Resenha Garota Tempestade

em 1 de junho de 2013


Mesmo tendo passado a vida inteira na pequena e conservadora cidade de Rockabill, Jane True, 26 anos, sempre soube que não se encaixava numa sociedade pretensamente normal. Durante um de seus clandestinos nados noturnos no mar congelante, desafiando um perigosíssimo redemoinho, uma descoberta terrível leva Jane a revelações surpreendentes sobre sua herança genética: ela é apenas meio-humana. Agora, Jane precisa penetrar um mundo de mitos e lendas, povoado por criaturas sobrenaturais, aterrorizantes, belas e até mortais. Características que também descrevem perfeitamente Ryu, seu novo “amigo” -- um vampiro poderoso, deslumbrante e hummm, aiii... muuuito SEXY. Nesse mundo, onde há um goblin advogado, um espírito de árvore maquiador, um súcubo dona de boutique, elfos diabólicos, homens inflamáveis, seres híbridos que se transformam em animais selvagens, nada é presumível. Que dirá um romance ao molho pardo. Mas atenção, nunca, nunca mesmo, esfregue a lâmpada do gênio. Entretanto, alguém está matando meio-humanos como Jane. A pergunta que não quer calar é: os assassinatos são fruto de uma mente doentia ou há um plano macabro para exterminá-los? 



Jane True passou por maus bocados desde o desaparecimento de sua mãe, seu melhor amigo morreu e boatos correm que Jane é a grande culpada por sua morte, mais sendo verdade ou não, isto não importa, a cidade não a vê com bons olhos.

Seu pai está doente, e sua rotina se resume a arrumar o café, que é quase um ritual, nadar nas correntezas de Old Sow e ir para seu trabalho, uma livraria onde alguns clientes torcem o nariz para ela e simplesmente não querem ser atendidos. A única razão de Jane não enlouquecer é sua paixão pelo mar congelante, que misteriosamente não exerce danos nenhum, onde em uma pessoa normal talvez sofresse de hipotermia.


Mais sua rotina muda assim que encontra um corpo na correnteza de Old Sow, neste dia temos uma prévia dos poderes de Jane e percebemos que ela é especial.

Então numa “visita” nada convencional conhecemos Anyan, Trill e Nell seres sobrenaturais que explicam sua real descendência. Com isso descobrimos que nem todos habitantes são humanos e que nada é o que parece.

Jane conhece novos amigos e tem noites calientes com o vampiro Ryu, por quem se sente terrivelmente atraída, e entre carinhos e mordidas somos apresentados ao novo mundo de Jane, cheio de mistérios e surpresas.

“Foi assim que acabei vindo para cá. – Ele sorriu, e meu coração falhou oito batidas seguidas. Ou eu estava me apaixonando por aquele cara ou tendo uma arritmia.” Pg. 108

Com a narrativa em terceira pessoa conhecemos as angústias, medos e frustrações de Jane, também conhecemos seu lado divertido e seus pensamentos um tanto quanto estranhos, pois em alguns momentos Jane se perde em seus pensamentos e esquece onde está.

Seus personagens são bem construídos, adorei em especial Anyan, Grizzie e a súcubo Iris, é um livro gostoso de ler e aos poucos nos vemos conhecendo cada vez mais o mundo que a autora Nicole Peeler criou.

Suas primeiras páginas não me conquistaram logo de cara e talvez por isso tenha demorado um pouco a terminar o livro, talvez não tenha me conectado com Jane, mais a medida que avancei na história o livro ficou super interessante, portanto não desistam logo de cara, pois personagens instigantes superam qualquer desconforto do inicio.

"Senti uma onda de terror absoluto subir da boca do meu estômago e ameaçar me dominar. Mas a família True era feita de aço e agi com a mesma bravura e determinação que havia demonstrado na noite anterior, quando virei o corpo de Peter. Desmaiei e caí dura no chão."

A Editora Valentina não deixa por menos com uma diagramação super caprichada.




