Resenha Filhos de Lilith | Madras Teen |

em 8 de maio de 2015








O Despertar - Alice não se lembra de seu passado, de quem era ou de onde veio. Fatos por ela desconhecidos sobre sua antiga família humana e sua ascendência a ligam diretamente a Lilith, a mãe dos súcubos e íncubos, senhora do inferno, esposa de Lúcifer e rainha das bruxas, tornando-a objeto de desejo de todas as criaturas da noite. 
Tudo que Alice sabe é que seu corpo anseia desesperadamente por sangue e prazer. E, para saciar-se, está disposta a tudo. É assim que Carol a encontra, no centro de São Paulo, e oferece-lhe abrigo, proteção e esclarecimentos. Entretanto, há também um antigo clã de vampiros interessados na garota, que não hesitará em tentar aliciá-la, usando como artifício o belo e sedutor João Eduardo. Batharyal, um notório anjo caído, rei dos ladrões, também possui seus próprios planos para a confusa Alice e entrará nessa disputa. 
Porém, uma estranha força a mantém ligada a seu criador, o excêntrico íncubo Alejandro, que conhecendo-a como ninguém, não hesitará em lançar mão de sua maior fraqueza: o amor por um humano…










Primeiro livro que leio da Madras Teen, também é o primeiro livro de Elaine Velasco, Filhos de Lilith: O Despertar nos conta a história de Alice, ela estava doente, uma doença terminal e por ironia do destino ela foi sequestrada e mal sabe as mudanças que está por vir, no decorrer da história Alice descobre em que se tornou, agora ela é uma vampira e precisa lidar com isso, o problema é que no início disso tudo ela ainda não sabe o que se tornou, e com isso acaba colocando em risco a segurança de seus amigos que ajudaram Alice a se esconder de seu sequestrador.


O sequestrador de Alice é um íncubo e os íncubos têm o poder de transformar uma pessoa em vampiro, Alejandro tem um plano, mas não vamos saber disso logo de cara, pois Alice consegue fugir, ela apenas fica sabendo de algumas histórias sobre ele, porém o porquê ele ter transformado Alice em vampiro é uma incógnita.


Alice com todas as confusões da transformação acaba por ser encontrada por Carol, uma vampira, está ajuda Alice e conta um pouco da história dos vampiros, súcubos, íncubos e dos anjos caídos, Carol se torna amiga de Alice, a ensina a como ser vampira.


" - Ora, Alice, não se sinta culpada. Tenho certeza de que eles nos dariam esses anos de bom grado se os pedíssemos, apenas pelo privilégio de nossa companhia. Não é todo mundo que tem o prazer de transar com um súcubo.- Um súcubo? Não somos vampiras, então?- Nós somos, digamos assim, "descendentes de súcubos"."


O livro é narrado em terceira pessoa, Alice que no inicio do livro não sabe muito do que aconteceu aos poucos vai desvendando todo o mistério, assim como ela o leitor fica no escuro sobre o que está acontecendo, aos poucos Alice se lembra do passado e do que aconteceu em sua transformação, isso faz com que o leitor também tenha idéia do que aconteceu e do que está por vir.


Os Vampiros que Elaine criou são bem diferentes do que eu estou acostumada a ler, no início foi estranho e não me conectei com os personagens e toda a mudança.


Infelizmente o livro possui alguns erros de revisão, não me incomodou muito porém são perceptíveis. Os capítulos são curtos e a narrativa conquista o leitor, leitura fluida, capa maravilhosa, leitura muito rápida e instigante.



Indico para os amantes de Literatura fantástica e também para os amantes dos vampiros.


Beijos





16 comentários

  1. Oiee, Mila!!

    Adorei a resenha! :n
    A capa deste livro me chamou bastante a atenção!!! E adorooo história envolvendo Vampiros <3

    Beijos e Sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila, eu gostei desta mudança. Ultimamente só temos lido sobre vampiros bons, politicamente corretos, sedutores e tal, eu adoro isso, mas foi bom rever aqueles vampirões do mal lá do início... kkkk
    Ótima resenha.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu não leria o livro no momento, mas tenho que reconhecer, que o enredo é muito interessante. Amei sua resenha!
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Gostei bastante do livro , ainda não havia lido nada sobre esse livro :)
    Gostei principalmente da fato da "mudança dos vampiros" , acho que todos nós já estavamos cansadas dos vampiros convencionais .
    Agora erro de revisão , eu acho péssimo !

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ainda estou curiosa em relação ao livro, no geral o que já li das resenhas estão me agradando.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Não conhecia o livro, mas a capa e a trama me chamaram atenção! Eu não resisto a uma história de vampiros! Uma pena que você não conectou com os personagens, é meio chato quando isso acontece. Mas se você indica a obra para os amantes de vampiros, eu daria uma chance para a obra!

    Beijos!
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
  7. Gostei da resenha Mila. O mote do livro é bem interessante, pena que encontramos alguns erros de revisão durante a leitura. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  8. Que medo desse livro, hahaha! Não costumo ler livros assim, evito muito. Hehe! Até gosto de história com vampiros, mas este aparentou ser um pouquinho "pesado".
    Gostei da sua resenha.
    Abraço, www.likelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Nossa que legal e que diferente apensar de não ser bem meu estilo de livro gostei!
    Beijos enormes!!

    @DominoSimmons

    ResponderExcluir
  10. Eu amo um bom livro de vampiros, mas este não chama minha atenção, acho que eu preciso me conectar logo com os personagens para o livro fluir de uma forma legal, e li em muitas resenahs que isto não acontece,
    é uma pena a revisão deixar a desejar, as editoras deveriam prestar mais atenção a este detalhe,
    beijos.

    ResponderExcluir
  11. ai eu gostei, adoro historias de vampiros e outros serem fantásticos digamos assim, adorei a resenha, nao conhecia esse livro nem a autora mas já gostei e to ansiosa pra ler.

    ResponderExcluir
  12. Camila!
    Como boa apaixonada por vampiros, gostaria de ler sobre esses novos vampiros criada pela a utora. Bem curiosa por conhecê-los e como gosto de literatura fantástica e ainda mais de anjos, quero ver qual o papel dos anjos caídos no enredo.
    Feliz dia das mães!!!!
    “Às mães de todo planeta, Ofereço o brilho de um cometa, Para tal beleza comparar, Sem jamais pestanejar, Por Deus abençoada, Por Maria imaculada, De seu ventre surge a vida, Mãe tu és consagrada.”(Marcos G. Aguiar)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Hum, não gosto de história de vampiros rsrs, mas a capa é linda!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Eu curto estórias com vampiro e lendo a resenha me dei conta de que faz um tempo que não leio nada assim.
    Acho muito mais legal quando as escritoras brasileiras usam seu país como cenário. Não que eu não goste de outros países, mas já tem tantos livros que se passam no exterior que é muito legal quando encontro livros que se passam aqui.
    Adorei a resenha

    ResponderExcluir
  15. Oi Camila, olha, sobre a história do livro não sei se ela me convenceria e essas falhas perceptiveis na revisão me deixam mais ainda com um pé atrás, infelizmente.

    Beijos
    http://ventoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Estão falando muito bem desse livro, então é impossível não sentir curiosidade.
    A capa é linda, a sinopse é chamativa e ainda tem as boas resenhas... tudo o que um bom livro precisa ter.

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!