Resenha Estudo Independente | Trilogia O Teste #02 |

em 10 de dezembro de 2015



Estudo Independente

Trilogia O Teste # 02

Joelle Charbonneau



Cia Vale tem dezessete anos e tem tudo o que sempre sonhou: um amor perfeito, um lugar na universidade e um futuro como uma das líderes da Comunidade das Nações Unificadas. No entanto, apesar de todos os esforços do governo para apagar a memória de Cia, ela ainda lembra o que aconteceu. Ela precisa escolher entre ficar em silêncio e proteger a si mesma e as pessoas que ama ou expor o Teste e o que ele na verdade é, um programa assassino que deve ser impedido. O futuro da Comunidade depende dela.
No segundo volume da saga de Joelle Charbonneau, a chance de fazer parte da revitalização de uma civilização pós-guerra colide com o desejo de fazer oque o coração manda.
Selecionado pelo USA Today no TOP TEN Summer Reads. Escolha dos livreiros independentes de 2013.

Jovem adulto / Literatura Estrangeira




Resenha




"As coisas nem sempre funcionam do jeito que esperamos. Você apenas tem que se levantar e encontrar uma nova direção para ir."



- Joelle Charbonneau, o teste



Eu sou grande fã da autora desde que li O Teste, o primeiro livro da Trilogia, Joelle além de ser escritora já produziu e estrelou diversas operas, estreou na literatura com a série Rebecca Robins, mas no Brasil só chegou a trilogia O Teste que por sinal é Maravilhosa!

Neste segundo volume da Saga, Cia Vale está cheia de dúvidas e medos, ela já não sabe mais em quem pode confiar, tem pesadelos com pessoas que não sabe se conheceu ou não, agora que ela sabe o que de fato é o redirecionamento, já não sabe mais o que fazer, Cia pensa em fugir, já não vê seus amigos da faculdade com os mesmos olhos, de acordo com seu comunicador, Cia não deve confiar em ninguém, sua memoria foi apagada mais nada apaga o que ouviu de si mesma no comunicador, a dúvida ainda paira em Tomas, será que ele seria mesmo capaz de manter sua memória e deixar que tirem a dela? Aparentemente Tomas traiu Cia, mas como descobrir?





"Enquanto meus colegas estão preocupados que o Teste possa afetar os anos que vêm pela frente, estou preocupada em não chegar viva no final do dia."




Quem trás um pouco de paz para Cia é Michal, que ajudou Cia no Teste e agora a ajuda a passar por tudo o que está por vir, ele mostra para ela que fugir não é a solução e que ao fazer isso pode colocar em risco toda sua família, Michal é infiltrado e ajuda o movimento rebelde que quer acabar com tudo que O Teste significa, agora Cia irá ajuda-lo, ela fica de olhos abertos para tudo, cada detalhe e além disso tudo ainda tem que dar conta da faculdade, pois qualquer demonstração negativa quanto aos estudos e vida social pode significar o redirecionamento.


"O Teste pôs minha vida em perigo. Embora eu ainda não tenha lembranças completas daquele período, sei que enfrentei o medo. Sobrevivi. Eu teria de conseguir fazer o mesmo agora. No entanto, este medo é diferente."


Tentei falar muito pouco sobre o enredo e isso foi muito difícil, o livro é carregado de tensão e surpresas, a narrativa flui de tal maneira que quando vi, cheguei ao fim do livro doida para pegar a continuação.


Joelle Charbonneau tem aquele dom de me transportar para dentro de suas páginas e acho isso o máximo, além de tudo isso me sinto conectada com seus personagens. É pegar o livro para ler e não querer mais largar, e quando se larga, não conseguir parar de pensar no que está acontecendo, no que pode acontecer e o que a protagonista pode fazer para melhorar sua situação.


Só acho uma pena que a autora não é muito conhecida, o que eu gostaria mesmo é de que todos pudessem ler essa trilogia e que todos os possíveis leitores viessem conversar com esta leitora aqui que amou tanto os livros. 


