Filme As Aventuras de Pi

em 27 de fevereiro de 2014

As Aventuras de Pi


Nome original: Life of Pi
Gênero: Drama
Direção: Ang Lee
Elenco: Adil Hussain, Ayush Tandon, Gérard Depardieu, Irrfan Khan, Suraj Sharma, Tabu
Produção: Ang Lee, David Womark, Gil Netter
Duração: 129 min.


Sinopse
A história de um menino indiano chamado Pi (Suraj Sharma/ Irrfan Khan), filho de um tratador de zoológico, que se encontra na companhia de uma hiena, uma zebra, um orangotango e um tigre de bengala, depois de um naufrágio que os deixa à deriva no Oceano Pacífico.



Acredite no Extraordinário



O longa-metragem nos apresenta a história de Piscine Molitor Patel (quando jovem, vivido por Suraj Sharma, e interpretado por Irrfan Khan, quando adulto), mais conhecido como Pi, conta para um escritor desiludido a sua vida e a sua história emocionante de como sobreviveu ao naufrágio de cargueiro que levava a ele e seus pais e alguns animais do zoológico da Índia para o Canadá, e como acabou dividindo um pequeno barco salva-vidas com uma zebra, uma hiena, um orangotango e um tigre.




O enredo construiu um filme sobre um conjuntos de conceitos interessantes, tais quais:amor, perdas, religião, família identidade, e, sobretudo, as palavras que não são ditas quando o momento é oportuno. O protagonista divide conosco todo a sua trajetória desde a escolha de seu nome incomum, a adolescência até a idade adulta de hoje. O que me deixou mais intrigada com o filme, foi as variadas religiões que o protagonista acolhidas por ele, é algo muito belo a fé que o protagonista cultiva nos momentos mais complicados e trágicos no decorrer da trama.

A maioria das cenas do filme se passa no barquinho, com apenas o Pi e Richard Parker, o tocante tigre sobrevivente, algo do longa.O que nos leva a pensar em está perdido em meio ao oceano, tendo como companhia um carnívoro faminto? Não é uma das melhores companhias do mundo, mas Pi encontra uma forma de conviver com o seu novo companheiro, já que a sobrevivência de um logo se conecta diretamente com o outro.

Beijos!



Trechos de Quarta

em 26 de fevereiro de 2014





Trechos de Quarta (Teaser Wednesday) #62


Qualquer um pode jogar, basta fazer o seguinte,
Pegue sua atual leitura
Escolha seu “trecho” preferido,
Compartilhe um “trecho” do livro
Compartilhe o título e o autor também...




A Culpa é das Estrelas 
John Green - 224 páginas - Intrínseca 







"— Vocês sabem o que Dom Pérignon disse depois de inventar o champanhe? — ele perguntou com um sotaque delicioso. — Não? — falei. — Ele chamou os outros monges e disse: ‚Venham depressa! Estou bebendo estrelas.' Bem-vindos a Amsterdã."



"Tomamos um gole. Estrelas não tão perceptíveis quando comparadas às que tomamos no Oranjee, mas ainda assim boas o bastante para serem apreciadas."


Resenha Belo Desastre

em 25 de fevereiro de 2014


Belo Desastre 
Jamie Mcguire - 392 páginas - Verus 


Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento dele pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura. E é então que eles se envolvem em uma relação intensa e conturbada, que pode acabar levando-os à loucura.








Abby quer fugir do seu passado a todo custo, já não é a primeira vez que faz isso, ela sempre conta com a ajuda da melhor amiga America, que está sempre disposta a dar uma força, mesmo que seja mudar de cidade e não dizer nada para ninguém para onde vai. Fugir parece ser a melhor alternativa, mais nem sempre é a melhor solução, pois invariavelmente o passado bate a porta e os fantasmas aparecem para assombrar e destruir tudo que conquistou até ali.

Travis Maddox é tudo que Abby não precisa, bad boy que adora lutas clandestinas para ganhar dinheiro, sua tatuagem chama atenção das garotas da faculdade, menos de Abby, ela tenta a todo custo desprezar tudo que Travis represente, e faz isso. Travis tem fama de galinha, adora transas de uma noite. Ele se sente diferente com Abby, pois ela não dá bola para ele, claro que ele não vai deixar barato e vai tentar a todo custo se aproximar dela, eles se tornam amigos e Travis vai mudando suas atitudes aos poucos.

