Literatura Nacional | O Príncipe Congelado |

em 30 de novembro de 2015


Ola meus amores, recentemente eu recebi um e-mail de um autor iniciante, ele me falou de seu conto "O Príncipe Congelado", como adoro uma boa fantasia e a sinopse foi muito bem escrita, fiquei doida para conferir.

Vem comigo e saiba mais:



O Príncipe Congelado
Raigor L. Ferreira

ISBN: B015TJ7GVC
Ano: 2015 / Páginas: 9
Idioma: português 
Editora: Independente

Nas terras longínquas do Reino de Arvoredo, os habitantes já estavam acostumados com um príncipe fora do tradicional. Phelipe, o herdeiro superestimado do trono tinha uma condição exótica e que fazia os moradores do Reino se perguntarem: “Como alguém pode ser tão gelado?”. A resposta para a pergunta não era simples e esmerada. Na verdade, era muito complexo entender o que tornara a majestade, um homem tão frio e indiferente.


Disponível na Amazon 

Fantasia


Sobre o Autor




Raigor L. Ferreira (Ilha Solteira, 28 de junho de 1993) é um escritor brasileiro de livros infanto-juvenis. Autêntico canceriano e apaixonado pela escrita desde que aprendera a ler com quatro anos, possui contos publicados na Amazon de forma independente. São eles: "Abnegação", conto que ficou entre as 10 distopias mais vendidas da Amazon no mês de lançamento; e "O Príncipe Congelado", conto que alcançou o 1º lugar dentre as histórias infanto-juvenis mais vendidas da Amazon na semana em que foi lançado.


Raigor também escreve poesias, as quais algumas estão publicadas em antologias da Editora Itacaiúnas.



Ficou com vontade de ler?

Eu também!


Beijos




13 comentários

  1. Mila!
    Realmente a sinopse do conto parece interessante.
    E que bom ver autores nacionais tão novos e cheios de criatividade.
    “A beleza é a única coisa preciosa na vida. É difícil encontrá-la - mas quem consegue descobre tudo.”(Charles Chaplin)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante da sinopse do livro, ela consegue mesmo chamar a nossa atenção. É sempre bom encontrar novos autores nacionais, temos muitos talentos por aí.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. É muito bom quando um blogueiro demonstra interesse em ler sua história.

    Muito obrigado, Camila! :d

    Até mais.
    Raigor.

    ResponderExcluir
  4. Como você, também gosto de livros de aventuras, por esse motivo me interessei por esse conto, pela sinopse parece ser muito bom.

    ResponderExcluir
  5. Achei bem interessante o livro do brasileiro, é legal incentivar a literatura nacional..

    Beijinhos

    http://coruujando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Camila!
    Achei bem interessante o conto, vou procurar algumas informações sobre ele.
    Beijão,

    Vinicius
    omeninoeolivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Camila, também fiquei com vontade de ler, sem falar que a capa está linda.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  8. Confesso que fiquei extremamente surpreso com a sinopse do livro, não esperava uma história que me tocasse assim. Gostei muito da capa também, uma ilustração muito bonita e parece descrever bem o propósito do livro. Sucesso ao autor!

    ResponderExcluir
  9. Oie
    Olhando de relance achei que se tratava do pequeno príncipe. O conto é bem curtinho mas deve ser muito bom,pelo a sinopse me fez crer nisso.Foi bom conhecer esse autor. :a
    bjos

    ResponderExcluir
  10. Sinopse simples, direta e interessante, mas é possível contar uma história em 9 páginas, mesmo um conto? Sou avessa a contos pq sempre acabo com aquela sensação de "faltou algo".

    ResponderExcluir
  11. fiquei com vontade de ler, que interessante, gosto bastante de ler contos.

    ResponderExcluir
  12. Parece ser um livro de fantasia muito fofo, parabéns ao novo autor.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Super amei conhecer um pouco do livro....
    Bela história hein....
    http://blogdajenny2014.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!