19 comentários

  1. Muito boa a sua resenha!
    Parece até que o livro não é tão ruim como à primeira vista.

    http://livroscontosesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Milla, tudo bem?
    A capa do livro é linda e a sinopse é bem interessante.
    Eu gosto bastante quando um livro que não estava sendo bom, fica ótimo. Na verdade, quem não gosta? rsrs
    Só vejo elogios sobre Garota Tempestade e mal vejo a hora de lê-lo (:

    Beijos,
    salaodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei esse livro, só fico meio doente de saber que ele é o primeiro de uma série de 7 livros, acho que é isso mesmo. Nossa, estou saturada de séries Mila =/
    Mas adorei os personagens e Ryu então, OMG ...rsrsrs
    Adorei sua resenha e sua opinião sincera.
    Beijos
    Viviane
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  4. Oi Mila! Eu gostei deste livro, dei boas risadas e o final teve muita ação, mas em relação à protagonista eu achei ela bem imatura, não parecia que tivesse a idade de uma mulher adulta.
    Bom domingo. Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Oi Mila,
    Eu adorei esse livro! Estou curiosa para ler as continuações e realmente a diagramação ficou ótima!

    Beijos, Bi
    http://behindenemyline8.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Mila!
    Esse livro parece legal. Se eu visse só a capa provavelmente não compraria, pois parece ser bem infantil, mas a história é legal. =)
    Parabéns pela resenha.

    Beijos,
    Gabi Lima
    http://livrofilmeecia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Amei a resenha,
    não conhecia o livro mas fiquei com muita vontade de ler,
    parabéns pela resenha.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olha amiga pra ser bem sincera eu não tenho vontade de ler esse livro não. Mas eu gostei da sua resenha e da capa! Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi,Milla!
    Desde o lançamento desse livro estou encantada por ele. Já li muitas resenhas positivas e, por esse motivo fico cada dia mais interessada em lê-lo. Que pena que o começo dele é meio chatinho né...
    Tomara que eu tenha a oportunidade de lê-lo.

    Bjs!
    Zilda
    Cachola Literária

    ResponderExcluir
  10. Eu geralmente demoro a ler livros que não me conquistam já no inicio ><

    Beijos
    Pepper Lipstick

    ResponderExcluir
  11. Achei essa capa super fofa!
    Adorei a resenha :)

    ResponderExcluir
  12. A Editora Valentina como já afirmei foi muito feliz em suas publicações trazendo este gÊnero que é relativamente novo para nós. Garota Tempestade é uma história muito inteligente e apesar de ser fantasioso trate de questões atuais como por exemplo as relações humanas.

    ResponderExcluir
  13. A capa é bem interessante. A cada resenha
    que leio desse livro, me encanto mais
    adorei
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Desde o lançamento deste livro que estou de olho nele. Confesso que não gostei da capa, e a capa, aliada a sinopse, fazem a gente pensar em uma história muito diferente. Ainda bem que posso ler as resenhas de vocês e ficar sabendo melhor sobre os livros...
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  15. A editora Valentina tem acertado bem ao escolher os livros de seu catálogo, mas o que me incomodou foi a capa desse livro, que tem uma pegada bem sensual e ficou com cara de infanto. Quanta gente deve ter lido ou comprado achando que era algo mais bobo e se surpreendeu? Alguns para o bem e outros nem tanto...

    ResponderExcluir
  16. Adorei esse livro... espero a continuação ansiosa....
    Mas ainda não sei se a autora vai manter a emoção da história... espero que sim!

    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Milla, a Valentina só errou com esse livro na capa e na sinopse, pq nenhum dos dois tem nada haver com o livro. Não o li todo, só algumas partes na livraria, mas gostei das partes que li e assim que o dinheiro resolver aparecer eu vou compra-lo rsrsrs

    ps. não seria narrativa em primeira pessoa em vez de terceira, não? :c

    http://overdosedebeladona.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Milla, a Valentina só errou com esse livro na capa e na sinopse, pq nenhum dos dois tem nada haver com o livro. Não o li todo, só algumas partes na livraria, mas gostei das partes que li e assim que o dinheiro resolver aparecer eu vou compra-lo rsrsrs

    ps. não seria narrativa em primeira pessoa em vez de terceira, não? :c

    http://overdosedebeladona.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Ola!
Agradeço pelo comentário!
Beijinhos Carinhosos!