Resenha: A Rainha Normanda - Patricia Bracewell

em 9 de abril de 2015





Sinopse

Em 1002, Emma da Normandia, uma nobre de apenas 15 anos, atravessa o Mar Estreito para se casar. O homem destinado a ser seu marido é o poderoso rei da Inglaterra, Æthelred II, muito mais velho que ela e já pai de vários filhos. A primeira vez que ela o vê é à porta da catedral, no dia da cerimônia. Assim, de uma hora para outra, Emma se torna parte de uma corte traiçoeira, presa a um marido temperamental e bruto, que não confia nela. Além disso, está cercada de enteados que se ressentem de sua presença e é obrigada a lidar com uma rival muito envolvente que cobiça tanto seu marido quanto sua coroa. Determinada a vencer seus adversários, Emma forja alianças com pessoas influentes na corte e conquista a afeição do povo inglês. Mas o despertar de seu amor por um homem que não é seu marido e a iminente ameaça de uma invasão viking colocam em perigo sua posição como rainha e sua própria vida. Baseado em acontecimentos reais registrados na Crônica Anglo-saxã, A rainha normanda conduz o leitor por um período histórico fascinante e esquecido, no qual fantasmas vigiam os salões do poder, a mão de Deus está presente em cada ação e a morte é uma ameaça sempre à espreita. Governando na época compreendida entre o rei Artur e a rainha Elisabeth I, a rainha Emma é uma heroína inesquecível cuja luta para encontrar seu lugar no mundo continua fascinante até hoje.



"Patricia Bracewell enriquece o gênero da ficção histórica com um livro altamente interessante." - Publisher´s Weekly







A Rainha Normanda
Autora: Patrica Bracewell
Editora: Arqueiro
Categoria: Histórico, Romance, Drama
ISBN: 978-85-8041-377-9
400 Páginas
1ª Edição - 2015


Este livro era um dos meus desejados desde quando a editora Arqueiro lançou, quem me acompanha aqui no blog sabe da minha preferência por romances históricos, amo de paixão!


A capa está belíssima, como toda a diagramação, miolo e todos seus detalhes. É o primeiro livro de uma trilogia, que já me deixou ansiosa para ler.


A história é ambientada na Inglaterra entre os anos de 1001 a 1005, e conta a vida de Emma da Normandia, uma jovem de 15 anos, filha de Ricardo l - Duque da Normandia e de sua segunda esposa, Gunora, seu irmão negociou seu casamento com um homem vinte anos mais velho que ela, o rei Æthelred II da Inglaterra, ela seria sua segunda esposa. Com este casamento, o rei tentava pacificar a Normandia e se unir a eles contra os vikings.


Nessa época os saxões estavam no auge do poder na Grã Bretanha e são ameaçados pelos dinamarqueses, o rei tem neles seus maiores inimigos, além de ser um homem prepotente tinha também mania de perseguição, achava que todos queriam sua coroa e via também seu irmão já falecido várias vezes o que o deixava agitado e agressivo a maior parte do tempo.



“... Emma teve a impressão de que haviam chegado a uma época em que o amor não tinha lugar. Que era algo a ser apagado, queimado e descartado, deixando espeço apenas para o ódio, o medo e, na melhor das hipóteses, uma fria aliança ocasional. O amor que ela própria sentira – pela criança que tinha perdido, por ..., até por seus parentes normandos – nada lhe trouxera além de dor. O amor pertencia a um outro mundo. Talvez pudesse ser encontrado após a morte, mas seria imprudente, pensou, procurá-lo durante a vida.”



Emma passou por tribulações com este rei instável e acredito, até insano, mas apesar de tudo era amada pelo povo, que a viam como uma nova esperança ao reino que encontrava-se devastado.


Os personagens são bem desenvolvidos e construídos, não tornando a história monótona ou pesada, ao contrário, achei bem fluido.


Numa época que as mulheres eram apenas moedas de troca e usadas como objeto de negociações e conciliações entre os reinos, Emma mostra-se uma menina corajosa, que cresce e encontra seu papel durante seu reinado não foi apenas a esposa estrangeira do rei, ela aos poucos, tornou-se protagonista deste período atribulado da Inglaterra. 


Particularmente admiro as mulheres que sobreviveram nestes períodos negros da humanidade, são histórias inspiradoras como esta que nos mantém a esperança num futuro melhor a todas nós.


Este livro me surpreendeu positivamente apesar de achar parecido com livros de outra autora de romances históricos, tenho que concordar que esta foi uma ótima leitura e para quem gosta de História, romances históricos e épicos vão adorar este aqui!