Ele pode até ser bad boy, mais também é ciumento, possessivo e adora fazer birra, talvez tenha exagerado um pouco, mais que ele adora fazer uma cena, haa adora. Leva tudo numa boa, mais quando Abby dá um fora nele, vira aquele cara que só faz merda, bebe e se mete em encrenca, quando não fica rastejando aos pés de Abby. Quando estão bem, ele está bem, quando brigam ele fica de cara amarrada.

Duas pessoas com dramas complexos, quando descobri o problema de Abby fiquei com pena da garota, porque na moral, que pai é esse? É uma situação complicada, eu mesma não saberia como lidar com uma situação dessa, quanto ao Travis ficamos um pouco no escuro quanto ao fato dele ser assim, meio bad boy que adora lutas sangrentas.

Comprei esse livro assim que foi lançado, comecei a leitura e deixei de lado, Abby me irrita um pouco e acho que esse pode ter sido o motivo, na boa ela é muito chata, e senti pena de Travis algumas vezes, principalmente na noite em que fala que a ama, na casa do pai e ela no pedestal, fazendo charme.

Infelizmente este livro não me surpreendeu, não me conectei com os personagens, eu pegava para ler, lia algumas páginas, quando fechava não sentia vontade de pegar novamente, não sei o que me desagradou, porque adoro livros ambientados em faculdades e New Adult, talvez tenha sido os personagens mesmo, no final das contas não via à hora do livro acabar.

A capa do livro me chamou atenção, meio desfocado em algumas áreas, as cores em harmonia e diagramação simples.

Belo Desastre não funcionou para mim, em se tratando de New Adult sou muito mais Easy e No limite da Atração, são meus preferidos, mais pode ser que você goste.

Beijos Mila


Lançamento Gutenberg

em 24 de fevereiro de 2014




"Mais profundo, esse livro desbancou 'A culpa é das estrelas'."
Danilo Leonardi, Cabine Literária


Será?!


Este é o novo lançamento do Grupo Autêntica, pelo selo Gutenberg e se desbancar 'A culpa é das estrelas', eu quero esse livro já!!






Confiram a Sinopse e Adicione no Skoob.





Minha metade silenciosa
Andrew Smith
Tradução: Rodrigo Seabra


Stark McClellan tem 14 anos. Por ser muito alto e magro, tem o apelido de Palito, mas sofre bullying mesmo porque é “deformado”, já que nasceu apenas com uma orelha. Seu irmão mais velho, Bosten, o defende em qualquer situação, porém ambos não conseguem se proteger de seus pais abusivos, que os castigam violentamente quase todos os dias. Ao enfrentar as dificuldades da adolescência estando em um lar hostil e sem afeto – com o agravante de se achar uma aberração –, o garoto tem na amizade e no apoio do irmão sua referência de amor, e é com ela que ambos sobrevivem.

Um dia, porém, um episódio faz azedar terrivelmente a relação entre Bosten e o pai. Para fugir de sua ira, o rapaz se vê obrigado a ir embora de casa, e desaparece no mundo. Palito precisa encontrá-lo, ou nunca se sentirá completo novamente. A busca se transforma em um ritual de passagem rumo ao amadurecimento, no qual ele conhece gente má, mas também pessoas boas. Com um texto emocionante, personagens tocantes e situações realistas, não há como não se identificar e se envolver com este poético livro.


Beijos Mila


Cuco - Julia Crouch

em 23 de fevereiro de 2014








Polly é a mais antiga amiga de Rose. Então quando ela liga para dar a notícia que seu marido morreu, Rose não pensa duas vezes ao convidá-la para ficar em sua casa. Ela faria qualquer coisa pela amiga; sempre foi assim.
Polly sempre foi singular — uma das qualidades que Rose mais admirava nela — e desde o momento em que ela e seus dois filhos chegaram na porta de Rose, fica óbvio que ela não é uma típica viúva. Mas quanto mais Polly fica na casa, mais Rose pensa o quanto a conhece. Ela não consegue parar de pensar, também, se sua presença tem algo a ver com o fato de Rose estar perdendo o controle de sua família e sua casa.
Enquanto o mundo de Rose é meticulosamente destruído, uma coisa fica clara: tirar Polly da casa está cada vez mais difícil.









I.S.B.N.: 9788581630229
Acabamento : Brochura
Edição : 1 / 2012
Idioma : Português
Número de Paginas : 464
Tradutor : Tiago Novaes Lima
Editora: Novo Conceito



O livro Cuco sempre me chamou a atenção pela capa, achava bem interessante a arte e a chamada. Suspense me intriga, eu confesso, e este é até bem legal.


