Lançamento: Evelina - Frances Burney / Editora Pedrazul

em 24 de julho de 2014



Tenho o prazer de falar hoje sobre uma editora bem legal que conheci recentemente, seu foco são os livros clássicos, que são os meus preferidos, é a Editora Pedrazul(http://www.pedrazuleditora.com.br/)

A Pedrazul situa-se na região Sudeste do país, onde se localiza um dos mais belos pontos turísticos do Brasil, de onde se originou o seu nome, a Pedra Azul ou Pedra do Lagarto no município de Domingos Martins, região montanhosa do estado do Espírito Santo, localizada a 40 minutos da capital, Vitória.

A editora já lançou alguns livros dos autores:  Charles John Huffam, Charlotte Brontë, Chirlei Wandekoken e Elizabeth Gaskell.









Seu mais novo lançamento é o livro Evelina, da escritora que foi a preferida de nada menos que Jane Austen: Frances Burney, influenciando assim sua vida como escritora.

Ao longo dos seus 88 anos de vida (1752-1840), Frances Burney escreveu várias obras, sendo que as mais famosas são "Evelina", "Camilla" e "Cecília", três dos únicos cinco romances de sua autoria. Junto com Jane Austen, elas viveram partes de suas vidas nos dois séculos mais importantes da literatura clássica: A era de ouro do Romantismo.


A capa do livro é a Pintura: “Retrato de uma Senhora como Evelina”, uma obra de 1780, de John Hoppner (1758-1810),feita para homenagear Frances Burney depois que o pintor famoso leu a obra e procurou uma moça que tivesse as características da Evelina, então a capa já é uma obra de arte.

O livro é todo ilustrado, são 81 originais de Hugh Thompson pequenas, porém belíssimas. Seguem algumas abaixo:





Neste romance, com tradução de Gabriela Alcoforado, Evelina, o personagem-título é a filha não reconhecida de um dissipado aristocrata inglês e a filha adotiva de um provinciano reverendo. As circunstâncias do nascimento dessa ingênua, doce e elegante moça são um tanto nefastas e, por seu berço duvidoso, ela foi obrigada a viver em reclusão rural até os seus dezoito anos. Através de uma série de eventos humorísticos que acontece em Londres e na cidade turística de Bristol-Hotwells, Evelina faz sua entrada nas complexas camadas da sociedade do século XVIII. Este romance epistolar, narrado por sua heroína, muitas vezes satiriza a sociedade em que ela está inserida e é um precursor importante dos trabalhos posteriores de Jane Austen, cujos romances exploram muitas das mesmas questões.

Se alguém conhece a história e leu este livro ou qualquer outro de Frances Burley, certamente não foi em português, pois no Brasil as primeiras privilegiadas foram Gabriela Alcoforado, a tradutora e Chirlei Wandekoken, a editora de obras estrangeiras da Pedrazul.

Abaixo segue trechos da entrevista delas à Andréa Pirajá:

- Gabriela, qual foi a sua experiência na tradução de "Evelina"?

- No início achei muito difícil, pois eu não conhecia nada de Frances Burney. Mas, à medida que fui traduzindo, me apaixonei pela história e o trabalho rendeu muito. Outra coisa bastante difícil foi manter o vocabulário da época, rebuscadíssimo e, ao mesmo tempo, usar outro, mais vulgar, para os personagens vulgares. Mas foi muito prazeroso traduzir "Evelina". Quando acabei, confesso, senti saudades.

- Chirlei, como você classifica "Evelina"?

- "Evelina" é inusitado, lindo, com muitos personagens. Enfim, um clássico que figura entre meus preferidos. Tenho certeza absoluta que vocês amarão Fanny Burney, pois eu já a vejo como uma extensão do legado de Jane Austen.

- O que vocês podem destacar do estilo de Austen no modo de escrever de Burney?

Gabriela - Ambas eram irônicas demais! E posso afirmar que "Evelina" é imperdível e apaixonante.

