Resenha | Três dias para Sempre |

em 24 de março de 2015



Quanto tempo você precisa para saber que está apaixonado? Uma semana? Um mês? Um ano? Line e Teo só precisaram de três dias. E, em três dias, eles vivem uma paixão que, pela sua vontade, duraria para sempre. 
Line mora sozinha no Rio, ainda juntando os cacos depois que o seu noivo a abandonou no dia do casamento. Sem um emprego decente, sem um amigo sequer e sem coragem de voltar para a sua cidadezinha natal, ela vê os dias passarem enquanto aguarda algum sinal do destino
sobre qual caminho seguir. No ônibus ela conhece o brasiliense Teo, que está na cidade a passeio, curtindo o verão mais escaldante dos últimos mil anos. Olhares trocados, mensagens de
texto e uma vontade incontrolável de se ver mais uma vez... É assim que começam as paixões mais gostosas. Para Line, poderia ser apenas uma distração (maravilhosa) para as noites quentes de Copacabana, seja nos barzinhos junto com a galera ou na (quase) privacidade do apê onde Teo está hospedado. O problema é que um coração cansado de sofrer se preenche com a maior facilidade e Teo não pode ir embora sem saber que mudou a vida dela para sempre.







Line não anda numa fase muito boa, ser abandonada no dia do casamento não foi legal, a sorte dela foi ter feito amizade com a Raffa que é recepcionista chefe do Hotel e está ter oferecido um trabalho enquanto ela decide o que fazer da vida, já que está numa cidade estranha e sozinha, sem a família e amigos.



Eveline não quer voltar para Barreiras e enfrentar seus familiares e amigos, enquanto isso ela ajuda Raffa no que pode no Hotel, sempre de bom humor.


Logo no primeiro dia do ano, Line tem que ir ao aeroporto buscar alguns passageiros, para seu azar ou sorte, eles não apareceram, Line volta de ônibus para o Hotel.


Foi no ônibus que Line conhece Teo e Canutto, lindos rapazes que estão na cidade passeando e eles resolvem conversar entre eles com Line no meio, foi assim que Line acabou por entrar na conversa e curtiu muito a companhia desses dois rapazes lindos, claro que Teo se sobressaiu aos olhos de Line.


Um ótimo papo no ônibus, mensagens de Texto e promessas de um passeio mais tarde, foi assim que Line aos poucos se viu enredada por Teo e daí nasceu uma história de amor.


“Em uma cidade maravilhosa, dias incríveis e um final inesperado.”


Final inesperado mesmo, sério o livro foi ótimo, só peca no final, juro que fiquei Pê da vida e com vontade de jogar o livro longe. (#Desabafo)


A leitura é rápida e envolvente, a narrativa de Janda Montenegro conquista o leitor, é viciante, li este livro em um dia. A diagramação da Novo Conceito é linda demais, capa condizente com a história, mais o final, há o final foi de matar.


Resumindo, o livro é muito bom e se você leitor gosta de livros que te surpreenda talvez este livro seja para você, ou talvez você deseje não ter lido. =X



Beijos



16 comentários

  1. Oi, Camila!

    Estou com esse livro na minha estante e estava meio em dúvida se o pegaria logo para ler. Confesso que continuo na mesma dúvida, ele aparenta mesmo ser super descontraído mas fiquei com o pé atrás com esse tal final. rs

    Beijos,

    Samantha Monteiro
    http://www.wordinmybag.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila!
    Eu tinha visto esse livro entre os lançamentos, mas não parei nem para ler a sinopse... Sua resenha me deixou curiosa, geralmente gosto de livros que me surpreendem e a premissa dele chamou minha atenção.
    Bjs
    sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Camila!
    Adorei sua resenha! Eu não conhecia o livro, porém me interessou bastante. Parece ter uma história muito boa.

    Beijos,
    http://lendouniversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Camila...
    Nossa, que final foi este que eu quero saber...haha Fiquei curiosa.
    Apesar de não ser uma prioridade, ainda quero ler o livro. Vou me lembrar da sua resenha quando ler.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Apesar dos ótimos comentários que o livro vem recebendo, sou reticente quanto a história. Três dias, pra mim, é muito pouco pra saber se gosta realmente ou não de uma pessoa. Só lendo a sinopse já fiquei com aquele sensação de tudo acontecendo rápido demais.

    ResponderExcluir
  6. :n gostei da resenha, você sabe expor seu ponto de vista, parabéns. Eu não conhecia o livro, me interessei!

    http://blogexplicita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. O que será que acontece nesse final? Rs! Fiquei curiosa!
    Não conhecia o livro...

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  8. To com medo desse livro agora, o final foi tão ruim assim? rs
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Não sou muito chegado a romances mas valeu a dica!!
    http://infinitoparticulardoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pela resenha Camila! Estou ansiosa para ler Três Dias para Sempre! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  11. Quanta indignação com o final :B
    É a primeira vez que leio uma resenha desse livro, adoro a capa e o último livro nacional lnçado pela NC que li era incrível, não tenho muita vontade de ler esse, mas se surgir a oportunidade espero que ele seja incrível, apesar de não ir muito com a cara dos romances...
    Grande abraço pra ti!

    Leitor Antissocial

    ResponderExcluir
  12. Oi Camila, não acredito que o final foi frustrante! Odeio quando isso acontece, era melhor ter começado mal e terminado bem. Mas faz parte infelizmente.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  13. Resumindo, o livro é muito bom e se você leitor gosta de livros que te surpreenda talvez este livro seja para você, ou talvez você deseje não ter lido. =X

    :n esse trecho da resenha me conquistou! :n

    http://cantodadomino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Fiquei me perguntando se o final não é mais uma vez ela ter ficado sozinha. Isso seria diferente e algo que muitos não gostem tanto. Será que foi isso que a deixou com raiva????

    ResponderExcluir
  15. Camila!
    Estou com ele aqui na fila para a leitura.
    Já li um outro livro da Janda e gostei muito, espero gostar desse também e não me arrepender no final.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Adoro livros com finais surpreendentes, o que eu achei bem legal também é que a Janda colocou em uma das personagens o nome da sua amiga Raffa do blog A menina que comprava livros.

    Beijos

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!