A história é de Rose, uma jovem esposa e mãe, que acolhe sua melhor amiga de infância Polly(uma rockstar dos anos 90), em sua residência, após a amiga passar por problemas pessoais, pois o marido acaba de falecer, e ela tendo bom coração decide receber Polly juntamente com seus filhos até ela se restabelecer. Porém, não demora muito a arrepender-se amargamente, onde o limite saudável da amizade beira a loucura, a leitura mexe com nosso psicológico e acredito que foi intencional.


Rose é casada com Gareth e a chegada de Polly desestrutura totalmente a relação deles, sendo que a dita “amiga” inveja a relação amorosa para si.







“- Está aqui a sua receita médica. – Kate pousou a folha fina de papel verde no criado-mudo ao lado de Rose e inclinou-se para beijá-la. (…)
Rose permaneceu ali por alguns minutos, sentindo-se arrasada. Em seguida, ergueu um braço pesado em direção ao criado-mudo, tateando até achar a receita. Abriu-a e a segurou em frente ao rosto até que a vista focasse. Ali, com a caligrafia enérgica e clara de Kate, havia cinco palavras: Mande-a embora de sua casa.”



Devido a Rose compartilhar muitos segredos com Polly, e tem também muita gratidão é que ela suporta tudo. Nos sentimos introduzidos na história, e em vários momentos chega a ser sufocante, chega a ser doentia essa relação de amor e ódio entre as duas. Difícil até entender como Rose suportou essa vivência, mesmo tendo motivos fortes para isso, eu jamais suportaria, Polly é doente, desequilibrada, psicopata. 


Até a metade o livro prometia muito, a trama inteligente, me prendia, mas no decorrer se tornou maçante e até repetitivo, o que achei desnecessário. Tinha tudo para ser um ótimo livro. Mas não é um livro ruim, eu apenas esperava mais dele.


É uma temática bem adulta, para se refletir sobre amizade e suas limitações. 

Li uma resenha recomendando o filme A Órfã após ler o livro, e também recomendo, é nesse estilo, para quem gosta está aí uma boa dica de um thriller psicológico!




Até a próxima,


Nanda.



Resenha Os Garotos Corvos

em 21 de fevereiro de 2014


Os Garotos Corvos 
Maggie Stiefvater - 376 páginas - Verus 


Todo ano, na véspera do Dia de São Marcos,­ Blue Sargent vai com sua mãe clarividente até uma igreja abandonada para ver os espíritos daqueles que vão morrer em breve. Blue nunca consegue vê-los — até este ano, quando um garoto emerge da escuridão e fala diretamente com ela.

Seu nome é Gansey, e ela logo descobre que ele é um estudante rico da Academia Aglionby, a escola particular da cidade. Mas Blue se impôs uma regra: ficar longe dos garotos da Aglionby. Conhecidos como garotos corvos, eles só podem significar encrenca.

Gansey tem tudo — dinheiro, boa aparência, amigos leais —, mas deseja muito mais. Ele está em uma missão com outros três garotos corvos: Adam, o aluno pobre que se ressente de toda a riqueza ao seu redor; Ronan, a alma perturbada que varia da raiva ao desespero; e Noah, o observador taciturno, que percebe muitas coisas, mas fala pouco.

Desde que se entende por gente, as médiuns da família dizem a Blue que, se ela beijar seu verdadeiro amor, ele morrerá. Mas ela não acredita no amor, por isso nunca pensou que isso seria um problema. Agora, conforme sua vida se torna cada vez mais ligada ao estranho mundo dos garotos corvos, ela não tem mais tanta certeza. De Maggie Stiefvater, autora do aclamado A Corrida de Escorpião, esta é uma nova série fascinante,­ em que a inevitabilidade da morte e a natureza do amor nos levam a lugares nunca antes imaginados.





Este foi o primeiro livro que li da autora, posso falar que estou encantada com os personagens, com a história e com a magia que nós encontramos nele. É tudo complexo e simples ao mesmo tempo, e não é só uma grande história super diferente que a autora criou, ela também me surpreendeu bastante.

Neste livro também encontrei o valor de uma grande amizade, a persistência, bravura, o medo. Cada personagem com suas virtudes e medos, traumas e força de vontade. Também encontrei ganância e claro amor embora contido, mais o mais puro e simples do amor.

Em pequenas doses a autora nos presenteia com informações de supra importância e assim tudo vai se encaixando, nossas duvidas sendo supridas e um ótimo gancho para a continuação. Agora só nos resta aguardar o lançamento do segundo volume, e pelo que andei lendo é de tirar o fôlego.