Chirlei - A mesma forma de falar, o tão recorrente “ouso dizer...” das obras de Jane. Ambas têm humor satírico, irônico. Ao contrário de Austen, Burney frequentou a corte e, portanto, ela satiriza com propriedade a pequena nobreza da Inglaterra. Seu humor é muito parecido com o de Austen, é poderoso, perspicaz, ela não se importa se o personagem é um lord ou um prateiro para classificá-lo de vulgar.

A pré-venda de Evelina inicia-se em 29 de julho no site da editora, com entrega dos exemplares para agosto, quem comprar ainda ganhará três marcadores diferentes e exclusivos(vide imagens) e um botton com a imagem de Jane Austen.  Um dos marcadores, com a aquarela de Jane Austen, pintada por sua irmã Cassandra, tem uma frase da própria Jane Austen, retirada de "Abadia de Northanger", em que ela fala das obras de Frances Burney.





Quem gosta de Jane Austen é praticamente obrigado a conhecer a autora Frances Burney, e a ler suas obras, ainda mais agora que teremos em português, com certeza eu e todos os fãs dos bons clássicos agradecemos a editora pelo presente!

Como podem ver, já estou apaixonada e ansiosa querendo ler Evelina e outros livros da Editora Pedra Azul, além de belas capas, a qualidade é impecável, são livros que merecemos ter em nossa biblioteca particular sem sombra de dúvida.


Até a próxima,



13 comentários

  1. ownnnn eu to louca por esse lançamentooooo <3
    completamente apaixonada! :n
    bjokas :g

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia essa editora, mas me apaixonei. Isso que eu chamo de literatura de qualidade.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho

    ResponderExcluir
  3. Li pouquíssimos clássicos...
    Mas a editora me chamou a atenção pelas ilustrações...

    ResponderExcluir
  4. Olá Nanda!
    O livro realmente não faz o meu estilo, em nenhum aspecto.
    Mas espero que a editora e a autora tenham sucesso nesse lançamento :D
    Beijos,
    Ana M.
    www.vicioemlivros.com

    ResponderExcluir
  5. Oie nanda
    não conhecia a editora ou o livro, mas meu amor por clássicos falou mais alto, e fiquei bem curiosa
    bjos
    www.mybooklit.co

    ResponderExcluir
  6. Já tinha conhecimento da editora e do livro, que estou bem curiosa pra ler. Na verdade ansiosa, adoro o gênero.
    Quanto a entrevista achei muito bacana, saber do processos das tradutora e editora da Pedra Azul.
    Esse com certeza é um livro que não faltará na minha estante.
    Beijão
    http://vivianeblood.blogspot.com.br/2014/07/outlander-viajante-do-tempo-editora.html#comment-form

    ResponderExcluir
  7. Eu não conhecia esse livro amiga, mas amei a capa e o seu post! Ótima dica!
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Vou experimentar ler este livro. Já que minha autora preferida amou suas histórias, vou ler também. Sou apaixonada por romances deste tipo e pelo que li aqui... É muito bom. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Olá não conhecia a editora,gostei bastante da sinopse desse livro.Vou ler sim ;)

    ResponderExcluir
  10. Oieee
    Adorei a editora mas vou te confessar que não sou muito fã desse gênero clássico,mas sempre
    leio algo no tema só pra não ficar por fora.
    Evelina parece ser um bom livro mas não é do meu agrado.
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Oie!
    Não conhecia a editora, mas de vez em quando é bom ler um clássico! Não conhecia a autora também, mas só de saber que ela influenciou Jane Austen já quero ler.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  12. Oi Nanda!
    Adoro clássicos também!
    Como esperado, não conhecia o livro e fiquei imensamente feliz em saber que uma editora o publicará aqui. E mais feliz ainda em saber que a autora serviu como inspiração para minha amada Austen. <3
    Já necessito deste livro! Haha
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  13. Nao gosto de livro classico mais parabens a editora por tenta busca livros que as vezes nem sempte ligamos mas que tras otimas historias .

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!