Espero que tenham gostado, até a próxima,





19 comentários

  1. Amiga eu comprei esse livro, sem contar que achei a capa dele MARAVILHOSA
    Espero poder ter a chance de ler assim que puder, porque estou bastante curiosa sobre a história e não tenho dúvidas que deve ser bastante envolvente pelo que você disse. Adorei tudo em sua resenha viu? Parabéns amiga. Continue assim. E quando ler o livro da BRUXA lá da Nora Roberts vc me chama hehehe

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/04/resenha-miley-cyrus-she-cant-stop.html

    ResponderExcluir
  2. :c doida pra ler esse livro... adorei a tua resenha... me deixasse ainda mais curiosa a respeito!
    Milhôes de beijinhus

    e o livro pulou na fila... hahahahahahhaha
    :g http://cantodadomino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Mila, acho que muitos romances históricos acabam se parecendo um pouco, infelizmente, mas mesmo assim sempre me interesso pela leitura... Gostei da resenha!

    Beeijos, Paola
    uma-leitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nanda!
    Faz tempo já que eu quero ler esse livro.
    Eu amo romances históricos, então sinto que meu coração vai morrer de amor, hehe.
    E essa capa maravilhosa, gente?

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Tudo bem?!
    Curti muito a premissa do livro. Fiquei com mta vontade de ler.
    Ótima resenha!
    Beijos
    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu também sou apaixonada por romances históricos, eu estava ansiosa para ler esse livro, acho que é a primeira resenha que leio dele, eu já tinha vontade de ler enter de conhecê-lo agora quero muiiiiittooooooo. Bom, o enrendo dele se parece muito com um outro livro que li o outro também é baseado na vida real é o Paixão Índia. parabéns pela a resenha.

    sonhoseaventurasdeamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. caraca que livro ^^ quero ter esse livro, parece ser muito bem bolado ^^
    beijos
    http://livro-azul.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Amiga olha eu estou passando para deixar o link da minha nova resenha
    porque vou sair agora cedo, até porque estou em um hotel aqui passeando =x

    Mas assim que atualizar o seu cantinho me chama tá?

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/04/resenha-as-cores-do-entardecer.html

    ResponderExcluir
  9. Também sou fã de romances históricos, de época.
    Ser mulher naquele tempo não devia ser fácil
    e a protagonista foi forte e teve um papel importante no reino, apesar das dificuldades.
    Gostei da resenha.
    Abraços,
    http://www.diegomorais18.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Penso ler este livro logo, logo. Ele tem algumas coisas que geralmente me fazem querer ler o livro. A história da Emma parece ser super interessante. Afinal, ela lutou neste periodo tão conturbado da história.

    P.S. Fiquei pensando que autora de romances teria histórias parecidas como essa, como você bem apontou.

    Beijos

    http://ventoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Vamos por partes: preciso destacar esta belezura da capa... Arqueiro sempre arrasando! Acho que o grande trunfo deste livro é ter sido baseado em acontecimentos reais... que sacada maravilhosa da autora!

    ResponderExcluir
  12. Oi Nanda...
    Também quis este livro logo que li...
    Quero muito, muito.
    Adorei saber que voce gostou.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Nanda, tudo bem? Gostei bastante da sua resenha, mas não me interessei pelo livro, não gosto de romances históricos e nem histórias que envolve reis, lutas por poder e tudo mais. Entretanto, a Emma parece ser uma personagem bastante forte.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  14. Nanda!
    Os romances épicos são sempre interessantes, mesmo que parecem ser repetitivos.
    Acredito que esse seja um pouco diferenciado, já que a protagonista não fica submissas, como acontece com as mulheres da época e isso por si só já é um atrativo.
    Boa Semana!
    “Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade.” (Carlos Drummond de Andrade)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Fer..
    Adorei sua resenha!
    Menina, não sou chegada em romances históricos como você, mas a sinopse desse livro me encantou. Nossa, parece que o livro é realmente BOM como tinha pensado.
    Por isso, anotei a dica de leitura. ;)

    ResponderExcluir
  16. Adorei a resenha Fer!
    Quem sabe não adquiro este para o desafio!
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oie!
    Tenho lido muitos elogios dessa trama, mas como não sou muito de ler históricos, vou passar a leitura.
    Bj

    ResponderExcluir
  18. Gosto de romance, mas ainda não li nenhum que seja históricio. Esse parece ser muito bom e trazer uma história inspiradora com protagonistas determinados. Gostei dessa capa linda!

    ResponderExcluir
  19. A capa desse livro é muito interessante e eu gostei da história também, mesmo eu não me interessando muito por histórias antigas. Depende muito do autor p me fazer gostar. Se eu tiver oportunidade de ler, espero gostar

    abs

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!