Um ótimo livro, viciante até, comprei o livro no formato e-book para meu Kobo e agora quero minha versão física!

Eu recomendo e quero os outros livros da autora, pois já virei fã.


"Essa era a razão porque Adam podia perdoar a versão rasa e polida de Gansey que ele encontrara pela primeira vez. Graças ao seu dinheiro, ao seu bom nome de família, ao seu sorriso, à sua risada fácil, ao fato de que ele gostava das pessoas e (apesar de seus temores em contrário) elas também gostavam dele, Gansey poderia ter todos os amigos que quisesse. Em vez disso, havia escolhido três deles, três sujeitos que deveriam ser, por três razões diferentes, destituídos de amigos." - Os Garotos Corvos, página 53.

Beijos Mila


Novidades Belas-Letras

em 20 de fevereiro de 2014


Oi meus amores, a Editora Belas-Letras acaba de fechar mais um lançamento estrangeiro para este ano. Se preparem que o livro True Spirit, de Jessica Watson vai chegar nas livrarias em Março e para os amantes das adaptações, a boa notícia é que teremos um filme também!


Confiram a Capa e a Release do livro Ghost Rider: A Estrada da Cura


Ghost Rider: A Estrada da Cura chega ao Brasil pela editora Belas-Letras
Best-seller escrito pelo baterista da banda Rush era aguardado há 12 anos pelo público brasileiro

Ghost Rider: A Estrada da Cura, livro que se tornou best-seller internacional e um clássico da literatura on the road, lançado originalmente em 2002 mas ainda inédito no Brasil, vai chegar às livrarias do país no dia 7 de março pela editora Belas-Letras.

A obra se tornou referência depois de Neil Peart – considerado o melhor baterista do mundo pela revista Rolling Stone – ter sofrido uma dupla tragédia, com a morte da filha única, Selena, em um acidente de carro, e da mulher, Jackie, de câncer, menos de um ano depois.

Considerada pela crítica internacional como uma das melhores obras literárias já escritas por figuras do rock, nela o músico – apaixonado por motociclismo – descreve como decidiu pegar a estrada sem destino para rodar com sua BMW R1100GS por mais de 90 mil quilômetros, durante 14 meses, em uma jornada que o ajudou no seu processo de convivência com o luto em meio à solidão da estrada, a riqueza da paisagem e os lugares e personagens que descobriu ao longo dessa trajetória. 

 A história de Peart conquistou fãs no mundo inteiro, mesmo os que não eram admiradores da banda de rock. A viagem a bordo de sua moto o ajudou a lidar com a morte da mulher e da filha e a fazê-lo encontrar um novo sentido para continuar vivendo, já que a dupla tragédia também fez com que a banda parasse com as apresentações.

“O resto da bagagem que eu levaria comigo naquela manhã tinha menos volume, mas era mais pesado – eram os fardos invisíveis que me fizeram partir em uma jornada que já se assemelhava a uma espécie de exílio. (...) Eu partia com a minha motocicleta para tentar descobrir que tipo de pessoa eu me tornaria e em que tipo de mundo eu viveria”.

Antes de Ghost Rider: a Estrada da Cura, o músico já havia escrito outro livro, The Masked Rider (O ciclista mascarado), em que narra suas aventuras em duas rodas, mas desta vez de bicicleta, pedalando pela África. A Belas-Letras também já adquiriu os direitos para publicação no Brasil e a obra deve ser lançada em 2015.

Leitura essencial para admiradores de Neil Peart e da banda Rush, para motoqueiros e amantes de estrada, e para quem quer descobrir, assim como ele, mais sentidos para continuar vivendo mesmo depois de ter perdido alguém.



Saiba mais sobre a menina de 16 anos que deu a volta ao mundo sozinha em um barco que será publicado pela Belas-Letras.




Trechos de Quarta

em 19 de fevereiro de 2014

Trechos de Quarta (Teaser Wednesday) #61

Qualquer um pode jogar, basta fazer o seguinte,
Pegue sua atual leitura
Escolha seu “trecho” preferido,
Compartilhe um “trecho” do livro
Compartilhe o título e o autor também...





Jamie Mcguire - 392 páginas - Verus 





"- Sabe por que eu te quero? Eu não sabia que estava perdido, até que você me encontrou. Não sabia que estava sozinho até a primeira noite em que passei na minha cama sem você. Você é a única coisa certa na minha vida. Você é o que eu sempre esperei, Beija-flor."








