Resenha Então, conheci minha irmã

em 22 de abril de 2014


Então, conheci minha irmã 
Christine Hurley Deriso - 240 páginas - Gutenberg 


Summer Stetson não conheceu sua irmã. Sua mãe engravidou dela assim que Shannon morreu, aos 17 anos, em um terrível acidente de carro, que se chocou com uma árvore. Ao longo de sua vida, Summer acostumou-se a assistir seus pais repetirem o quanto a irmã era perfeita, amada e boa filha, e por isso sempre acreditou que fosse uma decepção para eles. Ao fazer 17 anos, recebe da tia de presente o diário que Shannon escrevia até o dia de sua morte. Ao ler aquelas páginas para saber mais sobre a irmã, acaba descobrindo alguns segredos, e a cada revelação, sobre a família e sobre si mesma, entende que a verdade pode ser, por vezes, dolorosa, mas nunca deixará de ser libertadora. - Gutenberg






“A morte as separou, um diário as uniu.”



Summer Stetson cresce as sombras da perfeição de sua irmã falecida Shannon, de um lado todas as fotos e troféus de sua irmã, ela que estava sempre com o olhar adiante, do outro lado do corredor as fotos de Summer, sempre encarando o que a irmã foi.


Summer não quer ser comparada a sua irmã, a perfeita, aquela que sempre obtinha notas maravilhosas, a líder de torcida, o exemplo a ser seguido, Summer cresceu ouvindo o que Shannon fazia e como ela lidava em certas situações.


Shannon morreu aos 17 anos em um acidente de carro, deixou seus pais e familiares abalados, logo depois Susanne engravida e Summer nasce com a promessa de salvar aquela família, porém não é assim que Summer se sente, para ela, Shannon é apenas a razão de ela ter nascido, uma filha de segunda mão.


“-A filha de segunda mão. Shannon era perfeita, a vida deles era perfeita, tudo era mais perfeito, então, ela morreu. E minha mãe achou que, se engravidasse de novo, teria outro bebê perfeito. Mas ela me teve.”Pág. 17


Mais não é bem assim, Summer descobre isso quando sua Tia Nic a presenteia com o diário de Shannon em seu aniversário de 17 anos, agora, Summer terá oportunidade de conhecer sua irmã, não apenas ouvir o quanto ela era perfeita aos olhos de seus parentes, mais de como ela era de verdade, ela percebe que Shannon passava por uma crise, que não queria ser perfeita, que seus amigos não eram tão amigos assim, descobre que houve uma traição que abalou o mundo de Shannon e Summer começa a se perguntar se sua Irmã não se suicidou, mais isso você só irá saber lendo o livro.


Este livro foi uma grata surpresa, ele me emocionou e me deixou curiosa, você acaba percebendo que nem tudo é perfeito, que algumas pessoas só querem mostrar o que convém e mascarar o lado sujo, mais algumas vezes precisamos mostrar a verdade, faz parte do aprendizado, do crescimento.


No final, Summer tem orgulho de sua irmã, e mesmo não sendo sua intenção ajudou sua família a seguir em frente. Este livro te ensina que nem sempre a vida é boa, mais que temos que seguir em frente e não se deixar abater pelas decepções, nem sempre é fácil, mais vale a pena.


Os personagens são muito bem desenvolvidos, você conhece profundamente cada um deles, Gibs me conquistou desde o primeiro capítulo, já a mãe Susane, primeiro eu não entendia porque ela era tão controladora, mais depois passei a conhecer melhor todo seu drama, afinal perder uma filha não deve ser fácil, e não querer cometer os mesmos erros com a outra filha também. 


A capa do livro é linda, é simples mais ao mesmo tempo te deixa intrigada, a frase “A morte as separou, um diário as uniu.” Deixa aquele impacto no ar, é o suficiente para te fazer devorar o livro, porque a leitura flui muito rápido, o enredo simplesmente te conquista.


E quando você enfim termina o livro, tem aquela sensação de amizade com Summer, você percebe que gostaria de conhecer um pouco mais de Shannon, então, terminei o livro com lágrimas nos olhos, emocionada e feliz.


Somente uma coisa me desagradou no livro, ler em diversas passagens a palavra “gemo” foi um pouco chato. Fora isso, o livro é maravilhoso, recomendo de olhos fechados.


Agradeço a Editora Gutenberg pelo privilégio de ler este livro, eu Amei e já virou favorito!




Beijos e Leiam!!

15 comentários

  1. Oi Mila!
    Tudo bem??
    Acabei de ler um livro assim nesse feriado. Segunda Chance - Priscila Boltão. A personagem principal desse livro pode ver que nem tudo era como ela achava que fosse. A premissa desse livro parece ser igual, e eu gostei de ler "Segunda Chance" acho que é bem provável que eu curta ler esse também!!

    Obrigada pela dica!
    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/BlogMenteHipercriativa

    ResponderExcluir
  2. Gostei da história, adoro livros que tem algum diário :) Podiam ter passado mais uma vez pela revisão para evitar esses probleminhas né?

    Paola
    uma-leitora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oie Mila
    não conhecia o livro, mas sua resenha me deixou muito curiosa. Pena que a revisão deixou a desejar.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  4. Milla
    Estou surpresa com a resenha pois o livro é bem mais do que eu esperava.
    Um diário, um pouco de suspense e uma reviravolta na história é tudo que eu adoro.
    Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  5. Adoro esses livros que começamos ler meio mornas e acabamos por nos emocionar e nos surpreender. Não conhecia o livro, mas já quero ler, anotei para comprar em breve.
    Beijos
    Vivi
    RR

    ResponderExcluir
  6. Oi tudo bem ?
    Adorei sua resenha, estava curiosa sobre esse livro. Que bom que gostou, parece mesmo bem interessante.

    Beijos, Ivana

    http://omundinhoderebecca.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Mila,
    nunca tinha ouvido falar desse livro, e acho que não vou curtir muito a leitura. Ele parece mais parado.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá Mila!
    Só pelo título eu já tenho vontade de lê-lo, acredita? rs.
    Enfim, amei a sua resenha! Parece ser um livro muito emocionante e sentimental.
    Adoro livros que nos deixam com esses sentimentos ao terminá-lo.
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Adorei conhecer a estória das personagens. E realmente deve ser uma barra isso que a Summer passou. Nada agradável ficar sempre sendo comparada a alguém que já morreu. Não gostaria de passar por isso. Agora, com certeza vou querer ler este romance, pra saber os segredos da Shannon. Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito de sua opinião, me despertou uma vontade de ler o livro que eu nunca tinha ouvido falar antes.
    Até mais.
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia, e fiquei curiosa com o enredo. Deu para dar uma pontadinha no peito.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  12. Achei a premissa do livro bacana. Me lembrou um pouco a história do livro As irmãs e o mar, o fato das irmãs se aproximarem por meio de um diário e tal. Gosto de livros com essa temática. Espero ter a oportunidade de lê-lo. Via pra lista de desejados.
    Bjs!

    Zilda Peixoto
    http://www.cacholaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá Mila...Tudo bem??
    Super diferente este livro, e apesar de ser a primeira resenha que leio sobre ele fiquei super interessada na historia destas irmãs e realmente achei uma historia que vai me prender. ótima resenha!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  14. Ainda não tinha lido nenhuma resenha da obra e confesso que me encantei. Não esperava um livro tão bonito e profundo. Espero lê-lo em breve.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de Abril

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia livro/autora... mas que dramão, hein? Enredo diferente e deve ser difícil ser comparada a alguém e se alguém já morreu deve ser duas vezes pior pois não há como lutar com contra algo que não existe.

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!