A trilogia já teve seus direitos de adaptação comprado pelo Paramount Pictures. Agora só nos resta é aguardar que o filme seja muito bem produzido. Eu também acho que será de grande sucesso se for bem feito, pois a trama tem os traços de Jogos Vorazes e Divergente.



Resumindo, a obra é envolvente, fácil de ler, a narrativa flui muito rápido, o final foi arrebatador, devorei as páginas e não conseguia largar até finalizar o livro, não sei qual dos livros é meu favorito, acho que gostei mais do primeiro volume, mas o segundo não fica atrás.

Leiam está Saga meus amores, é Maravilhosa e depois me contem tudo!!



Beijos





11 comentários

  1. Essa trilogia chamou bastante a minha atenção após diversas resenhas que li, a autora parece ter criado uma trama cheia de surpresas e adoro livros com essa pegada de tensão no ar.
    A narrativa de Joelle parece ser ótima, aquele tipo que de tão fluida que não percebemos quando as páginas passam.
    Não sabia que os direitos dos livros haviam sido comprados, mas espero que o filme seja bom, pois ninguém merece ver uma adaptação ruim e como a autora não é muito conhecida, uma adaptação ruim pode afastar futuros leitores.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li nem um livro da autora Joelle Charbonneau, mas quero muito ler essa trilogia O Teste, só tenho lido comentários positivos sobre a história, inclusive os seus nessa resenha, pretendo começar a ler a série em breve.

    ResponderExcluir
  3. Realmente essa autora não é muito conhecida mesmo; eu nunca tinha ouvido falar dela ou dessa trilogia antes.
    Eu também amo quando a autora tem uma escrita capaz de nos transpirtar para dentro da história quase que literalmente.
    Eu não me interessei muito pela temática do livro, talvez por, como você citou, ter traços de Jogos Vorazes e Divergente, séries que também não me atraem.
    Mas, com certeza, não o excluo como uma possível leitura.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Camila. Eu conhecia a trilogia, mas não depositava nenhuma expectativa em nenhum dos livros. Com a resenha, é possível perceber a ótima escrita que Joelle Charbonneau impõe no livro, com uma narrativa incrível e bons personagens, com seus dilemas e seus problemas. Consegui gostar muito de Estudo Independente, espero gostar do anterior e do próximo.
    Blog: Consumidor de Sonhos | consumidordesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Tenho visto muitos comenários positivos quanto a trilogia! E a tempos esta em minha "pequena" lista, haha não vejo a hora de começar esta leitura fantástica! Sinceramente não conheço muito da autora!
    Nossa! Vai ter filme? X_X

    ResponderExcluir
  6. É Mila!
    Ando bem atrasada com minhas leituras.
    Gostaria muito de poder acompanhar essa série distópica, mas acredito que ficará para o próximo ano.
    “Somente quando encontramos o amor, é que descobrimos o que nos faltava na vida.” (John Ruskin)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  7. Acabei me dando o box desta série de presente de Natal/Aniversário, mas só devo começar a ler em 2016 mesmo :(
    Espero gostar como você.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  8. já li algumas resenhas desse livro e a grande maioria são bem positivas, tenho interesse em ler essa trilogia e espero começar já ano que vem.

    ResponderExcluir
  9. Adoro distopias e essa série, que ainda não li, tem se destacando pela protagonista guerreira e madura e um enredo, pra mim, original.

    ResponderExcluir
  10. Vi que muitas pessoas estão gostando dos livros desta autora, não leio distopias mas achei muito parecido com jogos vorazes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi, Camila. Eu conhecia o livro pouco, então adorei conhecer a história. Cia me pareceu uma personagem muito confusa por causa de sua perca de memória e a falta de confiança em tudo e todos. Consegui me interessar pela história e tentar descobri mais sobre o rumo que cada personagem tomará. Interessante!

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!