Resenha Poseidon

em 18 de fevereiro de 2014



Poseidon 
Anna Banks - 288 páginas - Novo Conceito 


Galen é o príncipe de Syrena enviando à terra para encontrar uma garota que pode se comunicar com peixes. Emma está de férias na praia quando ela litaralmente corre de encontro a Galen. Ambos sentem um conexão, mas vai demorar vários encontros incluindo um mortal com um tubarão para Galen se convencer dos dons de Emma. Agora se ele pelo menos pudesse convencer Emma de que ela segura consigo a chave para seu reino... Contado a partir de ambos dos pontos de vistas, Emma e Galen, aqui está uma história de peixe fora d'água, humor que intriga e ondas de romance.





Poseidon é o primeiro volume da trilogia O Legado de Syrena, acompanhamos a história de Emma, que vê sua melhor amiga morrer com um ataque de tubarão, ela tenta a todo custo ajudar sua amiga, mais infelizmente não teve forças o suficiente, ela não sabe que poderia ter salvado sua amiga e fica muito desolada com sua morte.

Emma é diferente, tem cabelos loiros quase brancos e olhos cor de violeta, ela tem o Dom de Poseidon, pode se comunicar com os seres do mar, mais ainda não sabe disso.

Galen é da realeza, ele é príncipe do reino de Tritão, e recebeu uma ligação do Dr. Milligan, onde informa para Galen que encontrou uma Syrena loira visitando o Gulfarium em forma humana, descreveu as habilidades que percebeu na Syrena e agora Galen precisa verificar se a informação de fato é verdadeira, se for, então a Syrena tem o dom de Poseidon e ela poderá ser a chave para salvar os reinos de Poseidon e Tritão.

Mais Galen está em dúvidas, Emma não tem as características de uma Syrena, somente os olhos cor de violeta e a estranha energia que os conecta, ele se surpreende com o ataque de Tubarão e fica confuso pois, Emma seria capaz de salvar sua amiga, e vendo a tentativa frustrada de Emma em salva-la, parte para o mar e tenta ajudar, ele chega a tempo de presenciar Emma mandando o Tubarão parar de puxar sua amiga para o fundo, e o pior é que o Tubarão acata sua ordem.

Agora Galen está intrigado, quem realmente é Emma, será que ela sabe do Dom que tem, só resta uma atitude, entrar na mesma escola que Emma e tentar decifrar todo esse mistério, ao mesmo tempo em que tenta resistir à atração que sente por ela.

Um livro maravilhoso com uma narrativa encantadora e divertida, além disso também é misterioso, instigante e viciante.

Galen é o perfeito príncipe e a maneira com que cuida de Emma é de dar inveja, um romance lindo que me fez suspirar, já Emma a princípio não me conquistou muito como protagonista, mais aos poucos ela foi crescendo e se tornou forte e convicta do que quer.

O casal realmente conquista o leitor, onde a química transpassa as páginas do livro. O momento em que Emma briga com Rayna, a irmã de Galen é chocante e até emocionante, eu até me lembrei daquela cena do filme Hancock onde Charlize Theron e Will Smith resolvem ter uma discussão e acabam por destruir a sala, cozinha e o que estiver na frente.


"Estraguei a recepção. Nunca mais serei convidada. Minhas chances com Galen acabaram quando ataquei a irmã dele. E quando lhe dei um soco. E agora, quando a chutei forte a ponto de ela ver estrelinhas.Então, quando ela pergunta:- Foi isso o que você fez com a Chloe quando ela estava dentro da água?Não tenho mais nada a perder. É por isso que bato o ombro em suas costelas, levanto-a do chão e atravesso com ela a porta de vidro, rumo à tempestade."Pág: 95



Alem disso tudo, o livro ainda termina com um final que me deixou literalmente desejando o segundo volume. Novo Conceito, não demore a publicar!! Please!!

Também quero dar parabéns a Editora Novo Conceito, a diagramação está linda, o detalhe em arabescos em cada capítulo e a capa estão maravilhosos!




Leitura rápida, narrativa fluída, enredo emocionante! Virou favorito!!

Grupo Editorial Novo Conceito - Abril

em 17 de fevereiro de 2014


O Grupo Editorial Novo Conceito já divulgou os lançamentos de Abril, são títulos maravilhosos, confiram, adicionem na sua Estante do Skoob!



