A Abadia de Northanger - Jane Austen

em 16 de fevereiro de 2014





Catherine é uma mocinha de apenas dezessete anos. Embora não tenha nascido uma criança bonita, os anos lhe trouxeram a beleza inesperada.
Pela primeira vez, ela irá deixar sua casa, que divide com os pais e nove irmãos. Irá conhecer um mundo totalmente diferente ao visitar a cidade de Bath - onde irá ao teatro, ao balneário e terá contato com muitas pessoas. Fará novas amizades e será objeto de apreciação dos rapazes. E ela mesma não ficará para trás - irá enamorar-se por um certo Henry Tilney que chama sua atenção ao tornar-se seu par em um dos bailes a que ela vai.







A Abadia de Northanger
Autora: Jane Austen
Editora: Martin Claret
Categoria: Romance Inglês / Clássico
304 Páginas


Primeiro livro que leio de Jane Austen e já estou apaixonada, eu amo romances históricos e até demorei a ler algum dela. Que leitura deliciosa!

A história é narrada em terceira pessoa, pela protagonista, a jovem Catherine Morland, moça bonita, alegre e brincalhona.

A Abadia de Northanger foi escrito por volta de 1790. Essa edição da Martin Claret traz uma capa belíssima e a diagramação idem.

Publicado postumamente em 1817 (o romance começou em 1798, e foi aceito pela editora em 1803) o mais curto entre os trabalhos de Jane Austen, o livro é uma paródia hilariante de romances góticos do século 18, a novela faz a sátira dos romances góticos que eram a febre da época.


"Ninguém que tivesse visto Catherine Morland quando criança teria imaginado que ela nascera para ser heroína. Sua situação na vida, o caráter do pai e da mãe, sua própria pessoa e disposição, tudo ia contra ela."

O livro começa como uma sátira sobre as parcelas improváveis de personagens dos romances góticos típicos, como Mistérios de Udolpho da Sra. Radcliff (1794). Catherine Morland, que vem de família confortável de um clérigo de aldeia, é convidada a ir até Bath para a temporada, por seus amigos ricos, Mr. e Mrs. Allen. Em Bath ela conhece Isabella Thorpe, uma mulher jovem e sofisticada cujo irmão John é um amigo do irmão de Catherine, James Morland. Isabella incentiva o interesse de Catherine em fantasias românticas e ficcionais.

Lá também é apresentada ao Sr Tilney e se apaixona à primeira vista, e que como não tem retribuição logo de cara, chega a ser muito divertido os pensamentos dela em relação ao seu devaneio romântico e amor platônico.


"(...)Sua paixão por velhos edifícios só perdia para a paixão por Henry Tilney, e castelos e abadias costumavam ser o encanto dos devaneios que a imagem dele não preenchia. Ver e explorar as muralhas e as torres de um ou os claustros de outro foram durante muitas semanas seu ardente desejo,embora ser mais do que a visitante de uma só hora parecesse um desejo quase impossível. E, no entanto, iria acontecer, tendo contra si todas as probabilidades, pois podia ser casa, mansão, casa de campo, parque ou chalé, mas aconteceu de Northanger ser uma abadia; e ela seria sua moradora. Seus corredores longos e úmidos, suas celas estreitas e sua capela em ruínas estariam todos os dias ao seu alcance, e ela não conseguia reprimir completamente a esperança de alguma lenda tradicional, algum túmulo terrífico de uma freira ferida e desditosa."


Nesta narrativa, temos uma jovem que não é uma heroína típica e ingênua, Catherine é inteligente, enxerga que estão tentando manipulá-la e persuadi-la, ela sabe questionar, pensar e agir conforme seus próprios valores, com personalidade.

É um livro charmoso, para os amantes dos clássicos, bem gostoso de ler!

Há uma adaptação para o cinema feita em 2007 que também vale conferir.

Uma dica: para quem gosta da série de TV Downton Abbey, certamente gostará deste livro! Amo a série e é das minhas preferidas!

Até a próxima,



Nanda

12 comentários

  1. Não conhecia este ainda. E fiquei muito feliz com a notícia, pois amo seus livros. Com certeza vou procurar por este e vou ler. A estória é linda e me apaixonei pela personagem. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Magnifico!!! excelente interpretação""" muito bom mesmo Fer.....

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente nunca li nada da Jane Austen, mais quero muito.
    Todo mundo só terce elogios a ela e tenho certeza que vou gostar dos livros dela.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Acho que sou a unica pessoa que ainda nao leu nada da autora (vergonha) mas todas as obras que eu li resenha sempre sao elogios, espero ler ago esse ano.


    xx

    ResponderExcluir
  5. Eu adoro essa série.
    Nunca tinha lido nada a respeito de Persuasão, gostei da resenha.

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. eu nunca li nada da jane ainda, gostei da resenha amiga.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  7. Oi Mila,
    tenho curiosidade para ler os livros da autora.
    Dica mega anotada.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  8. Todos os livros que já li da Jane são perfeitos, mas esse eu não conhecia. Sua resenha me deu vontade de lê-lo. Vou comprar e tirar minhas próprias conclusões.

    Adorei o blog e estou seguindo. Aguardo a sua visita.

    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir
  9. Oi flor,
    Tudo?
    Eu por ser uma romantica assumida já fui atrás dos títulos de Jane Austen obvio, porém o único com o qual eu consigo ter contato foi Orgulho e Preconceito e pior que consegui apenas ver o filme então não sei se isso conta muito...Apesar de ser uma história romantica devo dizer que não me agradou completamente. Já ouvi falarem muito bem sobre esse outro livro dela e sua resenha me deixou curiosa devo confessar, quem sabe futuramente eu não dou outra chance ne.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Não sei porque Fer, mas nunca tive vontade de ler Jane Austen?
    Mas gostei de sua resenha!

    ResponderExcluir
  11. Oi Mila, acredita que eu não conheço a autora. É verdade, ainda não li nada dela, apenas acompanho pelas resenhas, e fico feliz que na sua estreia você tenha gostado.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  12. Acho que dá para perceber que eu super fã da Jane, e esse é o único livro dela que não li até hoje. Assisti a adaptação de 2007 e achei a história super fraquinha, pra mim é a obra mais fraca da Jane( mais quero deixar claro que apesar de considerar a mais fraca, estamos falando de Jane Austen, a qualidade é outro nível né?) Mais sei que como fã da autora tenho que tentar né, e essa versão tem uma capa muito bonita. Enfim, orgulho e preconceito e Persuasão pra mim são os tops dela.

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!