar com a mesma.

    ResponderExcluir
  15. Oi.
    A capa é muito bonita, gosto nuito de leituras que me tira da zona de conforto como você mesma disse, abre nossa mente isso é inovador e eu fiquei bem interessada, a premissa do livro me parece ser ótima.
    Ansiosa para ler.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  16. Que tema diferente, não é ? Eu pelo menos, nunca li nada parecido. Mas eu gostei dessa ideia, as vezes temos uma imagem de algo por causa de apenas uma versão. Seria bom conhecer a vida delas por sua própria versão. Eu leria esse livro, com certeza :)

    ResponderExcluir
  17. Oi, Nanda!
    Achei ele no mínimo diferente por falar de amantes. Talvez leria.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!