O Lado Mais Sombrio - Bem vindo ao verdadeiro País das Maravilhas - A.G.Howard

Alyssa Gardner ouve os pensamentos das plantas e animais. Por enquanto ela consegue esconder as alucinações, mas já conhece o seu destino: terminará num sanatório como sua mãe. A insanidade faz parte da família desde que a sua tataravó, Alice Liddell, falava a Lewis Carroll sobre os seus estranhos sonhos, inspirando-o a escrever o clássico Alice no País das Maravilhas. Mas talvez ela não seja louca. E talvez as histórias de Carroll não sejam tão fantasiosas quanto possam parecer. Para quebrar a maldição da loucura na família, Alyssa precisa entrar na toca do coelho e consertar alguns erros cometidos no País das Maravilhas, um lugar repleto de seres estranhos com intenções não reveladas. Alyssa leva consigo o seu amigo da vida real – o superprotetor Jeb –, mas, assim que a jornada começa, ela se vê dividida entre a sensatez deste e a magia perigosa e encantadora de Morfeu, o seu guia no País das Maravilhas. Ninguém é o que parece no País das Maravilhas. Nem mesmo Alyssa...




Bob - Um gato fora do normal - Versão inédita, com fotos coloridas, do Best-Seller "Um Gato de Rua Chamado BOB" - James Bowen

“Nós ganhamos segundas chances todos os dias, mas geralmente não as aproveitamos. E então eu conheci o Bob.” James Bowen é um músico sem-teto que se apresenta nas ruas de Londres para sobreviver. A partir do momento em que ele encontra um gato de rua machucado, com o pelo cor de laranja e grandes olhos verdes, sua vida começa a mudar. Juntos, James e Bob enfrentam o mundo – e vencem. Uma história verdadeira sobre amor e amizade que vai fazer você sorrir muito.







Colin Fischer

RESOLVENDO O CRIME. UMA EXPRESSÃO FACIAL POR VEZ. O ano letivo de COLIN FISCHER acabou de começar. Ele tem cartões de memorização com expressões faciais legendadas, um desconcertante conhecimento sobre genética e cinema clássico e um caderno surrado e cheio de orelhas, que usa para registrar suas experiências com a MUITO INTERESSANTE população local. Quando um revólver dispara na cantina, interrompendo a festinha de aniversário de uma das garotas, Colin é o único que pode investigar o caso. Está em suas mãos provar que não foi Wayne Connelly, justamente aquele que mais o atormenta, que trouxe a arma para a escola. Afinal de contas, a arma estava suja de glacê, e Wayne não estava com os dedos sujos de glacê…






Desde o primeiro instantes - O que acontece quando alguém que tinha ido embora volta? - Mhairi MCFarlane

Rachel acabou de romper um noivado e está decidindo o que vai fazer da vida. Quando ela se encontra casualmente com Ben, um amigo dos tempos da faculdade, seu coração balança. Na época não rolou, mas agora ele parece tão mais interessante... O problema é que Ben está casado, “fora do mercado”, como se costuma dizer. Ok, hora de partir para outra. Rachel não é nenhuma mocinha ingênua, dessas que se deixam levar pela emoção. O fato de Ben ser lindo, educado, engraçado, nobre e fiel não é suficiente para tirar Rachel do seu eixo. Claro que não. Na verdade, ele é O Companheiro Perfeito. Pena que seja tão fiel! Apaixonar-se pelo melhor amigo é o sentimento mais gostoso do mundo, mas também é assustador.







Esta é uma história de amor - ...mas nem toda história de amor é igual. - Jessica Thompson

Um rapaz conhece uma menina e a menina se apaixona pelo rapaz – até aí, nenhuma novidade. Mas, com Sienna e Nick, as coisas não acontecem do jeito que costumam acontecer nas histórias de amor. Tudo bem que ela o achou superparecido com o Jake Gyllenhaal, seu ator preferido. E ele teve o maior frio na barriga quando viu aqueles lindos olhos azuis-escuros no metrô. Nada disso importa quando a gente está fechado para balanço. Ela é frágil... Tem tantos segredos. E ele não está a fim de nada sério. Engraçada e ao mesmo tempo triste, esta é a história de duas pessoas destinadas a não ficarem juntas... mesmo sendo a coisa que elas mais querem no mundo.




