Resenha: O leitor do trem das 6h27

em 23 de fevereiro de 2016







Autor: Jean-Paul Didierlaurent
Editora Intrínseca
Ano: 2015 / Páginas: 176


Sinopse: Um romance sensível sobre o poder dos livros e da literatura.Operário discreto de uma usina que destrói encalhe de livros, Guylain Vignolles é um solteiro na casa dos trinta anos que leva uma vida monótona e solitária. Todos os dias, esse amante das palavras salva algumas páginas dos dentes de metal da ameaçadora máquina que opera.A cada trajeto até o trabalho, ele lê no trem das 6h27 os trechos que escaparam do triturador na véspera. Um dia, Guylain encontra textos de um misterioso desconhecido que vão fazê-lo buscar cores diferentes para seu mundo e escrever uma nova história para sua vida.Com delicadeza e comicidade, Didierlaurent revela um universo singular, pleno de amor e poesia, em que os personagens mais banais são seres extraordinários e a literatura remedia a monotonia cotidiana.
Literatura Estrangeira / Romance





As notas do Skoob são muito relativas, quando fico curiosa com um determinado livro, eu vou logo dar uma olhada nas notas do Skoob, claro que neste caso a curiosidade com o título do livro também me chamou atenção, então minha nota ficou em três, mas de todo caso não foi uma leitura perdida, o livro teve seus momentos, foi divertido, foi emocionante e ao mesmo tempo meio doido.

Guylain Vignolles, é o nosso protagonista por assim dizer, um nome bem esquisito e até complicado de se falar, ele é o operário de uma máquina que destroi livros, não tem muitos amigos, sua rotina consiste em levantar para trabalhar, fazer sua caminhada diária até a estação do trem, ler em voz alta durante o percurso, aguentar seu longo dia de trabalho, ter que aturar seu chefe entre outras coisas, voltar para casa, dar comida ao peixeinho e dormir, bom, é mais ou menos assim.

"Não, não está tudo tão bem assim, Guylain teve vontade de retrucar. Aguardo a volta de um pai falecido há vinte e oito anos, minha mãe acha que sou diretor de uma editora. Toda noite, conto meu dia a um peixe, meu trabalho me enoja a tal ponto que às vezes vomito e, enfim, para coroar toda essa situação, estou ficando apaixonado por uma moça que nunca vi."

Fugindo do estereotipo do livro, O Leitor do Trem 6h27 tem seus atrativos, não é de todo bom, ao mesmo tempo não é de todo ruim, tem seus momentos, a vida que ele pinta para sua mãe, regada a mentiras, seu descontentamento com o trabalho e toda sua revolta, ele é uma pessoa estagnada no que despreza e não faz muito para mudar, mas tudo ganha uma nova roupagem quando Guylain encontra um pen-drive no trem, ele fica curioso com o que pode encontrar e o que ele encontra são vários textos de Julie e com isso acaba por ter uma conexão com esta moça que ainda não conhece.

É um livro onde um cara conta um pouco do seu dia a dia por um breve período de tempo, como se neste breve período nós, os leitores pudéssemos conhecer de fato quem é Guylain.

Claro que neste livro deslumbramos de belos valores, como a amizade com Giuseppe, o cara que perdeu as pernas, com Yvon e suas breve leituras, a descoberta de Julie, por quem criou um laço mesmo sem a conhecer pessoalmente.

"Sempre aprumado, o vigia caprichava com um zelo todo especial no cultivo do bigode, um traço fino que enfeitava seu lábio superior, sem jamais perder a oportunidade de citar o grande Cyrano: “Sim, todas as palavras são finas quando o bigode é fino.” Desde o dia em que descobrira o verso alexandrino, Yvon Grimbert se apaixonara por ele."


Resumindo, foi agradável ler este livro, porém não me trouxe muito mais que isso, foi uma leitura rápida e o desenrolar da trama melhora muito da metade para o final, porém foi um pouco frustrante todo o desfecho, só acho que o autor poderia ter esticado mais um capítulo.




Beijos











15 comentários

  1. Oi Camila!
    Concordo com você sobre o livro não ser de todo bom, nem de todo ruim. Acho que tem beleza e sensibilidade, mas faltam alguma coisa para tornar ele marcantes, né?
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila, tudo bem?
    Não conhecia o livro, e te confesso que não me despertou interesse.
    Uma pena quando um livro nos deixa assim insatisfeitas com seu desfecho.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  3. Mila!
    Não vi o real sentido do livro...O que realmente o autor quis passar? Que a leitura ajuda na melhoria pessoal?
    Fiquei bem na corda bamba...
    “Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar.” (Friedrich Nietzsche)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Top Comentarista fevereiro, 4 livros e 3 ganhadores, participe!

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia esse livro, mas o título chama bastante a atenção e fiquei até um pouco curiosa com o enredo, mas com a sua resenha não sei se o leria. Há livros demais na fila para me focar em leituras como essa.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Acho que a história é boa mesmo, já vi várias resenhas positivas sobre a obra, mas penso que não é um livro que nos marca. Enfim, fiquei bem curioso :) Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Oi Mila, pois é, sabe que eu estava super animada para ler este livro, mas das resenhas que li várias não foram muito positivas. Se bem que, casa pessoa tem uma visão né, melhor deixar ele para depois!

    Beeijos, Paola
    uma-leitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Eu tbm uso o Skoob como base pras minhas leituras ou quando quero presentear alguém com um livro.
    Leitura é algo muito relativo e confesso que já li esse livro e não gostei. Detestei o personagem estagnado naquele mundinho sem graça, mentindo pra mãe sobre uma vida legal que não era dele... Enfim, posso tentar ler novamente em outro momento.

    ResponderExcluir
  8. A sinopse do livro me chamou muito atenção, pelo fato dos livros muda a vida do personagem, porém lendo sua resenha e nos momentos em que você disse que os livros tinha seus pontos altos, e baixos, fiquei com um pé atrás em relação a leitura.

    ResponderExcluir
  9. Embora tenha gostado de saber que é um livro que fala sobre livros, não me animou a ler, no momento não tenho interesse em ler.

    ResponderExcluir
  10. Tenho mania de ir ver como o livro é avaliado no skoob se estou indecisa pra ler ou não. Se fosse olhar por lá não sei se leria esse...
    Mas a trama parece ser boa e vale a pena, é sensível e simples. Além de ser bem rápido de ler. Só não sei se pegaria....

    ResponderExcluir
  11. Gostei da sinopse.
    Porém não me interessei pelo livro, não faz meu gênero literário, e eu realmente não gostei da capa.
    Gostei da sua sinceridade.

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    A historia pareceu interessante e achei curioso o trabalho do Guylain, já vi alguns comentários positivos mas não foi um livro que me conquistou e deixou com vontade de ler !!

    ResponderExcluir
  13. Apesar das notas do skoob, eu estou louca pra ler este livro, uma leitura curta, diferente e parece ser muito bom.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Fiquei curiosa para ler esse livro, mesmo com o ponto negativo fiquei curiosa em ler essa historia.

    ResponderExcluir
  15. Oi Camila, eu tive um leve desejo de ler este livro ainda mais por ele ser curtinho, mas a verdade é que não tive oportunidade ainda.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!