Um Certo Verão - David Baldacci

em 26 de janeiro de 2014





O Natal se aproxima, mas não há alegria na casa de Jack. Diagnosticado com uma doença incurável, ele se prepara para o momento de dizer adeus à esposa, Lizzie, e a seus três filhos. Mas algo impensável acontece: Lizzie morre num trágico acidente de carro. Sem ela, Jack é mandado para um asilo e as crianças são separadas e vão morar com familiares, em cidades diferentes. Quando tudo parece perdido, no entanto, Jack começa a melhorar. Numa recuperação milagrosa, ele vence a doença e deixa o asilo determinado a reunir a família. Lutando para reconstruir suas vidas, Jack decide passar as férias com os filhos à beira-mar, na casa onde a esposa cresceu. Nem todos acreditam que sua doença foi superada ou que ele seja capaz de tomar conta das crianças. Agora, num verão memorável, ele talvez tenha a última chance de provar seu amor pelos filhos.









I.S.B.N.: 9788580411256
Cód. Barras: 9788580411256
Acabamento : Brochura
Edição : 1 / 2013
Idioma : Português
Número de Paginas : 288



Como começar de novo, quando o amor da sua vida se foi!


Após ler Como eu era antes de você – Jojo Moyes, e me apaixonar pela leitura, logo engrenei neste “Um certo verão” – David Baldacci, no início achei que seria mais um dramalhão desses maçantes, pois novamente peguei um livro em que se baseia doenças ou acidentes graves, como o anterior.


Demorei a compreender onde o autor queria chegar com tanto sofrimento imposto aos personagens, mas no decorrer da leitura entendi e a história desenrolou, é um drama forte, mas recheado de aventuras, pois o personagem principal, que estava com uma doença terrível, a beira da morte, sobrevive, muda de residência e reconstrói sua vida, ou tenta pelo menos...


"Eu a amei desde a primeira vez em que a vi. E o dia mais feliz da minha vida foi quando você aceitou compartilhar a sua comigo. Eu prometi estar sempre ao lado e meu amor por você é tão grande que, mesmo não estando aí fisicamente, estarei com você de todas as formas possíveis. Vou cuidar de você. Estarei ao seu lado quando quiser conversar. Nunca vou deixar de amá-la. Nem mesmo a morte pode sufocar o que sinto por você. Lizzie, meu amor por você é mais forte do que tudo.”


A história é de um pai de família, Jack Armstrong, a beira da morte, em que depende de sua esposa enquanto acamado, eles tem três filhos e sofre ao pensar em deixá-los órfãos em breve, pois foi desenganado pelos médicos.


Logo no início é recheado de drama, sofrimento e divagações dos personagens sobre a doença e a morte, porém acontece uma reviravolta, aliás, várias, em que mudam os destinos dos personagens. Chega a ser surpreendente, não quero me aprofundar para não dar spoilers, mas vale muito a pena a leitura devido a isso, as mudanças drásticas que a história tem.


“Como seria morrer? O que estaria à sua espera? Quem não teria medo ou ficaria aterrorizado, até? A última viagem. Aquela que todos faziam sozinhos. Sem uma companhia que o reconfortasse. E, exceto para quem tinha alguma fé, sem a garantia de que houvesse algo mais do outro lado.”


Um casal apaixonado, com uma vida praticamente perfeita, em que de repente, por conta do destino, tudo muda e vira de cabeça para baixo, levando-os a beira da loucura e onde o sentimento de amor e união familiar é mais importante que tudo, realmente “Um Certo Verão” é um drama familiar, desses que podem acontecer a qualquer um de nós, bem realista.

Durante a leitura nos deparamos com as histórias dos filhos, enquanto eles crescem, seus problemas na escola, romances e aventuras. O autor cita o bulliyng, as rusgas entre parentes, relacionamentos amorosos que dão certo e outros não, enfim, é uma história bem contada e parecida com a de qualquer pessoa comum, com pitadas de aventuras e sim, um pouco de comédia. A família, com o tempo, enxerga que tem muito em comum e aprendem uns com os outros sobre a empatia e a lidar com as rejeições e frustrações da vida.


“- Não dá para simplesmente dizer coisas idiotas, se abraçar, chorar até dizer chega e depois ficar tudo bem enquanto uma música cafoninha toca ao fundo. Tem que ser um dia de cada vez. A vida é assim. Alguns dias vão ser bons, outros vão ser horríveis. Vai ter dias em que eu vou olhar para você e sentir raiva; em outros, vou ficar péssima por sentir raiva de você. Vai ter dias em que eu não vou sentir nada. Mas você continua sendo meu pai.”


Um romance adulto, que recomendo aos leitores que gostam de um bom drama, desses para virar a noite lendo, foi o primeiro livro que li do autor e gostei bastante, e espero que vocês apreciem também.

Até a próxima,


Fernanda

8 comentários

  1. Uma história forte e cheia de emoção. Gosto de livros assim, que nos faça refletir e pensar na nossa vida. E se o livro é tudo isso que você menciona, com certeza vou tentar ler. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Eu li.. Este livro junto com você.. É perfeito.. Realmente eu achava que fosse aquelas estórias dramáticas..mas não, é uma estória de superação... De amor... E milagre se assim possa ser dito...

    E esse último quote .. Eu também havia separado ele..achei extremamente lindo... Declaração de filha para pai..

    ResponderExcluir
  3. Eu li.. Este livro junto com você.. É perfeito.. Realmente eu achava que fosse aquelas estórias dramáticas..mas não, é uma estória de superação... De amor... E milagre se assim possa ser dito...

    E esse último quote .. Eu também havia separado ele..achei extremamente lindo... Declaração de filha para pai..

    ResponderExcluir
  4. Nossa, a história parece ser muito boa Fer, e como você cita ela lembra um pouco o livro "Como eu era antes de você". Não vejo a hora de ler.

    ResponderExcluir
  5. Oi Mila.

    Senti que esse livro é bem forte, bem drama mesmo haha Como você falou... Eu acho que não tenho peito nem paciência para um livro assim, morro de tédio com drama, mas quem sabe né?

    Beijocas
    http://www.estantedasfadas.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu não conheço o autor ainda, mas sempre leio coisas boas de seus livros. Já me vejo virando mesmo a noite lendo este livro.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. sabes que deu vontade de ler...
    ameiiii os cooods :)
    :a bjos doces

    ResponderExcluir
  8. Já tinha lido algumas resenhas e este livro parece mesmo muito bom, achei o enredo bem interessante. Deve ser um livro emocionante :)
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!