Resenha Menina das Estrelas - Ziraldo

em 29 de setembro de 2013

O menino da Lua e sua turma passaram, de repente, a ter tudo a ver com a menina das estrelas. Durante a maior parte da sua vida de escritor, Ziraldo se ocupou de desvendar a alma de seus meninos. Agora, ele se aventura na descoberta de uma outra instituição igualmente fascinante -a menina. E o faz com muito entusiasmo. Este livro é um de seus trabalhos mais comoventes. Ziraldo ganhou o 21º Troféu HQMIX (2008) --o "Oscar" dos quadrinhos-- na categoria "Homenagem/Destaque Internacional".









ISBN: 978-85-0605-511-3

8ª Edição, junho 2011

Título: A menina das estrelas

Autor: Ziraldo

Editora: Melhoramentos

96 páginas



Que coisa mais fofa e linda esse livro gente!


Participei e ainda sou ativa em grupos e comunidades no Skoob e Facebook que me apresentaram amigos maravilhosos, fiz parte de uma comunidade bem ativa no Orkut chamada:  Prazeres Amélie Poulain (PAP), nela haviam sorteios e amigos secretos incríveis, sempre baseados no filme francês "O fabuloso destino de Amélie Poulain", nós nos autointitulávamos Amelísticos, devido a essa magnífica história, a personagem principal era delicada e sempre com generosidade fazia da vida das pessoas a sua volta mais encantadora, isso fez com que pessoas admiradoras dos seus gestos se unissem e criassem uma espécie de Corrente do Bem. Pois bem, hoje ainda mantenho contato com algumas pessoas de lá, devido a ter deletado minha conta do Orkut, e migrado para o Facebook, então, quem me enviou esse livro maravilhoso de presente foi uma dessas pessoas encantadoras de lá, que no fundo tem uma alma de criança, que acredita que fazer o bem só traz benefícios, não custa nada um gesto de carinho não é verdade?

Ela comentou que esteve com o autor numa Bienal do Livro e agradeceu por ele ter escrito o “seu” livro, imagino sua felicidade e emoção, pois me senti assim lendo, e com certeza quando tiver oportunidade, irei até o autor dizer o mesmo! Incrível como a leitura aproxima as pessoas, em como autores, até mesmo os infantis compreendem nossa alma e parecem nos conhecer melhor que nós mesmos.

A Menina das Estrelas conta a história desta menina, desde pequenina, com seus sonhos, ansiedades, amizades, emoções e curiosidades em relação ao mundo em sua volta, especialmente quanto à descoberta de sua diferença em relação aos meninos. 

Uma história divertida, em que o autor usa como base o livro Alice no País das Maravilhas de Lewis Carrol, e homenageia tantas outras meninas de outros livros tão significantes e encantadores quanto este.

Lembrei de minha infância, onde a ingenuidade e ilusões imperavam, onde tudo parecia ser um conto de fadas, nunca queríamos crescer, eu e meus irmãos, curtimos muito essa fase, relembrei das minhas irmãs em várias partes do livro.

“ Menina é o seu presente, seus gestos soltos no ar, seus sustos, sua emoção, clicados, constantemente, de uma câmera escondida na nossa imaginação. Menina é um casulo.Melhor:Menina é um casulo!Que, sem ânsia ou aflição, guarda ali sua crisálida (e uma adivinhação).” Pág 47

Com ilustrações belíssimas, o livro é tão maravilhoso que nem parece destinado ao público infantil, quero dá-lo de presente a várias amigas, tantas meninas das estrelas que conheço e que certamente ficarão tocadas e tão emocionadas quanto eu com a leitura.

Ana Estela, ou melhor, Ana Estrella, como a conheci, só tenho a agradecer pelo presente, de coração muito obrigada!


Beijos Fernanda!!



6 comentários

  1. Awnnnn estou encantada por este livro, mas confesso que gostaria de ter ouvido um pouco mais sobre a história.
    Participo de grupos no face e conheci pessoas encantadoras por lá.... Amizades que pretendo levar por muito tempo.

    ResponderExcluir
  2. Rita, na verdade não tem história, é mais uma homenagem a todas as meninas do planeta, por isso ele enfatiza as meninas dos contos de fadas, todas as mulheres são as meninas das estrelas, comenta desde a infância até virarmos mulheres, tem mais ilustrações do que história propriamente dita, é um livro poético!

    ResponderExcluir
  3. Ziraldo é muito amor!!
    lembro que o conheci em 2005 na bienal, e agora em 2013 tive a oportunidade de vê-lo de longe, e infelizmente não comprei esse livro :(
    preciso!!
    bjos
    www.mybooklit.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Mila, que resenha encantadora. esse é um livro que foi para minha lista de compras e que farei questão de ler para minha filha, e com ela, depois que ela aprender a ler. BELA dica de leitura, muito obrigada.
    Beijinhos
    Viviane

    http://vivianeblood.blogspot.com.br/2013/09/resenha-aconteceu-em-paris-molly-hopkins.html

    ResponderExcluir
  5. Eu sou a maior divulgadora desse livro, eheheh
    Dá mesmo vontade de presentear todas meninas do mundo com ele, eu já presenteei algumas ;)
    Como a Fe comentou, quando fui pedir autógrafo ao Ziraldo, agradeci pelo meu livro, ele perguntou o meu nome e escreveu "... para Estella, a própria" *_* pensem, rs
    É um livro lindo demais, e o que mais me cativou foi o fato do Ziraldo conhecer cada detalhezinho nosso, como as cartinhas aos "santos de devoção", achei muito minha cara, ahahah entre tantas outras peculiaridades femininas ;p
    Mulheres somos tão diferentes e ao mesmo tempo tão parecidas... certeza de que cada uma que ler, se identificará!
    ^ ^

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o livro,mas quase impossível não querer ler depois desta sua resenha =)
    Adorei e já adicionei na minha lista de desejados!!
    Beijos

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!