Resenha: Pó de Lua - Clarice Freire

em 20 de fevereiro de 2015

Sinopse

Em 2011, discretamente, a publicitária Clarice Freire criou no Facebook uma página para reunir seus escritos e desenhos. Batizou-a como 'Pó de Lua', sua receita infalível 'para tirar a gravidade das coisas'. Desde então, ela vem conquistando uma legião de fãs fiéis e engajados, que se encantaram com a delicadeza de seus pensamentos, seu humor sutil e o traço despretensioso, que combina desenho e até fragmentos de palavras. Da internet para as páginas de um livro, foi mais um salto para a jovem autora recifense. Ela surpreende seus admiradores com uma proposta diferente. Pó de lua, o livro, tem o formato de um dos cadernos moleskine em que Clarice exercita sua criatividade. Inspirada pelas quatro fases da lua - minguante, nova, crescente e cheia - ela trata em frases concisas e certeiras de sentimentos como a saudade, o medo, a paixão e a alegria, sempre em sua caligrafia característica, ilustradas com muitos desenhos.










Pó de Lua
Editora Intrínseca
194 páginas



Vi este livro na Bienal do Livro ano passado e confesso que não me interessei, na verdade nem sabia do que se tratava, achei que fosse algum livro com história voltada para adolescentes, e desprezei. 


Devido a bons comentários de amigas por uma rede social, fui atrás e encontrei numa promoção aqui na minha cidade. Diferente do que imaginei, este é um livro de poesias, estilo Eu me chamo Antônio, colorido e muito criativo, me ganhou logo nas primeiras páginas, me identifiquei com as reflexões.


Como estou no Desafio Literário A Elite 2015, um dos temas era: uma história contada em versos, esta leitura veio na hora certa.



A capa e edição são belíssimas, ela escreve entre as quatro fases lunares traduzindo sentimentos as palavras, abordando amor, recomeços, felicidade, dor e liberdade. Clarice Freire é talentosa, consegue fazer jogos de versos envolventes que nos faz ler o livro em apenas algumas horas, diria até, menos que isso...



Os seus desenhos e escrita, parecem feitas a mão de tão belos e delicados, é um livro que daria de presente sem pensar duas vezes aos amantes das palavras.

Este livro surgiu de seu blog pessoal, o que nos deixa mais encantadas!



Segue o link do blog: Pó de Lua

Ela mantém uma página numa rede social: 
https://www.facebook.com/podelua?fref=ts

A editora Intrínseca mantém uma página para os clientes postarem sobre suas leituras deste livro usando a hashtag #podelua no Twitter ou Instagran:



Sobre a autora:




Filha do escritor e compositor pernambucano Wilson Freire e prima de Marcelino Freire, também escritor, Clarice buscou referências na própria família quando começou a escrever. “Desde pequena era levada para recitais e peças de teatro com os textos dos dois. Quando adolescente, procurava muito as escritoras, as poetisas”, diz. E o pulso delicado e firme que dá vida aos textos é influência delas: Clarice Lispector, Cecília Meireles e Cora Coralina. “Me identifico com a delicadeza mesmo falando sobre assuntos muito duros. Gosto disso.”

Clarice Freire conta que começou a escrever ainda pequena, quando ganhava cadernos de presente e se sentia na obrigação de preenchê-los. “Sempre gostei mais dos cadernos sem linhas, apesar de nunca ter conseguido escrever nada em linha reta. Minhas letras dançam, mas eu gosto. Um dia desses encontrei um poema que fiz com uns 12 anos num formato bem parecido com o Pó de Lua, achei interessante.”

(Entrevista concedida ao Jornal Diário de Pernambuco)

Clarice tem 26 anos, autodenomina-se como "aluada" em seu blog e Pó de Lua é seu primeiro livro, foi indicada para a editora Intrínseca pelo autor Gabriel de Eu me chamo Antônio.

Espero que tenham gostado, até a próxima





10 comentários

  1. Também já me recomendaram esse livro, e apesar de não ser o meu estilo favorito, confesso que tenho curiosidade. Parece super bem feito e cheio de criatividade. Uma boa opção de presente mesmo.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Nanda...
    Nossa, não sabia que a diagramação deste livro era tão linda.
    Confesso que não me interessaria assim pelo livro, mas agora fiquei com vontade de ler.
    Bela resenha.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá Nanda,
    que livro lindo! O que mais me chamou atenção foram as imagens que você disponibilizou do livro. Ele contem gravuras e uma diagramação muito caprichada. Alem de uma capa espetacular.
    Não sou fã de livros onde há somente poesias, porem você conseguiu me atiçar e me fazer ficar curiosa, pois você diz que a ideia da autora veio através do próprio blog. E as poesias usando a Lua, e querendo ou não a lua é meu fascínio desde criança. Impossível depois dessa não desejar o livro e ler os versos.
    Parabéns pela resenha!

    Beijokas Ana Zuky
    SA Revista

    ResponderExcluir
  4. Que legal seu post....
    eu ainda te confesso que tenho alguns preconceitos literários em relação ao estilo ainda gosto mais de poesia no bom sentido da palavra
    e não assim apesar de admirar o trabalho
    beijocas enormes e adorei a resenha Fer... sempre tentando a gente com bons livros

    www.cantodadomino.blogpost.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi nanda,
    Tudo?
    Infelizmente não curto muito livros relacionados a poesia, mas esse parece ser muito lindo e caprichado.Desejo muito sucesso a autora.
    Beijos

    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho! Estava numa livraria, dei uma folheada e foi amor à primeira vista! Esteticamente é lindo: capa, contra capa e lombada. No interior é que vem a grande surpresa: frases lindas intercaladas por desenhos lindos. Todos os dias abro em uma página pra ler a msg ^^

    ResponderExcluir
  7. Oi Fê!
    Ahhh essa sua resenha só meu deu mais vontade de ler esse livro que já esta na minha lista de desejados desde o lançamento,assim que tiver a oportunidade irei compra-lo com certeza!
    Bjos e t+!!!

    ResponderExcluir
  8. Eu não fazia ideia de que esse livro era contado dessa forma, a diagramação é muito lindo, e parece bem interessante.

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi! Conheço os seus trabalhos, sigo a página no facebook e me encanto a cada imagem e frases, sou apaixonada por poesia e sinto falta de um espaço maior para elas, me fascinam. Achei a capa do livro lindíssima e as ilustrações tão belas quando as que já vi.

    ResponderExcluir
  10. Estou louca por um livro desse, é bem mais bonitinho do que o livro Eu me chamo Antônio que particularmente não gostei muito.
    Beijos

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!