Resenha Wayne de Gotham

em 19 de dezembro de 2013




Wayne de Gotham 
Tracy Hickman - 270 páginas - Fantasy Casa da Palavra 
Por trás de toda máscara existe um homem de verdade. Ainda criança, Bruce Wayne testemunha o assassinato dos pais – e o mistério sobre o motivo o impulsiona a fazer uma busca pelo seu passado. É quando descobre um diário secreto de seu pai Thomas, um médico rebelde que parece finalmente revelar o seu lado obscuro. Sua identidade é seriamente abalada quando um convidado levanta, inesperadamente, questões sobre o evento que acabou com a vida de sua amada mãe e seu admirável pai – caso que provocou para sempre sua vontade insaciável de proteção e vingança. Para descobrir a história real da família, Batman precisa confrontar o antigo inimigo, como o perverso Coringa, seu próprio mordomo Alfred, além do passado que assombra o Asilo Arkham, para assumir o novo fardo de um legado sombrio. Muito mais próximo dos filmes de Burton e Christopher Nolan e das HQs de Frank Miller do que dos seriados de TV dos anos 1960. Um olhar imaginativo sobre o lado humano do icônico super-herói criado por Bob Kane. TRACY R. HICKMAN é um autor mais conhecido por seu trabalho com Margaret Weis em "Dragonlance". Também escreveu a trilogia Darksword, o Death Gate Cycle, e a trilogia Sovereign Stone e atuou como designer de RPG's para a TSR, Inc. 






Logo no Prólogo presenciamos a dura criação de Thomas Wayne, pai de Batman, Patrick Wayne não é muito amistoso e chega a fazer criticas quando ao filho ser meio nerd.


“-Acha que aqueles quadrinhos irão mantê-lo vivo em Gotham City? Lá fora é matar ou morrer, não é como aquele mundo em quadrinhos em que você vive! E você hoje vai aprender a matar, filho. Você irá matar alguma coisa!”


É muito bom quando o autor tem o poder de te sensibilizar com algumas passagens no livro e isto aconteceu comigo, este livro foi uma surpresa para mim.

Wayne de Gotham não está focado somente na vida de Batman, claro que vemos algumas brigas, violência, lutas como estamos acostumados a ver nos filmes, mais neste livro o autor foi além, ele nos trouxe um passado e não somente o passado de Batman mais de gerações dele.

Conhecemos as intrigas de Jarbas, Patrick e a morte dos pais de Batman, pois com a morte deles Batman busca respostas e ele irá encontrar muito mais do que espera, surpresas quanto a sua família, e até mesmo quanto ao famoso mordomo Alfred.

Não posso dizer que sou fã deste super herói, na verdade ele para mim é o que menos chama atenção, tanto é que não faço questão de ver os filmes.

Admirei o trabalho do autor, achei original e criativo, gostei de saber mais um pouquinho de Batman e sua história, talvez um fã dos filmes e do próprio super herói irá gostar mais do livro.

Outro ponto a comentar é a capa, mesmo singela ela chama atenção, não imaginava que o preto e amarelo combinasse tão bem, a diagramação é simples, uma folha preta e os capítulos com o famoso símbolo.



11 comentários

  1. Oi,,

    o livro parece legal, mas não tenho muita vontade de lê-lo. Super-heróis não são meus personagens favoritos, ainda mais o Batman. Mas é legal que o autor se concentrou em mostrar mais do herói por trás da máscara. Ótima resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Pensei que seria mais uma reprise da história que já conhecemos, mais pelo que entendi é mais que isso. Ainda bem. Fico feliz por ser assim tão original e saber cativar o leitor. Quer dizer que ao ler não vou me decepcionar.Valeu! Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Estou ansiosa pra ler esse, porque sou muito fã de quadrinhos, e super-heróis, mas o Batman é um dos favoritos.
    Gostei da resenha, e que o livro conte partes da vida dos pais dele também é legal!

    Beijos, Paola
    uma-leitora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Não curto muito nada que envolva o batman, mas esse livro parece ser legal.
    Já vi ele muitas vezes na saraiva, mas nunca parei pra ler nem a sinopse.
    Gostei da resenha.
    Resenha #124 - Rose na Tempestade.
    Confere lá!
    Manuscrito de Cabeceira
    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Eu não sou super fã do batman, mas sempre gostei do super herói e fiquei bem curiosa com o livro, vou querer conferir.

    bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Mila,
    eu até goto do batman, mas não acho que iria curtir muito o livro.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  7. Não sou muito fã do Batman, mais me interessei no livro, como vc mesmo disse na resenha é diferente e criativo :D
    Beijokas, Brubs
    Livros de Cabeceira
    @IWannaRuffles

    ResponderExcluir
  8. Eu vi esse livro numa papelaria aqui perto de casa, mas achei tão carinho... :(

    Beijos, Thaysa Rocha
    www.livrosqueinspiram.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Batman sempre foi meu heroi favorito, talvez porque não tenha super poderes...Muito interessante poder conhecer um pouco mais da estória da família dele.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  10. Camila!
    Pois eu sou fã do Batman, acredito que é porque ele faz parte da minha infância. As versões atuais do Batman usam os recursos das novas tecnologias e na minha época, os desenho e filmes não eram tão elaborados o que dava ao milionário um ar de realidade. Mas, falando sobre o livro, gosto quando são feitas releituras criativas de um personagem tão evidente, fiquei curiosa em poder ler o livro e reviver as aventuras do Batman.

    Agradeço sempre sua visitinha ao blog e seu carinho no comentário, obrigada!
    Um final de semana maravilhoso!
    FELIZ NATAL!!
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!
    " A Melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida. (Desconhecido)".

    ResponderExcluir
  11. Nao sou fan do homem morcego mas acho que leria sem problemas esse livro.


    xx


    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!