Resenha Pare de Fazer DRAMA e aproveite a VIDA

em 10 de junho de 2014


Pare de fazer drama e aproveite a vida 
Rafael Santandreu - 192 páginas - Sextante 

Muitas pessoas têm tendência a exagerar suas reações diante dos problemas do cotidiano, enxergando cada pequeno contratempo como uma grande tragédia. O objetivo deste livro é ensinar a mudar esse comportamento e construir uma vida emocional mais equilibrada.



Edição: 1
Editora: Sextante
ISBN: 9788543100791
Ano: 2014
Páginas: 192


Rafael Santandreu nos mostra muitas dicas, alguns exemplos de suas terapias, algumas histórias e os métodos que utiliza em suas terapias. Isso pode ser um pouco chato para quem busca uma leitura de entretenimento, mais pode ser instrutivo para quem busca conhecimento acerca da terapia Cognitiva.


A Terapia Cognitiva tem como objetivo tornar as pessoas mais fortes e sãs a aprender e aproveitar a vida com o que se tem, pois está tudo em sua cabeça, afinal não devemos deixar que um problema se torne algo terrível em nossa vida.


Este livro é dividido em partes onde encontramos informações sobre:

  •    As Bases;
  • O Método;
  • Aplicações Práticas.



Um livro de Auto-Ajuda com linguagem técnica onde acredito que possa auxiliar um aprendiz de psicologia.


O que aprendi lendo este livro foi:

  •   Mantenha o pensamento positivo;
  •   Não faça tempestade em copo d’água;
  •   Não desperdice seu tempo.



Ao final de cada capítulo encontramos um pequeno resumo do que foi aprendido, o autor também utiliza de palavras como “necessitite”, “terribilite” como se o sintoma fosse uma doença.


“Faça uma pergunta a si mesmo: Em uma vida que dura tão pouco e que não tem muito sentido (ou tem um sentido metafísico desconhecido aos seres humanos), essa infelicidade que me corrói é tão importante assim?”


Em síntese, foi um livro agradável mais não o que eu esperava, sua linguagem técnica e os exemplos dificultaram minha interação com o livro, claro que tirei ótimas dicas no decorrer da leitura, porém prefiro uma linguagem que mexa com meus sentimentos. 

Beijos





14 comentários

  1. Olá Camila!
    Gostei bastante da capa, mas não leria o livro :/
    Infelizmente, não faz muito o meu estilo...
    Mas adorei a resenha!
    Beijos,
    Ana M.
    www.vicioemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Boa noite :)
    Como vai,Camila?
    Gostei da resenha mas não sou tão fã de livros com este temática...motivacional ou de dar conselhos.

    Beijos e tenha uma excelente semana
    Rimas Do Preto

    ResponderExcluir
  3. Oi,

    Auto-Ajuda não é um dos gêneros que leio, mas posso citar algumas pessoas que aproveitariam esse livro! rs Sério, tem gente que perde mesmo muito tempo fazendo drama!

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olha eu sempre gostei de livros assim de autoajuda da SEXTANTE, porque nos passam umas mensagem muito bacanas. Adoro os do Augusto Cury, mas já tem tempo que não leio nada dele e já estou precisando voltar a ler, até porque tenho alguns livros dele que estou querendo ler para resenhar em meu blog. Enfim...Eu sinceramente gostei bastante desse livro, até porque é verdade o titulo dele. A gente faz tanto drama por pouca coisa que acabamos não vivendo a vida como deveriamos né? Enfim...Eu simplesmente adorei tudo que vc colocou do livro e vou colocar ele na minha lista pra ler também. Quem sabe eu goste =]
    Enfim...Parabens linda !!

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu não gosto muito de livros de auto-ajuda Milla, mas em alguns momentos da vida é bom ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Infelizmente esse não é bem o meu tipo de leitura preferida. Até leio alguns livros que tem a auto ajuda como premissa, mas desde que seja bem leve.
    Não curtiria ou aproveitaria a leitura.
    Mas a resenha está muito bem escrita, como sempre.
    Beijão Mila
    Viviane
    RR

    ResponderExcluir
  7. Oi Mila,
    não é meu estilo de livro, então não leria no momento

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Não costumo ler livros de auto-ajuda. Gostei muito da capa desse livro é bem chamativa.

    ResponderExcluir
  9. Não sou muito fã dos livros de auto-ajuda, mas pela capa pensei que esse era pelo menos um pouco divertido, mas não parece ser assim. Com certeza, uma linguagem técnica demais acaba deixando a leitura cansativa e tediosa.

    Bjok

    ResponderExcluir
  10. Gostei da ideia do livro, mas não estou na "pegada" de auto-ajuda.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  11. Gostei da capa porem não leria esse livro.
    :P

    ResponderExcluir
  12. Camila!
    Gosto de livros que nos trazem ensinamentos de vida e se ligados a psicologia, ainda mais, porque traz embasamento científico.
    Bem interessante a proposta do livro.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  13. Olá Camila!! Achei a capa do livro muito divertida, mas o conteúdo não me agradou nem um pouco. Não sou fã de livros de auto ajuda, mas conheço algumas pessoas que precisam muito ler esse livro... vou indicar pra elas.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Não gosto de livros de auto-ajuda, sei lá, só não gosto! !

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!