Vinte garotos no verão - Na verdade, as coisas não vão embora. Elas se transformam em algo diferente. Em algo mais bonito - Sarah Ockler

Quando alguém que você ama morre, as pessoas perguntam como você está, mas não querem saber de verdade. Elas buscam a afirmação de que você está bem, de que você aprecia a preocupação delas, de que a vida continua. Em segredo, elas se perguntam quando a obrigação de perguntar terminará (depois de três meses, por sinal. Escrito ou não escrito, é esse o tempo que as pessoas levam para esquecer algo que você jamais esquecerá). As pessoas não querem saber que você jamais comerá bolo de aniversário de novo porque não quer apagar o sabor mágico de cobertura nos lábios beijados por ele. Que você acorda todos os dias se perguntando por que você está viva e ele não. Que na primeira tarde de suas férias de verdade você se senta diante do mar, o rosto quente sob o sol, desejando que ele lhe dê um sinal de que está tudo bem.




A Escolha do Coração - O que fazer quando a única maneira de salvar sua vida é sacrificar a sua? - Amanda Brooke

Recém-casados, Holly e Tom se mudam para uma casa grande e confortável, onde ela espera esquecer de vez os fantasmas de sua infância problemática. O destino, contudo, lhe preparou uma surpresa, que se revela depois que Holly encontra um relógio lunar enterrado no jardim. O relógio oferece a imagem de um futuro que é ao mesmo tempo animador e preocupante: a visão de um lindo bebê nos braços de Tom... mas Holly, estranhamente, não aparece na visão. Em pânico diante da previsão, ela teme que um dia precise fazer uma escolha terrível: dar um filho ao marido, sacrificando sua própria vida... ou salvar-se e se esquecer para sempre da filha não nascida – a quem Holly já aprendeu a amar.



Primeiro amor - Um retrato comovente de um verdadeiro amor, que vai tocar o coração de quem tem um primeiro amor todo seu - James Patterson

Axi Moore é uma garota certinha, estudiosa, bem comportada e boa filha. Mas o que ela mais quer é fugir de tudo isso e deixar para trás as lembranças tristes de um lar despedaçado. A única pessoa em quem ela pode confiar é seu melhor amigo, Robinson. Ele é também o grande amor de sua vida, só que ainda não sabe disso. Quando Axi convida Robinson para fazer uma viagem pelo país, está quebrando as regras pela primeira vez. Uma jornada que parecia prometer apenas diversão e cumplicidade aos poucos transforma a vida dos dois jovens para sempre. De aventureiros, eles se tornam fugitivos. De amigos, se tornam namorados. Cada um deles, em silêncio, sabe que sua primeira viagem pode ser também a última, e Axi precisa aceitar que de certas coisas, como do destino, não há como fugir. Comovente e baseado na própria vida do autor, este livro mostra que, por mais puro e inocente que seja, o primeiro amor pode mudar o resto de nossas vidas.


Selo Novas Páginas



Belleville - Há sempre uma palavra que nos une - Felipe Colbert

Se pudesse, Lucius aterrissaria em 1964 para ajudar Anabelle a realizar o grande sonho do seu falecido pai! De quebra, ajudaria a moça a enfrentar alguns problemas muito difíceis, entre eles resistir à violência do seu tio Lino. Claro que conhecer de perto os lindos olhos verdes que ele viu no retrato não seria nenhum sacrifício... Sem conseguir explicar o que está acontecendo, Lucius inicia uma intensa troca de correspondência com a antiga moradora da casa para onde se mudou. Uma relação que começa com desconfiança, passa pelo carinho e evolui para uma irresistível paixão – e para um pedido de socorro...





Selo #Irado



Boneca de Ossos - Holly Black

POPPY, ZACH E ALICE sempre foram amigos. E desde que se conhecem por gente eles brincam de faz de conta – uma fantasia que se passa num mundo onde existem piratas e ladrões, sereias e guerreiros. Reinando soberana sobre todos esses personagens malucos está a Grande Rainha, uma boneca chinesa feita de ossos que mora em uma cristaleira. Ela costuma jogar uma terrível maldição sobre as pessoas que a contrariam. Só que os três amigos já estão grandinhos, e agora o pai de Zach quer que ele largue o faz de conta e se interesse mais pelo basquete. Como o seu pai o deixa sem escolha, Zach abandona de vez a brincadeira, mas não conta o verdadeiro motivo para as meninas. Parece que a amizade deles acabou mesmo...




