Resenha: Criança 44 - Tom Rob Smith

em 19 de maio de 2015



Sinopse:

Tom Rob Smith leva o leitor à opressora Rússia de Stalin. Quando o corpo de um menino é encontrado sobre os trilhos de uma ferrovia, o agente Liev Demidov se surpreende ao saber que a família do garoto está convencida de que se trata de assassinato. Os superiores do oficial lhe dão ordens de ignorar o assunto, mas ele está determinado a encontrar a verdade por trás do terrível crime.









Livro: Criança 44
Autor: Tom Rob Smith
Tradutor: Beatriz Horta Correa
Editora: Record
Página: 434
ISBN: 8501081302
Ano: 2008


Este livro estava em minha extensa lista de leitura faz anos, como ainda neste mês será lançado um filme baseado nesta história, resolvi adiantar.


Durante o governo de Stalin, um agente muito fiel do governo chamado Liev Deminov investiga uma série de assassinatos de crianças, e na tentativa de impedir que este fique a solta lutará contra todos inclusive o próprio governo.

“Sua única ambição era de caráter geral: servir ao país, um país que tinha derrotado o fascismo e que dava educação e saúde grátis, que trombeteava os direitos dos operários pelo mundo, que pagava ao pai dele operário na linha de produção de armamentos – um salário quase igual ao de um médico especialista. Embora o trabalho de Liev na Segurança do Estado costumasse ser desagradável, ele reconhecia que era necessário, pois era preciso proteger a Revolução dos inimigos externos e internos, que queriam solapá-la e dos que queriam que fracassasse.”

Na "imaginária" URSS de Joseph Stalin, não existia infelicidade nem fome, muito menos crimes e se ao acaso houvesse algum, era tido como acidente e ninguém ousava discordar, como em todo bom sistema totalitário. O medo imperava e todos se calavam e nem viam ou ouviam nada.

Um dia, um menino aparece morto nos trilhos de uma ferrovia e sua família desconfiava que fora assassinado, e Liev foi até eles para silenciá-los, convencê-los que tudo não passou de um acidente, mesmo ele acreditando, no fundo, do contrário.

Outras vítimas com as mesmas características desse crime começam a aparecer, e Liev investiga se esses assassinatos em série estão interligados colocando sua vida e de seus familiares em risco.

“Toda criança aprendia na escola que assassinato, roubo e estupro eram sintomas de uma sociedade capitalista e a atuação da milícia foi criada a partir desses princípios. Não havia motivo para roubar, nem violência entre os cidadãos, pois todos eram iguais. Não era preciso polícia num Estado comunista. Por isso, a milícia era apenas uma subseção do Ministério do Interior: mal remunerada, pouco respeitada, formada por alunos que largaram o secundário, camponeses chutados da kolkhoz, soldados expulsos do Exército e homens cuja opinião podia ser comprada com meia garrafa de vodca.”

Suspense policial muito bem escrito, repleto de ação e com muitas aulas de história sobre esta época tenebrosa que foi a Guerra Fria. Logo no início o enredo já me ganhou de tão chocante, um dos melhores inícios de livros que já tive a oportunidade de ler.

Muito cruel e impressionante em vários trechos, que até cansei de marcar para postar aqui, este é um livro que merece ser lido, recomendo, tanto por ser um ótimo thriller como também pelas aulas de história que obtemos, ainda mais nos dias de hoje onde o socialismo e o totalitarismo estão em evidência nos noticiários no mundo todo.

Baseado em fatos reais, sobre o assassino em série Andrei Chikatilo, também conhecido como o Estripador de Rostov, que foi responsável por 52 assassinatos.

Esta é uma trilogia denominada Liev Deminov, onde Criança 44 é o primeiro volume da série, seguido sequencialmente por O Discurso Secreto e Agente 6, ambos também lançados pelo Grupo Editorial Record.

O filme será lançado no Brasil com o título Crimes Ocultos, estréia no próximo 21 de maio e conta com os atores Gary Oldman e Tom Hardy no elenco.



Veja o trailer logo abaixo:


Título original: Child 44
Distribuição: Paris
Data de estreia: qui, 21/05/15
País: Estados Unidos
Ano de produção: 2015
Duração: 137 minutos
Página no Facebook


E aí, ansiosos como eu para ver o filme?


Espero que tenham gostado, até a próxima,




12 comentários

  1. Oii Nanda querida, tudo bom?
    Fiquei beem curiosa com a leitura, mas como não sei se vou poder comprar o livro, vou encarar o filme mesmo aisuais
    Beijos.
    http://www.garotadolivro.com/

    ResponderExcluir
  2. achei o livro interessante nunca li um suspense policial, espero ler e assistir o filme assim que possivel

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nanda.
    O livro me interessou muito.
    Socialismo, totalitarismo, mistério, suspense, assassinato, investigação.
    Tem tudo pra ser um grande livro.
    Acho que vou esperar o filme chegar pra eu assistir.
    Mas realmente a sua resenha ficou muito boa e deu vontade de comprar o livro.
    Abraços.
    Diego || Diego Morais Viana

    ResponderExcluir
  4. Olá Nanda
    Não conhecia esse livro, mas me interessei muito por ele, vou procurar para comprar !
    Beijos !!
    http://focadasnoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Depois desta resenha eu me pergunto: Ai meu Deus, por que não dei continuidade a leitura?!
    Enfim, tenho a versão da Bestbolso deste livro, até li os dois primeiros capítulos e deixei-o de lado. Eu devia estar na fase leitura "light" por isso não prossegui com este. Mas vou tornar a lê-lo.

    ResponderExcluir
  6. Nanda!
    Gosto de livros ambientados em guerras e a guerra fria foi uma das mais crueis por vários anos.
    E quando o livro é baseado em fato real, chama ainda mais minha atenção.
    Claro que quero ler o livro e ainda mais ver o filme. Adoro o Gary Oldman...
    Na expectativa.
    “Exige muito de ti e espera pouco dos outros. Assim, evitarás muitos aborrecimentos.” (Confúcio)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Nanda, que bom que você gostou. O livro me parece ser realmente bom. Afinal, tem em sua trama questões que você bem apontou estão em evidencia, como o totalitarismo. Tão presente nos países asiáticos e que vemos diariamente nos telejornais.

    Beijos
    nathalia S.
    Vento Literário

    ResponderExcluir
  8. :g que resenha eim more...
    esse livro realmente está na minha leitura pra ontem.... sério desde que vc começou a me falar sobre a historia e a forma como ela é desenvolvida!
    eu já me interessei será sem dúvida uma das minhas próximas leituras!

    beijos http://cantodadomino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Adoro esse tipo de literatura, não me lembro de ter lido um que seja ambientado na Rússia Soviética, gostei de saber que é bem escrito e uma coisa que me chamou atenção é que não foi falado que tem um par romântico ou até mesmo um parceiro.
    Não conhecia nada sobre o livro e o filme, e espero que você resenhe os outros livros que compõe a trilogia;
    bj
    Ju

    ResponderExcluir
  10. Eu li "Criança 44" sem saber que era série... imagine uma pessoa irada, louca por ter lido uma série fora de ordem. O livro é muito bom e agora estou ansiosíssima à espera da adaptação.

    ResponderExcluir
  11. Oi Nanda, não sabia do livro, aliás, nem sabia que tinha relação com o filme. Não o vi ainda, mas agora quero não só assistir, como também ler.
    Bjs,Rose.

    ResponderExcluir
  12. Já coloquei este livro na minha lista de desejados, e não vejo a hora de ler, parece ser um livro muito forte.
    Adorei a resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!