Resenha O Despertar do Príncipe

em 20 de outubro de 2015



O Despertar do Príncipe
Deuses do Egito # 1
Colleen Houck

ISBN-13: 9788580414363
ISBN-10: 8580414369
Ano: 2015 / Páginas: 384
Idioma: português 
Editora: Editora Arqueiro






Quando a jovem de dezessete anos, Lilliana Young, entra no Museu Metropolitano de Arte certa manhã, durante as férias de primavera, a última coisa que esperava encontrar é um príncipe egípcio ao vivo com poderes divinos, que teria despertado após mil anos de mumificação.E ela realmente não poderia imaginar ser escolhida para ajudá-lo em uma jornada épica que irá levá-los por todo globo para encontrar seus irmãos e completar uma grande cerimônia que salvará a humanidade.Mas o destino tem tomado conta de Lily, e ela, juntamente com seu príncipe sol, Amon, deverá viajar para o Vale dos Reis, despertar seus irmãos e impedir um mal em forma de um deus chamado Seth, de dominar o mundo.


Resenha


"Um pássaro reluzente atraiu meu olhar. Era a primeira vez que o via, e me perguntei se ele fazia parte da nova exposição ou se estava apenas sendo exibido por rodízio. A imagem, um lindo falcão dourado que representava o deus egípcio Hórus, chamava-se Hórus, o Dourado."


Sabe aquele livro que você pega para ler e não dá mais vontade de largar, aquele livro que por mais que fechamos as páginas para descansar ele continua ali, na sua cabeça, juntando peças, profetizando o que pode acontecer depois? Isso tudo é O Despertar do Príncipe.


Collen Houck nos presenteou com uma ótima história, não sei se está nova mitologia vai superar nossos Tigres, porém a autora conseguiu me surpreender com todo o desenrolar, com a construção dos personagens.


Para quem reclamava da protagonista da saga dos Tigres, não teremos este problema aqui, a jovem Lily é forte e destemida, não abaixa a cabeça para nada e muito menos para o Deus Anúbis, o Chacal que como nos conta a história tem o hábito de desenterrar ossos, deus da morte, da mumificação.


O Despertar do Tigre é o primeiro volume da série Deuses do Egito, a mitologia em geral me fascina, assim como a autora me surpreendeu com a mitologia Indiana, Collen também me surpreendeu com a Egípcia, o livro é carregado de aventura e surpresas, já o romance não é tão escrachado, percebemos que há envolvimento entre a Jovem Lily e Amon, porém os problemas que nosso príncipe egípcio está passando não deixa muito espaço para tal.


Liliana Young é rica, mas não é mimada, ela faz tudo o que os pais querem, só que o propósito dela é evitar problemas e dor de cabeça, ela entende que assim pode conseguir mais do que virar uma rebelde, de fato Liliana no final das contas conquista certa liberdade, em um belo dia resolve ir ao Museu, na seção egípcia do Metropolitan Museum of Art, Lily descansa e tenta focar no seu futuro, pensando numa maneira de convencer seus pais a deixarem que Lily escolha a faculdade que deseja.

"–Talvez você tenha razão – admitiu ele por fim. – Talvez a consorte de Amon tenha o espírito tão afiado quanto suas espadas."


Já Amon é a perfeição dos Deuses, pode uma autora criar um personagem com tantas características perfeitas? Colleen não só criou um, mas três Deuses perfeitos, porque quando o leitor se acostuma com a personalidade forte de Amon, conhecemos então Ahmose e Asten, cada um com sua personalidade que encanta o leitor e como a autora não se aprofundou em suas histórias o leitor fica ávido por saber mais e mais.


"– Não precisa ter medo de mim, sacerdotisa. Eu juro que não mordo. A menos, é claro, que você assim deseje."Asten para Lily



Jovem Lily acaba ajudando Amon em sua missão, no começo ela não tem saída quando a isso, mas depois o que mais deseja é ajudar nosso príncipe, ela é corajosa para passar por tudo o que passou junto de Amon, a personalidade de Lily deixa Amon orgulhoso e encantado e assim os dois tentam ao máximo proteger um ao outro, maldições, templos, deuses e muito mais tentam fazer com que Amon e seus irmãos falhem em suas missões, e o leitor não larga o livro até que chegue o fim, agora só resta aguardar por "O Coração da Esfinge".


