Resenha: Aniquilação - Jeff VanderMeer

em 28 de abril de 2015




A Área X está isolada do restante do mundo há décadas, e a natureza tomou para si os últimos vestígios da presença humana. Uma primeira expedição de reconhecimento voltou de lá relatando uma terra intocada, um paraíso edênico; a segunda terminou em suicídio em massa; a terceira, em um tiroteio dentro do próprio grupo.
Até que os membros da décima primeira expedição retornaram como meras sombras do que eram antes e, após algumas semanas, morreram de câncer. 
Em Aniquilação, primeiro volume da trilogia Comando Sul, o leitor se junta à décima segunda expedição.
O novo grupo é formado por quatro mulheres: uma antropóloga, uma topógrafa, uma psicóloga - líder da missão - e uma bióloga, a narradora do livro. Seus objetivos são mapear o terreno, identificar todas as mudanças ambientais, monitorar as relações entre elas próprias e, acima de tudo, não se contaminarem.
As mulheres atravessam a fronteira esperando o inesperado... e é exatamente isso o que encontram. Mas o que de fato vai definir os rumos da expedição não é o que está lá, e sim o que elas trazem consigo desde o outro lado da fronteira e os segredos que guardam umas das outras.








Título: Aniquilação 
Volume 1
Trilogia Comando Sul
Autor: Jeff VanderMeer
Tradução: Bráulio Tavares
Páginas: 200
Edição  1ª
Editora Intrinseca
Ano: 2014
Literatura Estrangeira 


A história é contada sob o ponto de vista de uma bióloga, que faz parte de uma equipe de quatro mulheres: uma antropóloga, uma topografa e uma psicóloga, elas foram enviadas para desbravar a Área X,  um local repleto de mistérios e de acesso remoto onde fazem parte da 12ª expedição.


Equipes anteriores que estiveram no local, já haviam sofrido com assassinatos, suicídio e alterações em suas personalidades que resultaram no fracasso de suas expedições.



O livro é contado como um diário de bordo e se desenvolve rápido, nos deixa na maior expectativa sobre as próximas páginas e por ser curto, dá para ler em poucos dias. Achei a capa muito bonita e que instiga a leitura, mas o melhor é a maneira que o autor nos transporta para dentro do livro.


Outro ponto interessante, que é uma história cheia de detalhes, muito sensorial, onde o autor nos joga para dentro dela e sentimos os cheiros e até o medo das personagens, como se fizéssemos parte.

“Em rápidos vislumbres, em pensamentos soltos, no tempo que sucedeu a leitura, pus-me a imaginar se ele ainda estaria mantendo um diário, ou se os olhos do golfinho que eu avistara tinham me parecido familiares não apenas por lembrarem olhos humanos.Mas logo afastei esse absurdo da mente; algumas perguntas podem nos destruir por dentro se a resposta nos for negada por tempo demais.”


Aos fãs da ficção científica ao estilo Alien – O 8º Passageiro, certamente gostarão deste livro, que faz parte de uma trilogia intitulada Comando Sul, os volumes são: Aniquilação, Autoridade e Aceitação.


Cheio de pensamentos filosóficos por parte da bióloga, com frases de efeito que nos trazem reflexão em meio ao terror dela sozinha no meio daquela natureza bizarra e hostil, muito bem escrito e desenvolvido, o autor nos presenteia com muito suspense como um ótimo entretenimento.


“Minha vida inteira as pessoas me diziam que eu era excessivamente controlada, mas essa nunca foi o caso. Eu nunca estive de fato no controle, nunca quis o controle.”


Sobre o final, li várias resenhas negativas, mas achei coerente se tratando de trilogia, fora que dá um gostinho de “quero mais”.


Tem uma proposta de um filme sobre os livros pela Paramout Pictures que aguardo ansiosamente.


Espero que tenham gostado, até a próxima,





15 comentários

  1. Para tudo Nanda, porque amei esse livro.
    Nem conhecia acredita. Para começar tem uma bióloga no meio, segundo porque tem suspense.
    Amei, amei a resenha. Quero pra ontem.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente esse gênero literário não faz muito o meu estilo , mas, tenho um amigo apaixonado por ficção científica que vai adorar !
    Vou indicar o livro para ele e indicar a sua resenha também :) que por sinal está ótima ! Bem coesa...

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Acho que nunca li nada parecido com esse livro, essa temática me pareceu muito boa!
    Parecer o tipo de livro que a gente não quer largar enquanto não chega o fim... vou anotar na minha lista de desejados! =)

    Beijos, Bá.
    http://cafecomlivrosblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi! ^^
    Adorei a proposta do livro ainda mais sendo narrado por uma bióloga (sou formada em biologia). Esse livro com certeza vai para a minha estante no Skoob e vou ler assim que puder!
    Obrigada pela dica!

    Tem resenha nova no blog. Passa por lá pra conferir! ;)
    Beijussss;
    https://facebook.com/BlogMenteHipercriativa
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Nanda, tudo bem? Achei a sinopse do livro bem interessante, e nossa, 12 expedições... realmente não é um lugar seguro. Achei bem interessante o grupo ser formado por quatro mulheres e de áreas bem distintas. Não sou exatamente fã de ficção científica, mas acho que me interessaria por esse. Gosto de livros que nos levam a sentir e viver o que está acontecendo. Parece ser uma narrativa bem envolvente.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  6. a Fernanda e suas resenhas esmagadoras que te deixam abestadas pela leitura....
    :d beijosss GG
    :f e saudadessss
    http://cantodadomino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Fer.. adorei a resenha , mas como você ...sabe suspense não faz parte dos meus preferidos...
    Gostei da parte que diz que são como diários de bordo..

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha, porém não me interessei pelo tema do livro, não gosto de ficção científica mas para quem gosta deve ser ótimo,
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

    ResponderExcluir
  9. À primeira vista, adorei a sinopse - pensei "uau, 4 mulheres desbravando o inesperado, inexplicável - mas aí comecei a ler resenhas negativas e a minha empolgação foi ficando de lado. Gostei da resenha e tentarei ler o livro o qto antes.

    ResponderExcluir
  10. O jeito que a história é contada parece trazer mais dinamismo, não conhecia o livro.

    ResponderExcluir
  11. Nanda!
    Gosto dos livros contados como um diário e no caso aqui de bordo e quando tem detalhes que nos remetem para dentro da leitura onde podemos sentir realmente o que anda acontecendo, é bom demais.
    E como gosto demais de ficção e ainda tem uma antropóloga e psicóloga na história, me chama ainda mais a atenção.
    Tenho certeza que vou gostar.
    “Acredite na justiça, mas não a que emana dos demais e sim na tua própria.” (Código Samurai)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. O livro não faz muito o meu genero mais acho que quem gosta desse tipo de livro deve gostar bastante. Afinal, o mesmo dá detalhes e não fica se estendendo, é curto.

    Beijos

    http://ventoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. A resenha está muito bem escrita, mas este tipo de leitura não faz o meu gênero!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Não gostei muito da história. Não é o tipo de história q prende a minha atenção, então, acredito q eu ficaria um pouco entendiada na leitura.
    Se algum dia eu tiver oportunidade de ler o livro, espero estar errada.

    Abs

    ResponderExcluir
  15. Se dependesse só da capa eu não leria, mas pela sua resenha sim. Vai pra minha lista :c

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!