Resenha: H.Stern - Consuelo Dieguez

em 28 de abril de 2016



H Stern

A História do Homem e da Empresa
Autor: Consuelo Dieguez
EAN: 9788501106643
Gênero: Biografia/ Memória
Preço: R$ 60,00
Ano: 2015 / Páginas: 269
Editora: Record


Ao articular pesquisa histórica profunda a fotos, cartas e documentos inéditos, H Stern: a história do homem e da empresa capta o espírito dos tempos – as dúvidas, anseios e desafios do homem, do indivíduo – para reconstituir a vida de Hans Stern desde a fuga da Alemanha nazista até seus últimos dias no Brasil, onde construiu o que viria a se tornar uma das empresas brasileiras mais bem-sucedidas da história.

Com argúcia e simplicidade, além da valorização das pedras brasileiras e do desenvolvimento de estratégias inovadoras no treinamento dos vendedores e no trato com os clientes, Hans Stern fez da H.Stern uma companhia de prestígio internacional. Sua impressionante trajetória é aqui apresentada pela brilhante jornalista Consuelo Dieguez.

Biografia, Autobiografia, Memórias



Resenha


Particularmente eu sou adepta de leitura de biografias, acredito que aprendemos muito com elas, algumas histórias de vidas bem diferentes das que convivemos geralmente surpreendem, e foi assim com este livro.

Hans Stern foi um empreendedor que construiu no país uma das empresas líderes do mercado de jóias do mundo.
 
A história de sua vida, uma saga minuciosamente contada pela autora neste livro, refaz o caminho das pedras por onde ele passou, em 1939 aos 16 anos, saiu da Alemanha com seus pais e avô, fugiram do terror nazista e da violência com que eram tratados os judeus durante a Segunda Guerra. Sua família deixava para traz uma vida burguesa para viver de favor com um tio no Rio de Janeiro, Hans aprendeu rapidamente a língua portuguesa, passou a trabalhar num armazém e depois numa loja de selos até conhecer o mercado de pedras e fundar sua loja em 1945, então aos 22 anos.

A empresa H. Stern hoje completa sete décadas de existência, para redigir o livro, Consuelo Dieguez, que trabalha há quase dez anos na revista Piauí, levou pouco mais de um ano. Nele, ela faz revelações íntimas dos personagens e toca em assuntos delicados.

O livro é voltado a empreendedores, empresários, que encontram neste tipo de leitura algo inspirador, mas não somente esse público irá gostar, pois histórias de vidas reais que mesmo com tantos percalços no caminho, deram certo são muito interessantes.






Apaixonado pelo Rio, o empresário ajudou a divulgar as pedras brasileiras, iniciou coleções sazonais que até hoje fazem sucesso na marca.


Aos fãs de uma boa biografia, este livro é um presente!


Espero que tenham gostado da dica, até a próxima,



15 comentários

  1. Oi Fernanda.

    Gostei bastante da resenha, mas infelizmente não sou uma pessoa que gosta de ler biografia, já li muitas e aprende muito também, mas infelizmente hoje não funciona mais para mim.
    A estória me parece ser muito inspiradora.
    Bom Dia.

    ResponderExcluir
  2. Percebi porque o livro tem um precinho elevado. Esse cara é fantástico !! Soube aproveitar as chances que a vida lhe deu, e não é qualquer um que da esse reviravolta na vida. Com certeza vale a pena ler esse livro, tem muito a ensinar.
    Bom dia !

    ResponderExcluir
  3. Diferente de você eu não leio muitas biografias, não me adapto nem um pouco, Hans parece ter vivido muitos fatos históricos do Brasil e conseguiu mesmo assim superar todos e construir esta grande empresa, mesmo não gostando do gênero espero conferir, amo livros que falem de empresas e negócios

    ResponderExcluir
  4. Oi Mila,
    confesso que realmente não é a minha leitura preferida, mas o tema para ser bom, quem sabe eu dê uma chance.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Nanda!
    Dessa vez vou passar a dica.. Não sou muito de biografias.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  6. Biografias não costumam me atrair muito, são raras as exceções e esse livro não é uma delas, gostei muito da resenha, mas realmente não fiquei interessada no momento.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Não é do tipo de leitura que me interessa, mas ultimamente estou procurando livros de biografia para ler. De qualquer forma vou colocar esse livro na lista ^^

    Beijokas da Mylloka
    http://myllokasecret.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu já li algumas biografias ,apesar de não serem o meu tipo de livro preferido., mas ,com certeza, sempre podemos tirar alguma lição de vida, uma inspiração desse tipo de livro.

    www.emcadapagina.com

    ResponderExcluir
  9. Eu particularmente não gosto muito de biografias, pois na maioria das vezes elas acabam se tornando uma leitura cansativa e monótona, mas uma vez ou outra abro uma pequena exceção. Fico feliz que você tenha gostado do livro, mas infelizmente essa não é uma leitura que eu faria.
    Achei muito legal o fato do Hans Stern, apesar de todas as dificuldades e perseguições da época, conseguiu fazer uma carreira incrível e uma empresa de renome!

    ResponderExcluir
  10. Oi Mila oi Fernanda!
    Sempre admirei a empresa H. Stern pelas peças e design mesmo.
    Não costumo muito ler biografias (exceto quando tratam sobre a guerra, nazismo, antissemitismo e afins) mas essa parece ser muito interessante.
    Obrigada pela dica e parabéns pela resenha.
    Beijos!
    Lua.

    http://luahmelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Não gosto mouito de ler biografias, não sei o porque, mas vejo que vou ter que começar a mudar, pois há várias histórias em que merecem ser lidas e são muito importantes, como essa, acho que vou começar a ler mais clássicos brasileiros e biografias, amei sua dica e de saber um pouco da história dele e que mostrou o mundo a fora uma das preciosidades brasileiras.

    ResponderExcluir
  12. Não é o tipo de leitura que eu gosto, prefiro uma cinebiografia, mas ta aí um homem que soube aproveitar as oportunidades que apareceram, absorver conhecimento, e se tornar uma grande figura.

    ResponderExcluir
  13. Por mais que o livro pareça interessante, com uma boa história, não gosto de biografias, então creio que não leria.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  14. Olá, Nanda.
    Diferente de você, eu não gosto de biografias. Prefiro ler ficção. Então por isso eu não leria esse livro. Mas que bom que você gostou e indica ele para os fãs do gênero.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  15. É, não é muito meu estilo e esse tipo de livro é raro de chamar atenção. Só quando sinto aquela necessidade de ter algo mais pra saber de tal personalidade, mas nem assim, é raro mesmo que leia. Confesso que não chamou muita atenção =/

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!