Não sei se ficou claro o quanto Amei este livro, minha felicidade em ter outro livro de Colleen Houck é muito grande, é muito bom quando o leitor se apaixona pela narrativa e enredo de um autor específico e este autor nos presenteia com novas aventuras, o que mais gosto da autora é poder conhecer um pouco mais de outras culturas e isso Colleen Houck faz com perfeição.




Beijos



12 comentários

  1. Desde que esse livro foi lançado apenas ando vendo resenhas ótimas como a sua, o livro parece ter mesmo te conquistado.
    Admito que não li a saga anterior da autora, pois ouvi tanta reclamação de Kelsey e ainda sabendo que tinha um triângulo amoroso não consegui ter coragem de me aventurar. A mitologia em questão sempre é o ponto forte, mas não tenho paciência para intrigas amorosas e personagens chatas.
    Nesse livro, no entanto, parece que a autora começou melhor que do eu esperava, ao apresentar uma protagonista forte e determinada e acebei ficando curiosa e interessada nessa nova série, pois amo a mitologia egípcia. Apenas temo um futuro triângulo amoroso e acho que por enquanto esperarei o próximo volume sair para ver como tudo se desenvolve, até lá tenho muitos livros para ler e por em dia.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Camila, O Despertar do Príncipe é o livro mais esperado para leitura este ano. A escrita da Colleen Houck sobre a mitologia egípcia parece fluir de forma bem leve, explicativa e fluída, o que já me chama a atenção pelo livro. Gosto bastante de mitologia, mas essa nova proposta sobre o Egito me agradou ainda mais, pois conheço bem pouco sobre a cultura dos mesmos. Enfim, a Colleen também não podia deixar de agradar-me com seus personagens, a Lily irônica, risos.

    ResponderExcluir
  3. Não li nenhum livro da autora ainda por isso to bem curiosa com esse livro, e além do mais mitologia é um dos meu temas preferidos.

    ResponderExcluir
  4. Acho que ficou claro sim Camila, pelo menos da minha parte. Eu acabei baixando o ebook lá na Amazon, mas não o li ainda.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  5. Oi Camila! Desde que vi o lançamento desse livro fiquei entusiasmada, a premissa é muito interessante e o suspense me animou bastante. Amei a Saga A Maldição do Tigre e estou com grandes expectativas sobre essa nova série. A autora escreve muito bem e nos faz viver várias aventuras na presença de personagens encantadores que são impossíveis não amar.
    Curti ainda mais o livro depois de ler sua resenha e espero mesmo conseguir lê-lo logo.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Camila
    Acho que o que torna a leitura mais enriquecedora é o enredo cheio de cultura. Que bom que gostou tanto do livro, só vejo elogios dele. Ainda não li a outra saga da autora, mas acho que gostaria de começar conhecendo sua escrita por essa mesma. Bela resenha.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi,
    Sabe que já ouvi falar muito da série dos tigres da autora mas nunca me interessei tanto assim pela história, porém esses outros livros da autora me interessam muito mesmo, porque acredito serem recheados de mitologia. Estou louca para ter o meu.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Bom, eu tinha medo de ler esse livro por que li a série A Maldição do Tigre e me irritei muito com a Kelsey e tinha medo que esse livro tinha algum personagem que me irritasse tanto quanto a Kelsey me irritou, mas acredito que não irá ter, e como gostei da escrita da Colleen Houck, resolvi ler O Despertar do Príncipe.
    Sua resenha está muito boa e pretendo ler esse livro em breve.

    ResponderExcluir
  9. Nunca li nada da Colleen por conta dos comentários negativos sobre Kelsey em A Saga do Tigre... Desculpa, mas eu não tenho saco pra personagens chatos.
    Mas, em contra partida, falam maravilhas sobre Deuses do Egito e isso me causa certa curiosidade, mas ainda não tive aquela compulsão de "preciso desse livro". Quero ler, sim, mas mais para frente.

    ResponderExcluir
  10. Mila!
    Nem fale o livro parece totalmente conquistador e já está na minha lista dos mais desejados.
    Adorei a forma como resenhou.
    “Temos a arte para não morrer da verdade.”(Friedrich Nietzsche)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  11. Me sinto envergonhada ao ler essas belas resenhas e saber que não li nem sua primeira serie de livros, muita falta de vergonha na cara, isso sim :(

    Beijinhos

    http://coruujando.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  12. Ouvi falar muito bem deste livro em todas as resenhas que li, como meu irmão gosta de livros assim, vou indicar ele ler sua resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!