Ruby Sparks - A Namorada Perfeita

em 13 de fevereiro de 2014


Nome original: Ruby Sparks
Gênero: Comedia Romântica
Direção: Zoe Kazan
Duração: 106 minutos
Elenco: Aasif Mandvi, Alia Shawkat, Annette Bening, Antonio Bandeiras, Barrett Perlman, Chris Messina, Deborah Ann Woll, Diana Parros, Eleanor Seigler, Elliott Gould, Jane Anne Thomas, John F. Beach, Joshua Wilburn, Lindsay Fishkin, Marco Tazioli, Mark Roman, Paul Dano, Rightor Doyle, Steve Coogan, Tatiana Sarasty, Toni Trucks, Wallace Langham, Zoe Kazan

Sinopse

Calvin (Paul Dano) é um jovem romancista que alcançou um enorme sucesso no início de sua carreira, mas agora está passando por um bloqueio com sua escrita e sua vida amorosa. Finalmente, ele faz uma descoberta e cria uma personagem inspiradora, chamada Ruby (Zoe Kazan). Semanas depois, quando Calvin encontra Ruby, em carne e osso, sentada em seu sofá, ele fica completamente surpreso que suas palavras tenham se transformado em uma pessoa real.




O longa-metragem, dos diretores  de ‘Pequena Miss Sunshine’, Jonathan Dayton e Valerie Faris, somos apresentados a história do jovem escritor Calvin Weir-Fields (Paul Dano, o Dwayne de ‘Pequena Miss Sunshine’), que está sofrendo um bloqueio criativo para terminar seu mais novo livro.

Ele conversa com seu terapeuta, o doutor Rosenthal  e após ser questionado sobre algumas coisas, dentre eles não possuir relações de amizades com outras pessoas além do seu irmão, resolve se dedicar ao livro.



Logo, Calvin tem uma idéia: escrever sobre si mesmo e uma namorada imaginária e perfeita.
Ele pensa em Ruby, uma mulher que o visita em sonhos, como uma pintora ruiva, criada em Ohio, que gosta de passear de bicicleta, nadar na piscina de sua casa e fazer passeios com o cão de Calvin, Scotty.


Então, imagine numa situação totalmente insana e irracional: encontrar uma personagem de seu livro, na cozinha, fazendo uma omelete. Calvin pensa estar maluco, já que ela não existe e é fruto de sua imaginação.

Seu irmão Harry (Chris Messina), após receber uma ligação desesperada, vai até sua casa para se certificar de que o escritor não está maluco e, após constatar que Ruby realmente existe, fica muito animado com a idéia, já que ele pode mudar o destino da personagem apenas com o digitar de algumas palavras em sua maquina de escrever.

Quando Calvin não está satisfeito com as atitudes de Ruby, ele simplesmente se senta, cria uma nova frase e pronto: Ruby tem sua personalidade transformada da água para o vinho, embora não saiba, que é uma invenção da cabeça do escritor.



O conflito chave do filme está aí: até quando é interessante ‘moldar’ a personalidade da pessoa amada? Calvin gosta de Ruby por ela ser o que é ou por poder mudar seus sentimentos e personalidade quando for mais cômodo?



‘Ruby Sparks’ é um filme surpreendente bom e incrivelmente meigo, o modo com é abordado a questão essencial nos relacionamentos: a aceitar o outro da maneira que é. E não apenas ver os seus defeitos e os corrigir, e sim dá mais ênfase as qualidades e as coisas boas.



Beijos!



10 comentários

  1. Oi Mila,
    eu não conhecia o filme, mas já gostei rsrsrs
    quero assistir

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Me lembra um pouco o filme brasileiro A mulher invisível. Do cara que idealizava a namorada do jeito que desejava. Será que o dele vai terminar do jeito que gostaria? Adoraria assistir esse. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. gostei ^^
    eu não conhecia, mas achei interessante. acho que vou dar uma conferida.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  4. Que doce a temática desse filme! No meio de tantas superproduções e filmes sem emocional algum, é bom ver que existem filmes que trabalham com coisas tão delicadas e estritamente pessoais, no amor. Adorei. Adorei mesmo a temática do filme. Pretendo muito em breve assisti-lo!
    Beijão!


    Achou o Quê?:
    http://achouoque.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Quero ver esse filme!!! Rsr
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Mila, não conhecia o livro, vou anotar sua dica.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. Oi,

    já vi esse filme e adorei! Ele é muito fofo, além de divertido!

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Gosto das comédias românticas. Ainda não assisti essa, obrigada pela dica.
    Agradeço o comentário e a visita feita ao blog. Obrigada!
    Um super final de semana!
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!
    “Pode ser que um dia nos afastemos...Mas, se formos amigos de verdade, a amizade nos reaproximará.” (Albert Einstein)

    ResponderExcluir
  9. Faz um tempo que assisti ele na Seção ad tarde, adoro esse filme foi legal de assistir.


    xx

    ResponderExcluir
  10. Parece ser uma comédia bem leve.
    Gosto de filmes assim e é difícil encontrar!
    Boa resenha!

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!