Selo Novas Ideias



Mulheres que escolhem demais - Pare de colocar defeito em todo mundo - Lori Gottlieb

Todo mundo tem uma amiga que vive procurando defeito em todos os pretendentes. Um é alto demais, o outro é baixinho; um terceiro não é suficientemente bem-sucedido. E tem ainda aquele que é perfeito demais... A expectativa por uma boa companhia é tão grande que a cabeça da mulher se enche de dúvidas: “Ele é a pessoa certa para mim? Ele é O CARA!? Será que existe Príncipe Encantado? Pior ainda: será que fiquei esperando tanto que não reparei quando ele passou por mim?”. Talvez o homem que a sua amiga – ou você, mesmo que não admita – tanto espera não exista. E talvez você nunca tenha pensado nisso. Ninguém é perfeito. Todos têm defeitos — sim, inclusive as mulheres! Mas são justamente as pequenas diferenças que deixam tudo mais interessante.


A Abadia de Northanger - Jane Austen

em 16 de fevereiro de 2014





Catherine é uma mocinha de apenas dezessete anos. Embora não tenha nascido uma criança bonita, os anos lhe trouxeram a beleza inesperada.
Pela primeira vez, ela irá deixar sua casa, que divide com os pais e nove irmãos. Irá conhecer um mundo totalmente diferente ao visitar a cidade de Bath - onde irá ao teatro, ao balneário e terá contato com muitas pessoas. Fará novas amizades e será objeto de apreciação dos rapazes. E ela mesma não ficará para trás - irá enamorar-se por um certo Henry Tilney que chama sua atenção ao tornar-se seu par em um dos bailes a que ela vai.







A Abadia de Northanger
Autora: Jane Austen
Editora: Martin Claret
Categoria: Romance Inglês / Clássico
304 Páginas


Primeiro livro que leio de Jane Austen e já estou apaixonada, eu amo romances históricos e até demorei a ler algum dela. Que leitura deliciosa!

A história é narrada em terceira pessoa, pela protagonista, a jovem Catherine Morland, moça bonita, alegre e brincalhona.

A Abadia de Northanger foi escrito por volta de 1790. Essa edição da Martin Claret traz uma capa belíssima e a diagramação idem.

Publicado postumamente em 1817 (o romance começou em 1798, e foi aceito pela editora em 1803) o mais curto entre os trabalhos de Jane Austen, o livro é uma paródia hilariante de romances góticos do século 18, a novela faz a sátira dos romances góticos que eram a febre da época.


"Ninguém que tivesse visto Catherine Morland quando criança teria imaginado que ela nascera para ser heroína. Sua situação na vida, o caráter do pai e da mãe, sua própria pessoa e disposição, tudo ia contra ela."

O livro começa como uma sátira sobre as parcelas improváveis de personagens dos romances góticos típicos, como Mistérios de Udolpho da Sra. Radcliff (1794). Catherine Morland, que vem de família confortável de um clérigo de aldeia, é convidada a ir até Bath para a temporada, por seus amigos ricos, Mr. e Mrs. Allen. Em Bath ela conhece Isabella Thorpe, uma mulher jovem e sofisticada cujo irmão John é um amigo do irmão de Catherine, James Morland. Isabella incentiva o interesse de Catherine em fantasias românticas e ficcionais.

Lá também é apresentada ao Sr Tilney e se apaixona à primeira vista, e que como não tem retribuição logo de cara, chega a ser muito divertido os pensamentos dela em relação ao seu devaneio romântico e amor platônico.


"(...)Sua paixão por velhos edifícios só perdia para a paixão por Henry Tilney, e castelos e abadias costumavam ser o encanto dos devaneios que a imagem dele não preenchia. Ver e explorar as muralhas e as torres de um ou os claustros de outro foram durante muitas semanas seu ardente desejo,embora ser mais do que a visitante de uma só hora parecesse um desejo quase impossível. E, no entanto, iria acontecer, tendo contra si todas as probabilidades, pois podia ser casa, mansão, casa de campo, parque ou chalé, mas aconteceu de Northanger ser uma abadia; e ela seria sua moradora. Seus corredores longos e úmidos, suas celas estreitas e sua capela em ruínas estariam todos os dias ao seu alcance, e ela não conseguia reprimir completamente a esperança de alguma lenda tradicional, algum túmulo terrífico de uma freira ferida e desditosa."


Nesta narrativa, temos uma jovem que não é uma heroína típica e ingênua, Catherine é inteligente, enxerga que estão tentando manipulá-la e persuadi-la, ela sabe questionar, pensar e agir conforme seus próprios valores, com personalidade.

É um livro charmoso, para os amantes dos clássicos, bem gostoso de ler!

Há uma adaptação para o cinema feita em 2007 que também vale conferir.

Uma dica: para quem gosta da série de TV Downton Abbey, certamente gostará deste livro! Amo a série e é das minhas preferidas!

Até a próxima,



Nanda