Os Judeus do Papa - Gordon Thomas

em 16 de março de 2014

A II Guerra Mundial eclodiu na Europa. O exército nazista avan­ça pelo continente anexando e massacrando, deixando o rastro de sangue que marcou o século XX. No Vaticano, o papa Pio XII observa os horrores dos combates e tem que definir a posi­ção da Igreja perante o mundo. Mas ele não declara repúdio a Hitler nem se coloca ao lado dos Aliados — simplesmente silencia e a História lhe confere o título de papa omisso.
Por trás do silêncio havia um segredo agora revelado por documentos ofi­ciais secretos. Pio XII organizou uma ampla rede de ajuda humanitária para os judeus de toda a Europa. Sob a orientação dele, padres e freiras arriscaram a vida fornecendo abrigo nos mosteiros e conventos a milhares de judeus. Pio XII doou ouro do próprio Vaticano para ajudar os judeus romanos e es­condeu milhares deles em sua residência de verão, enquanto Roma era ocupa­da e bombardeada pelos alemães.
Os judeus do papa é um dos melhores livros históricos já escritos. Baseado em uma rica pesquisa documental, é uma obra indispensável aos leitores que querem entender o que realmente aconteceu em Roma sob a liderança do injustiçado papa Pio XII.










Os Judeus do Papa
Autor: Gordon Thomas
Tradução: Marco Aurelio  Schaumloeffel
Gênero: Literatura estrangeira – História
Págs: 392
ISBN: 9788581301273
Editora: Geração Editorial

Preço: R$ 44,90
Selo: Geração
E-book
ISBN: 9788581301280
Preço: R$ 19,90



O plano secreto do Vaticano para salvar os judeus das mãos dos nazistas!


Livros com temática histórica sempre me interessaram muito, sou uma curiosa nata.


Sobre a 2ª Guerra Mundial e o Nazismo há um leque bem interessante, tanto em filmes quanto em livros para nos aprofundarmos, há muito material deste período tenebroso da humanidade e que sempre é bom lermos e relermos, principalmente para não voltarem a acontecer!


"Com estas palavras, Pio havia declarado sua posição como defensor dos judeus contra a Alemanha nazista. O " silêncio" que Pio solicitara que seus núncios e e bispos observassem agora estaria acompanhado do que ele esperava ser a arma mais efetiva que possuía: suas palavras." pág 48


Eu sempre soube, através de documentários e filmes, que o Papa Pio XII foi muito criticado por ter sido omisso durante a perseguição de Hitler aos judeus, e este livro, Os Judeus do Papa, nos traz uma outra visão. Através de estudos e pesquisas junto a entidades judaicas e governamentais, o autor Gordon Thomas (fundamentado através de documentos oficiais agora revelados) nos apresenta o outro lado dessa história, a verdade sobre o silêncio papal durante o Holocausto.


O autor traz a tona, o esquema do papa, que desde seu primeiro dia como Pontífice da Igreja Católica, que logo após reunião com chefes de estado, se reuniu com membros de sua família e amigos próximos, entre eles, judeus e deixou claro sua ajuda à comunidade judaica. Com a ajuda de padres e freiras auxiliou muitos judeus a se refugiarem em mosteiros e conventos, manteve um hospital voltado aos refugiados ao lado do Vaticano, doou ouro e os escondeu até em sua própria residência de verão até que conseguissem fugir com alguma segurança.


"Havia muito tempo, o Vaticano e seus vizinhos do gueto concordavam que o cristianismo e o judaísmo eram ligados por uma crença em comum. Ambos rezavam para um Deus e baseavam sua fé na Bíblia. Ambos compartilhavam esperanças messiânicas. Ambas as crenças nasceram e foram nutridas na terra de Israel, e ambos tinham judeus como legisladores, profetas e apóstolos." pág 50


O livro foi muito bem escrito e tem uma capa belíssima, logo no início tem detalhes de quem são as pessoas bem especificadas para entendermos melhor essa fase da História e no meio contem fotos e os fatos referentes, que nos ajudam a compreender todo o esquema de Pio XII e entendermos sua visão e o porquê do seu silêncio enquanto milhares de judeus morriam perseguidos nas mãos dos nazistas aos olhos do mundo. Claro que nem todos os documentos oficiais foram liberados até hoje e nem tudo são flores, tem muito ainda para ser estudado e pesquisado, porém este estudo de Gordon, é muito importante ao revelar que na verdade, Pio XII, secretamente claro, ajudou os judeus até com identidades falsas para fugirem. O que acontecia dentro do Vaticano era muito mais complexo do que se pode imaginar. E é assim até os dias de hoje.

Em épocas de guerras é que surgem os verdadeiros heróis e acredito que as histórias deles devem ser conhecidas, traz esperança e inspiração para continuarmos acreditando na humanidade.


Até a próxima, boa semana!



Nanda


12 comentários

  1. Mila vim correndo ao saber que tinha resenhado esse livro, assim como tu, eu adoro ler sobre história e seus fatos. Mas tenho uma predileção sobre o holocausto e sobre a vida dos Papas.
    Eu sempre me revoltei com esse em especial, agora preciso ler essa obra, urgente, saber desses pormenores.
    Obrigada pela resenha, suas palavras me deixaram mais do que curiosa.
    Beijos
    Vivi
    RR

    ResponderExcluir
  2. Fer, gostei muito de sua resenha, sou suspeita pra falar, porque você sabe que adoro tudo que fala sobre a segunda Guerra Mundial. E pelo que entendi, este livro fala sobre uma parte que muita gente acredita que é o oposto, que a igreja Católica era contra os judeus.
    Agora mais do que nunca quero ler, pra entender a outra parte da história que desconheço.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. gostei da resenha, mas não é o tipo de leitura que me agrade.

    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  4. Oi Mila, sem dúvida uma leitura interessantíssima de um período negro da humanidade. Sempre me incomodou o fato da Igreja ter se omitido neste período e acho importante conhecer melhor o que realmente aconteceu de verdade.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  5. Oie Mila,
    confesso que não conhecia o livro e ainda mais que não é o tipo de livro que eu leria.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi,Mila!
    Não conhecia o livro, mas fiquei muito interessada em conhecê-lo. Aliás, que resenha incrível!
    Amei! Já anotei a recomendação no meu skoob.
    Bjs e uma ótima semana!
    Zilda Peixoto
    http://www.cacholaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  7. Tem o preço dele? Gostei muito dele! Adoro essas história.Fiquei feliz ao saber que esse Papa ajudou os judeus.

    Abraços
    Teorias do Leão da Montanha
    Curta: Teorias do Leão da Montanha

    ResponderExcluir
  8. Foi a primeira resenha que vi deste livro, achei muito interessante, eu gostaria de ler!

    Paola
    uma-leitora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eu adoro história e acho essa época bem interessante.Dica bem legal de livro,ele não está no roteiro modinha,e parece ser uma agradável leitura.

    bjsss

    Bianca

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
  10. Esta é a segunda resenha que leio do livro e estou bem empolgada com o enredo, gosto de histórias passadas na época da guerra, são muito fortes e nos fazem pensar muito.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  11. Oi flor,
    Então esse não é bem meu tipo de leitura mas achei interessante os fatos que li aqui.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Eu adoro história, e essa resenha me deixou mega interessada em ler esse livro, todo esse outro lado da moeda sobre os bons feitos do Papa ajudando os judeus que ninguém fala. Ótima resenha! Saber que houve pessoas boas nesses tempos, trás muita esperança.

    bjs

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!